O que são a Geração Z e os Millennials?

Entenda quem são a geração Z e o Millennials

Você sabe o que são a Geração Z e os Millennials? Saiba que você pode fazer parte de um desses grupos. Mas o mais importante é saber que eles têm visões e expectativas diferenciadas em relação ao trabalho e a vida.

A forma de consumir também é outro fator que diferencia essas duas gerações e isso tem causado revoluções no modo de atuação das empresas para atrair os consumidores e fortalecer seus produtos ou serviços no mercado.

Além disso, essas diferenças também afetam as relações de trabalho. Hoje, a Geração Z, os Millennials e ainda a Geração X estão trabalhando juntas e gerando um desafio para as empresas: como abranger perspectivas profissionais tão diferentes?

Entenda mais sobre o que são a Geração Z e os Millennials e a importância de cada uma para o desenvolvimento das organizações:

Quem são os Millennials?

Atualmente, o termo “Millennials” é utilizado para caracterizar as pessoas que nasceram nos anos 80, englobando também os nascidos até meados dos anos 90. A princípio, eles são conhecidos como Geração Y, pois possuem características diferentes dos integrantes da Geração X, nascidos nas décadas de 60 e 70.

Por seu comportamento particular — terem uma maior propensão a voltar para a casa dos pais, mesmo mantendo a independência, de adiarem o início de uma carreira e o casamento — os Millennials também foram chamados de Peter Pan ou Boomerang Generation.

Mas essas não foram as únicas características que os fizeram se distinguir da anterior, a Geração X. Um ponto muito considerado é de serem muito otimistas, trabalhadores, ambiciosos e com a capacidade de pensar “fora da caixa” para buscar novas oportunidades relacionadas à vida profissional.

Leia também: Você consegue imaginar quais serão as profissões do futuro?

Contudo, o comportamento dos Millennials também tem pontos negativos. Os mais enfatizados são os de serem narcisistas, com grande propensão de pular de um emprego para o outro e além disso, gastam mais do que poupam.

Os Millennials estão propensos a confiarem mais nas grandes empresas que demostram integridade e honestidade, do que as outras gerações. A Geração Y tem preocupação com as questões do meio ambiente e por isso, estão mais predispostos a consumirem de empresas que desenvolvem produtos orgânicos, organizações que estão sensíveis ao aquecimento global, ao desmatamento e ainda outras formas de preservação ambiental.

Leia também: Reter talentos na era digital: 7 movimentos estratégicos

O comportamento dos Millennials gerou grandes mudanças no modo de trabalhar e também no de consumir. As empresas, percebendo o potencial de consumo dessa faixa etária, fizeram investimentos volumosos para descobrir como alcançar e vender para esse público.

Hoje, a Geração Y está envelhecendo e as novas gerações é que estão dado forma ao modo de atuação do mercado. Eles fazem parte da Geração Z e estão apresentando um comportamento distinto dos Millennials, como veremos no próximo tópico.

O que é Geração Z?

Gen Z, Plurais, iGeneration, Gen 2020, Centennials e Pós Millennials são as outras denominações para designar a Geração Z, que abrange os que nasceram a partir dos meados da década de 90.

As pessoas dessa geração, são nativas digitais e estão sempre conectadas e acessando múltiplas plataformas de informação, principalmente as redes sociais. Por meio delas, a Gen Z tem acesso a rankings, avaliações, feedback de amigos sobre produtos e serviços a serem consumidos.

Esse comportamento transforma a relação com as empresas, pois agora os nativos digitais confiam muito mais nas avaliações online de amigos ou influenciadores das mídias sociais do que na dos vendedores de uma loja.

Outras características dessa geração é que eles dão prioridade para a auto-atualização e a um emprego satisfatório, mas com um bom ambiente de trabalho.

Quem são os representantes da Geração Z?

Até 2020, a Geração Z será o maior grupo de consumidores no mundo inteiro. Segundo a Engarde, nos EUA, Europa e os países que compõem o BRIC (Brasil, Rússia, Índia, China) essa geração representará 40% dos consumidores.

Ainda de acordo com o artigo, hoje, a Gen Z já é importante para a economia, pois são eles que influenciam 93% das compras domésticas relacionadas a viagens, alimentos, objetos para casa — como eletrodomésticos, mobília e eletrônicos.

Quais são as principais diferenças entre Millennials e Geração Z?

Se os membros da Geração Z são os nativos digitais, os Millennials (geração Y) são pioneiros digitais. A relação dessas duas gerações com o acesso à tecnologia, com a internet e as redes sociais é muito forte. Contudo, a forma como são utilizadas é uma das diferenças entre elas. Confira!

Conhecimento tecnológico

A Geração Y é conhecida por estar online 24 horas, consegue aprender rapidamente sobre novas ferramentas tecnológicas e, ainda, busca soluções digitais para os problemas do dia a dia no trabalho.

Já a Gen Z, apesar de também estar sempre conectada e buscando conhecimento sobre as novas tecnologias, utiliza mais e lida mais tranquilamente com a comunicação entre os dispositivos tecnológicos, que acontece por meio da internet das coisas (IoT).

Motivações e preferências de trabalho

Em relação ao trabalho, a Geração Y é motivada pela oportunidade de crescimento na carreira, defendendo o equilíbrio da vida profissional com a vida pessoal. Já os Pós Millennials preferem estabilidade, aumento de salário e defendem a promoção da igualdade e diversidade no ambiente empresarial.

A preferência pela forma de trabalho também é diferenciada. A Geração Y gosta de liderar e trabalhar em equipe, ter a possibilidade de trabalhar remotamente e ainda ter flexibilidade nas horas de trabalho. A Geração Z é competitiva e gosta de trabalhar de forma independente, preferindo ter um espaço de trabalho exclusivo a ter que dividir um.

E qual é a próxima geração?

Uma nova geração já está despontando para o mercado, a Geração Alpha, representada pelas crianças nascidas a partir de 2010. A marca Heinz, que também produz papinhas, apresentou um documentário sobre eles — Alpha, a nova geração.

A Geração Alpha também nasceu em um mundo tecnológico, assim como a Geração Z, mas eles já utilizam a tecnologia desde muito pequenos e estão mais acostumados a ela.

Essa geração está revolucionando a relação com os pais e com a educação. O diálogo em contraponto com a estrutura hierárquica já é o principal diferencial para esses indivíduos na relação dentro de casa e das escolas.

A Geração Alpha tem tudo para ser mais independente e mais hábil para resolver problemas. Outra possível característica é que essas crianças poderão ter múltiplas identidades com mais facilidade, por exemplo, um indivíduo poderá ser youtuber, jornalista, escritor e ainda conseguir formar várias outras combinações.

Percebeu a diferença do que são a Geração Z e os Millennials? Hoje, os indivíduos da Z já são os principais influenciadores do modo de consumo e também já fazem parte do mercado de trabalho, o lugar em que acontece a mistura dessas gerações (X, Y e Z) e o choque das diferentes perspectivas em relação ao trabalho, ao consumo e ao estilo de vida.

Entender essas gerações, suas necessidades e suas expectativas têm sido o alvo de setores como recursos humanos e marketing, mas é essencial para qualquer área da empresa, pois compreender que existem diferenças fundamentais de comportamento e pensamento em um grupo pode ser a chave para o trabalho em equipe e o sucesso da organização no mercado.

Para se aprofundar no tema e entender com quem sua empresa esta interagindo (e até contratando), confira nosso artigo sobre a transformação digital e seus impactos na Geração Z!

Head of Content no Portal Transformação Digital
-
Equipe TD