O cenário de investimentos na Transformação Digital em números

Conheça de perto os investimentos da Transformação Digital em números

As mudanças tecnológicas são rápidas e já podemos percebê-las no nosso dia a dia. As empresas também já entenderam a necessidade de se transformarem digitalmente por completo e, embora estejam em níveis de maturidade diferentes, estão investindo cada vez mais neste processo. Os investimentos na transformação digital em números são surpreendentes.

Já falamos em um outro artigo sobre as tendências da Transformação Digital em 2018, agora acompanhe neste artigo quanto já foi investido até aqui e quais são as previsões para os próximos anos. Confira!

Prioridades das empresas

Um estudo da IFS World — realizado com 750 profissionais de 16 países para avaliar a maturidade da transformação digital em setores como fabricação, petróleo e gás, aviação, construção e contratação e serviço — apontou que cerca de 90% das empresas pesquisadas têm um vantajoso financiamento para a transformação digital, indicando uma necessidade de investir e um forte desejo de desenvolver seus negócios para se manter competitivo e em crescimento.

Quando perguntadas sobre as áreas prioritárias de investimento, as três principais opções foram:

  1. Internet das coisas (IoT).
  2. ERP.
  3. Big Data & Analytics.

“Tecnologias como Big Data e Analytics, planejamento de recursos empresariais e internet das coisas são fundamentais para transformar um negócio.

As empresas precisam aplicar tecnologias inovadoras de mãos dadas com a experiência relevante da indústria para ter sucesso e ganhar uma vantagem competitiva.

É essa combinação que torna a transformação digital significativa e poderosa”. afirmou o vice-presidente das soluções da indústria global da IFS, Antony Bourne.

Cenário Mundial

Em termos geográficos uma pesquisa liderada pelo International Data Corporation (IDC) apontava Ásia/Pacífico (excluindo o Japão) com os maiores investimentos em tecnologias digital em 2017, somando 37% do total mundial.

Os gastos com transformação digital nesta região foram liderados pelas indústrias de fabricação discreta, que são as responsáveis pela produção de itens que podem ser medidos em unidades como, por exemplo, carros, computadores e eletrodomésticos.

Seguida pelas indústrias de processos, caracterizadas pela mistura de unidades químicas, como as farmacêuticas e alimentícias e, por fim, pelas empresas de serviços profissionais.

Os Estados Unidos vieram na sequência com 30% do total mundial, liderado por serviços profissionais, fabricação discreta e indústrias de transporte.

Ainda de acordo com o IDC, na América Latina os investimentos na transformação digital deverão chegar a 57 bilhões de dólares até 2020, gerando cerca de 450 mil postos de trabalho na área.

Previsões de investimentos em Transformação Digital

O Guia Semestral de gastos mundiais em transformação digital organizado pelo IDC apontou que investimentos em software, hardware e serviços que permitem a transformação digital atingirão US$ 1,3 trilhão em 2018. Esse valor representa um salto de 16,8% em comparação com os US$ 1,1 trilhões gastos em 2017.

Ainda assim, esses números são pálidos quando comparados às previsões futuras. Em 2021, a IDC espera que as despesas de transformação digital atinjam quase US$ 2,1 trilhões.

Um estudo global diz que o investimento global em TI apenas na área de telecomunicações atingirá 85 bilhões de dólares em 2020.

IDC FutureScape fez 10 previsões sobre transformação digital para os próximos três anos. São elas:

