As tendências da Transformação Digital em 2018

Tendências da Transformação Digital em 2018

Se a Transformação Digital já nos afeta muito nos dias de hoje, o que podemos esperar do futuro? De acordo com um estudo publicado em novembro de 2017 pela IDC sobre as principais tendências da Transformação Digital, no triênio de 2018-2020 os investimentos na área devem somar US$ 6,3 trilhões!

Dessa forma, ainda que a Transformação Digital já faça parte do contexto atual das empresas, é importante se manter atento em relação às principais tendências que podem revolucionar alguns processos em ambientes públicos e privados.

Neste post, você vai conhecer melhor sobre quais são os principais rumos que a Transformação Digital deve tomar em 2018. Fique ligado!

O que realmente é a Transformação Digital

Antes de tudo, é importante ressaltar o que é a Transformação Digital e em que contexto ela está inserida.

Com o desenvolvimento contínuo da tecnologia e a digitalização de uma quantidade cada vez maior de ações, a Transformação Digital é um processo de atualização das empresas em relação às mudanças tecnológicas que vêm ocorrendo ao redor do mundo.

É ela que possibilita que, em vez de terem seus negócios prejudicados, as empresas gerem valor com as novas possibilidades que a tecnologia traz. Mas para isso, é necessário estar sempre atualizado em relação às tendências e utilizá-las em seu benefício, fazendo com que você progrida em seu desempenho, aumente seu alcance e atinja resultados ainda mais significativos.

Em um contexto em que as marcas passaram a ser o fruto da experiência digital oferecida aos clientes, os recursos digitais não podem ser mais um mero auxílio às empresas, e sim o meio central pelo qual as transformações são promovidas.

Compreender essa lógica é o primeiro passo para ficar inteirado sobre o fenômeno da Transformação Digital. Veja agora algumas de suas principais tendências para 2018!

Aproximação com startups

Como consequência do crescimento da Transformação Digital, muitas empresas passaram a buscar soluções para que seus negócios fossem além de seus produtos e serviços já estabelecidos.

Assim, tanto as mais consolidadas como aquelas que ainda cavam espaço no mercado começaram um movimento de aproximação com as startups. O principal objetivo desse estreitamento de laços é a procura por soluções ou projetos inovadores em que as empresas possam investir e, consequentemente, colher frutos.

Como as startups, de certa forma, são empresas que caminham junto às inovações e experimentam novos processos com maior frequência, elas são uma importante ponte para que empresas mais tradicionais fiquem atualizadas sobre as novas tecnologias.

A tendência é que isso só aumente em 2018, já que as startups estão garantindo cada vez mais credibilidade frente ao mercado.

Adequação contínua dos planos

No mundo em que vivemos hoje, a dinamização dos projetos passou a ser uma prática fundamental para quem não quer ficar parado no tempo.

Ainda que as empresas continuem fazendo — e, de fato, devam fazer — projetos a longo prazo, a adequabilidade rápida desses planejamentos em relação às mudanças de cenário que acontecem é muito importante para a consolidação dos negócios no mundo digital.

Com isso, você deve entender que, mais do que acompanhar as novidades, é preciso se adequar a elas, realizando a real transformação e o desenvolvimento da sua empresa com base em KPIs ou outros indicadores.

Resumindo: como hoje tudo muda muito rápido, é importante que você se reconheça como parte dessa constante mudança. Caso você negue fazer parte disto e demore a se atualizar, a tendência é que você fique parado no tempo.

Tenha em mente quais são seus objetivos a longo prazo mas não deixe de buscar novos meios e alternativas para atingi-los!

Atualização de plataformas

Um ponto que muitas empresas passaram a notar e que mostra-se como um importante tópico a ser discutido em 2018 diz respeito a como as plataformas utilizadas influem nos resultados obtidos.

Hoje em dia, pela dependência de empresas de diversos segmentos em relação a alguns softwares, a eficiência das plataformas digitais influi muito no rendimento e nos resultados obtidos.

Dessa forma, caso um programa atenda às suas necessidades mas ainda assim não seja eficiente para a realização de seus procedimentos, é imprescindível que você procure se atualizar em relação às novidades e reflita — ouvindo a opinião de um maior número de pessoas — sobre alternativas viáveis a se tomar.

É por ter constatado essa demanda, inclusive, que diversas empresas criadas exclusivamente para desenvolver softwares que possam potencializar os resultados estão surgindo. E a tendência é que a quantidade delas continue aumentando, já que cada vez mais gestores estão entendendo a influência das plataformas em seus serviços.

A opção pela zona de conforto e a relutância em se fazer mudanças nos ambientes corporativos devem ser abandonadas. Se você constatou que algo pode melhorar, seja proativo e vá atrás das mudanças!

Mensuração de dados

Com o desenvolvimento das tecnologias, um dos principais ganhos obtidos consiste no vasto repertório de ferramentas disponíveis para se obter dados e conseguir melhores resultados.

Para 2018, a tendência é que não só ocorra a facilitação no manuseio dos softwares, como eles também sejam integrados com cada vez mais ferramentas, tornando os diagnósticos de dados cada vez mais fáceis e completos.

Isso aumenta, inclusive, a velocidade com que os procedimentos são realizados em sua empresa, já que, por meio da utilização de meios mais integrados, a necessidade de migrar dados (e adequá-los aos diferentes campos) acaba diminuindo.

A coleta de dados está cada vez mais apagando a dedução de cenários e tornando os diagnósticos mais condizentes com a realidade. No tópico a seguir, entenda um dos modos como isso vem sendo potencializado!

Internet das Coisas (IoT)

Muito falada em 2017, a Internet das Coisas — Internet of Things (IoT) — é uma rede de objetos físicos, veículos, prédios e dispositivos que contêm tecnologia empregada para sua automatização.

Dessa forma, por meio sensores e tecnologias diversas que estão sendo aprimoradas a cada dia, as “coisas” de um sistema como esse são capazes de coletar e comunicar dados entre elas. Isso reduz os gastos, agiliza os processos e faz com que setores como agronegócio, saúde e até mesmo serviços públicos tenham suas despesas bastante reduzidas.

De acordo com Magnus Jern, diretor de inovação da DMI, a IoT terá um futuro próspero, pois as estratégias em relação e ela estão sendo, finalmente, melhor elaboradas. Isso faz com que a IoT não seja um mero ajuste de incremento, e sim um fenômeno que, de fato, é transformador.

Em suma, à medida em que a conexão com a internet cresce exponencialmente, a IoT mostra-se como uma importante tendência para 2018, ainda ela que ela não seja mais uma novidade. Mesmo que suas aplicações sejam diversas, o potencial desta tecnologia é enorme e tem muito espaço para amadurecer!

Gostou de conhecer mais sobre as principais tendências da Transformação Digital em 2018? Assine nossa newsletter e seja constantemente atualizado sobre as principais novidades em seu e-mail.

Fundador do Portal Transformação Digital

Tiago Magnus atuou nos últimos 10 anos em projetos digitais, trabalhando com marcas como Lenovo, Carmen Steffens, Mormaii, VTEX, Carrefour, Centauro, entre outras, e como sócio de uma das principais agências digitais do Brasil. Hoje, é Diretor de Transformação Digital na ADVB e está à frente do TransformacaoDigital.com, empreendendo para democratizar o futuro.