Os planos para o Whatsapp Business e a Transformação Digital na Comunicação

WhatsApp Business

O Whatsapp anunciou hoje, através de seu blog, o lançamento do WhatsApp Business. Nele, será disponibilizado um perfil para empresas com algumas funcionalidades como mensagens automáticas de horário de atendimento e segmentação por assunto, além da validação das contas da empresa assim como o Facebook e Instagram já fazem.

Aplicativos que já estão em queda vão cair ainda mais. O acesso do consumidor vai ser facilitado e o modo como as pessoas se comunicam será ainda mais centralizado, criando uma dependência do app ainda maior do que vemos hoje.

Preciso fazer o check-in do meu voo, estou com problemas na minha TV por assinatura, quero pedir uma pizza, preciso de um remédio etc.

Estas e muitas outras interações que fazemos por um monte de aplicativos, sites e, em alguns casos, ainda por telefone, navegando pelas infinitas URAs (Unidade de Resposta Audível), serão resolvidos na Central Global de Interações, o WhatsApp.

Poderemos comprar, pagar, pesquisar, reclamar por um único app!

Será uma grande oportunidade para empresas como a PowerZap, que atualmente já faz o atendimento receptivo via Whatsapp com uma API própria.

O grande diferencial continuará sendo a inteligência artificial – que hoje utiliza IBM Watson e API.ai do Google. Isso possibilita a automação dos atendimentos via Chatbots gerando agilidade e redução de custos.

Isso com certeza é o que busca o Itaú Unibanco, que será a primeira empresa brasileira a testar a novidade do WhatsApp. Inicialmente, o teste será com os clientes Personnalité Digital para diálogo com os gerentes das suas contas.

O caminho do WhatsApp até aqui

Que ele, aplicativo que nasceu na Califórnia em 2009, é a principal ferramenta de comunicação do brasileiro, não é segredo pra nós, usuários dependentes.

O Whats, para os íntimos, cresceu exponencialmente e chegou a 120 milhões de usuários no Brasil – além de outros números expressivos no mundo, como ilustra o quadro abaixo.

Lançamento do WhatsApp Business

Adquirido pelo Facebook por U$ 19 bilhões em fevereiro de 2014, o WhatsApp ainda não havia divulgado nenhuma estratégia de monetização. Apesar de não ter definido valores nesta fase de testes, com o tempo passará a cobrar das empresas.

Para os usuários, continuará sendo gratuito!

Confira abaixo a trajetória do Whatsapp até aqui:

Fev-2009 – Nasce na Califórnia
Jan-2011 – WeChat na China
Abril-2011 – Investimento de U$ 7 milhões da Sequoia Capital
Julho-2013 – Sequoia investe mais U$ 50 milhões, e o app é avaliado em U$ 1,5 bilhão
Fev-2013 – Atinge 200 milhões de usuários ativos
Ago-2013 – Surge o Telegram
Fev-2014 – Facebook faz a aquisição do WhatsApp por U$ 19 bilhões
Jan-2015 – Lança o WhatsApp Web
Maio-2016 – Liberada a versão para Windows e Mac
Junho-2016 – Chamadas no Voz
Agosto-2016 – Atualização dos Termos e Política de Serviço, principalmente no que diz respeito a comunicação entre empresas e usuários
Nov-2016 – Chamada de Vídeo
Fev-2017 – Novo Status com fotos e vídeos
Set-2017 – Anúncio do lançamento do WhatsApp Business

O mundo como conhecemos está mudando a cada dia. Preparado?

Continue lendo

Diretor Comercial na Huggy.io

  • Pingback: As 5 principais aquisições de empresas de tecnologia - Transformação Digital()

  • Pingback: Primeiro olhar no WhatsApp para empresas: aplicativo para Android, registro de número de telefone fixo e múltiplas opções de contas - Transformação Digital()

  • Gustavo Braga – O Aprendedor

    Por mais animado que eu fique com a unificação da comunicação, também fico preocupado.

    Chegamos a um nível em que não precisamos mais perguntar “tem whatsapp?”. É só salvar o contato e puxar conversa (na grande maioria das vezes).

    Ou seja, tem muita gente lá!

    Todo mundo falando ao mesmo tempo e reenviando todo tipo de conteúdo irrelevante (pra ser educado).

    Isso, pra mim, resultou numa repulsa. Tenho medo de abrir o whatsapp. Já não consigo ler todas as mensagens e tenho medo de algúem falar comigo e eu querer responder na hora e me distrair do que eu estou fazendo.

    Isso vai aumentar com a implementação do whatsapp for business.

    Pergunta: O que poderia ser feito para contornar esse problema do quão “overwhelming” usar o whatsapp se tornou?

    Imagino que possa haver uma alteração no design. Algo que mantenha a tela principal limpa e sóbria. Talvez tinderizar o whatsapp…

    “Como assim, Gustavo?”

    Passar as conversas para o lado, tratando delas uma por uma, sem precisar encarar todas elas.

    Mas esse modo não precisa substituir o atual. Poder ser um adicional. Uma espécie de modo de leitura.

    Essa ideia na verdade não veio do tinder, mas de um app de leitura de emails cujo nome não encontrei. O google mail adotou esse funcionalidade recentemente.

    Obrigado pela matéria 😀