KPIs de Transformação Digital: conheça os principais indicadores

KPIs de Transformação Digital

Uma empresa tem sucesso em se tornar um negócio digital quando consegue uma combinação da digitalização de seus modelos de negócios atuais e busca por novos. Assim, podemos dizer que a Transformação Digital não é apenas uma ideia, mas sim uma necessidade para as organizações que desejam existir no futuro.

Frequentemente, as demandas das empresas que impulsionam a necessidade de transformação vão desde a mudança no modelo de negócios, a eficiência operacional e o comportamento do consumidor até o valor do ecossistema.

Cada um desses pontos serve como um indicador do nível de maturidade de uma organização ou de sua preparação para a inovação digital. Eles também fornecem uma análise para os desafios.

Cada nível de maturidade ajuda líderes de tecnologia e negócios a definirem estratégias que se alinhem com suas capacidades atuais e futuras necessidades. Tais táticas são estabelecidas, em sua maioria, de acordo com o desempenho do negócio.

A performance online da empresa pode ser medida por indicadores de Transformação Digital, que avaliam seu grau de evolução nesse universo. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Os investimentos em Transformação Digital

A maioria dos investimentos empresariais é mensurada usando alguma combinação de período de retorno, taxa de retorno interna ou análise de equilíbrio. Projeta-se o ganho do investimento e divide-o pelo custo do investimento.

Por essas medidas, a Transformação Digital pode parecer um investimento ruim, especialmente quando comparada a outras oportunidades que uma empresa poderia considerar.

Por exemplo, investir 2 milhões de dólares para digitalizar uma tecnologia de gerenciamento de estoque pode ter um retorno de curto prazo significativamente menor do que gastar o mesmo em desenvolvimento de novos produtos ou em uma nova campanha de marketing para impulsionar um aumento imediato nas vendas.

Mas confiar em sistemas antigos para apoiar as atividades empresariais do futuro é uma estratégia perdedora. Eventualmente, a falta de investimento digital alcançará e, possivelmente, destruirá uma organização.

A realidade é que o investimento em Transformação Digital realmente salvará o dinheiro da empresa. Uma vez que os processos de uma organização foram digitalizados, a transformação e a economia de custos crescem à medida que as equipes trabalham em conjunto para melhorar processos e tecnologia, eliminando ineficiências e automatizando etapas do processo.

Os KPIs de Transformação Digital

Os indicadores (ou KPIs) de Transformação Digital são ferramentas que as empresas usam para medir exatamente como estão alcançando seus objetivos.

O uso de KPIs é uma maneira de as companhias quantificarem suas metas de negócios. Assim, é possível verificar regularmente seus respectivos desempenhos e determinar em quais pontos são bem-sucedidas ou precisam melhorar.

Dessa maneira, os KPIs podem ser usados ​​dentro de uma empresa (ou departamento) para rastrear seus objetivos e determinar a melhor forma de afinar suas principais práticas para alcançar os melhores resultados no mercado.

Além disso, a Transformação Digital muda a forma como uma organização passa do protótipo para o produto no mercado — daí a importância dos indicadores. Novas ferramentas aceleram a inovação, reduzindo os ciclos de design e o tempo de desenvolvimento. E é preciso conseguir medir essas alterações. Confira alguns KPIs:

Resultados financeiros

O ROI, que significa retorno sobre o investimento, mede o sucesso financeiro de um determinado investimento, comparando os ganhos obtidos com as despesas. Ele é calculado dividindo-se o lucro total de um projeto pelo investimento necessário.

Esse indicador pode fornecer orientação para os responsáveis pelas decisões de uma organização. Assim, os gestores visualizarão, com clareza, o desempenho de determinados componentes de sua empresa.

A Transformação Digital, agora, está afetando todos os aspectos das operações comerciais: desde a inovação dentro e ao redor do ecossistema empresarial até o engajamento do cliente.

Assim, o gerenciamento do desempenho deve levar em consideração medidas financeiras e não financeiras, além de avaliar melhorias internas, resultados passados ​​e requisitos contínuos, como indicações de desempenho futuro.

O ROI permite que uma companhia avalie as vantagens dos investimentos para todo o seu ecossistema durante uma Transformação Digital. Ele revela se é preciso pausar, redefinir ou reforçar as estratégias.

Tal métrica equilibra os investimentos digitais em várias áreas de foco, sendo que cada uma delas é associada a indicadores de desempenho específicos. Assim, é possível alcançar a visão holística de que as empresas precisam para garantir uma Transformação Digital organizada e efetiva, ao mesmo tempo em que aderem a metas estratégicas mais amplas.

Customer-centricity

Com clientes cada vez mais móveis e sociais, as empresas precisam se concentrar em uma jornada de transformação capaz de oferecer experiências digitais a eles. É preciso ofertar serviços a qualquer momento, em diferentes lugares, para todos os dispositivos e em diversos canais.

As organizações orientadas para o futuro querem se tornar negócios digitais centrados no cliente. De fato, as mudanças nas expectativas do público são fatores determinantes para reavaliar as estratégias e abordagens tradicionais.

Assim, é importante definir métricas para esclarecer o plano de implementação, o controle e as medidas centradas no cliente. Quantos processos de contato com o consumidor refletem sua satisfação ou qual o desempenho interno da empresa que leva uma melhor experiência ao público, por exemplo?

É possível medir isso em cada ponto de contato? Que atividades podem ser desenvolvidas para melhorar os processos e, consequentemente, economizar tempo e dinheiro?

Com a metodologia Net Promoter Score (NPS), consegue-se medir a vontade dos clientes de recomendar produtos ou serviços de uma marca para amigos e conhecidos. Já o customer equity é uma métrica que analisa os valores de vida, de atração e de retenção de clientes em um determinado período de perspectivas.

Dessa maneira, o customer-centricity é o KPI mais próximo das equipes de liderança que querem unir a experiência do cliente e o gerenciamento da estratégia.

Retorno em engajamento dos funcionários

Há dois tipos de medição do envolvimento dos funcionários. O primeiro está relacionado aos resultados de produtividade ou criatividade: nesse sentido, avalia-se o valor dos novos projetos de produtos, serviços, processos e modelos de negócios trazidos a clientes ou usuários.

Já o segundo tipo de análise é realizado a partir da medição do desempenho dos elementos que aprimoram a capacidade de execução de uma organização. As métricas para a melhoria da gestão de talentos incluem pontos como:

  • engajamento;
  • controle de custos;
  • retorno dos incentivos;
  • eficiência do recrutamento;
  • velocidade na revisão dos objetivos de desempenho;
  • clareza da estrutura organizacional;
  • profundidade dos backups nos planos de sucessão;
  • cultura da criatividade.

Com esses dados em mãos, é possível se concentrar em questões que não estão sendo atendidas e tomar as decisões adequadas para melhorar os níveis individual, funcional e corporativo.

Gostou do artigo de hoje?

Que tal mostrar aos amigos a importância dos indicadores de Transformação Digital? Compartilhe nosso conteúdo em suas redes sociais!

Fundador do Portal Transformação Digital


Tiago Magnus é fundador do portal TransformacaoDigital.com, projeto com objetivo de fomentar, ajudar e educar o mercado em torno do tema Transformação Digital, em parceria com influenciadores e empresas nacionais e internacionais. Além disso, é sócio e CMO da Clint, líder no Brasil em seu nicho de atuação, e investidor das startups Advbox, Start Doing e Kuak.