  1. No final de 2019, o gasto de transformação digital deverá atingir US$ 1,7 trilhão em todo o mundo, um aumento de 42% em relação a 2017;
  2. Até 2019, todas as organizações transformadas digitalmente gerarão pelo menos 45% de suas receitas a partir dos modelos de negócios do “futuro comércio”;
  3. Até 2020, os investidores verão as empresas digitais de forma diferente, com medidas específicas baseadas na participação da plataforma, no valor dos dados e na contabilização do cliente para mais de 75% das avaliações da empresa;
  4. Até o final de 2018, pelo menos 40% das organizações terão uma equipe de liderança digital (contra uma única liderança executiva) para acelerar iniciativas de transformação digital em toda a empresa;
  5. Até 2019, os assistentes e bots digitais pessoais executarão apenas 1% das transações, mas influenciarão 10%, gerando crescimento entre as organizações que dominaram a sua utilização;
  6. Até 2020, o crescimento da receita em mais de metade das empresas do G2000 a partir de serviços baseados em informações será o dobro da taxa de crescimento no saldo do portfólio de produtos e serviços;
  7. Em 2020, 85% das novas contratações de posições técnicas baseadas em operações serão projetadas para habilidades de inteligência analítica e artificial, permitindo o desenvolvimento de projetos de transformação digital centrada em dados;
  8. Em 2020, 25% das empresas do G2000 desenvolverão programas de treinamento digital e cooperativas digitais para competir de forma mais eficaz em guerras de talentos;
  9. Até 2019, 40% das iniciativas de transformação digital serão suportadas por capacidades cognitivas/AI, fornecendo informações críticas oportunas para novos modelos operacionais e de monetização;
  10. Até 2020, a proporção de organizações que terão implementado estratégias de plataforma digital terá mais que duplicado.

Investidores e valor investido

Os fabricantes discretos estão buscando agressivamente soluções de transformação digital e deverão gerar US$ 214 bilhões em vendas para fornecedores que atendam às suas necessidades em 2018.

Outros grandes consumidores incluem:

  • empresas de serviços profissionais (US$ 133 bilhões);
  • fabricantes de processos (US$ 132 bilhões);
  • empresas de transporte (US$ 127 bilhões).

O exemplo da Siemens

Desde 2007, a Siemens investiu US$ 10 bilhões em empresas de software dos EUA para impulsionar a transformação digital em várias indústrias, incluindo manufatura, gerenciamento de energia e transporte.

Várias das empresas de software adquiridas pela Siemens desde 2007 incluem UGS, eMeter, Camstar, Polarion e CD-adapco. Mais recentemente, a empresa adquiriu a Mentor Graphics por aproximadamente US$ 4,5 bilhões.

A combinação de aquisições de software e integrações de tecnologia deverá resultar em crescimento de receita de dois dígitos para a Siemens até 2020. Em 2016, ela gerou cerca de US$ 4,6 bilhões por meio de seus negócios de software e serviços digitais, um aumento de 12% em relação ao ano anterior.

Principais tipos de tecnologia

Uma vez que as empresas se sintam mais confortáveis ​​com os conceitos básicos de transformação digital, muitas organizações estão buscando novas tecnologias de ponta.

Enquanto algumas indústrias estão mais focadas nas principais tecnologias como armazenamento em nuvem, Big Data e mobile, muitos mudaram seu foco de investimento para os Aceleradores de Inovação:

Embora as estratégias de investimento possam diferir de empresa para empresa, o objetivo permanece o mesmo: reimaginar e reconstruir o negócio para competir na economia cada vez mais digital que é habilitada para plataforma e habilitada para o ecossistema.

Em termos de tecnologia, espera-se que essas organizações invistam principalmente em conectividade e serviços de TI no próximo ano. Além do desenvolvimento de hardwares e aplicativos corporativos.

Os dados da IDC também explicam as prioridades estratégicas das organizações que procuram a transformação digital. As tecnologias que permitem modelos operacionais novos e expandidos contribuirão com 662 bilhões de dólares em transações de transformação digital em 2018.

As empresas investirão ainda em “inovações de omni-experiência”, cerca de US$ 326 bilhões, que altera o modo como as partes interessadas e os clientes se comunicam entre si, com o objetivo de entregar produtos e serviços personalizados.

Como visto a partir dos investimentos na transformação digital em números, as organizações estão mesmo dispostas a gerar altos investimentos. E a sua empresa está preparada para a transformação digital?

Para ficar por dentro de mais conteúdos exclusivos sobre o universo da transformação digital, siga a gente no Facebook, no LinkedIn, no Instagram e no Youtube. Até a próxima!


Continue aprendendo