A evolução tecnológica e a ciência têm proporcionado cada vez mais novos hábitos de consumo. Os consumidores estão mais exigentes e mostram a necessidade das empresas em oferecer serviços mais rápidos e eficientes. 

Como reação a essa mudança, a inovação no setor imobiliário começou a acelerar nos últimos anos, tanto no Brasil como no exterior.

No post a seguir, além de mostrarmos o crescimento do mercado, também vamos apresentar as principais tendências e inovações para você se manter atualizado. Confira!

Crescimento do mercado imobiliário

Apesar da crise financeira que afetou não apenas a economia brasileira, mas também a de grandes potenciais mundiais, como Estados Unidos não ter terminado por completo, o setor imobiliário já começou a dar seus primeiros sinais de crescimento nos últimos anos.

Segundo Indicadores Imobiliários Nacionais, feitos pela CBIC, Câmara Brasileira da Indústria da Construção, no ano de 2019, as vendas de imóveis aumentaram 16% em comparação ao segundo trimestre de 2018 e 12,1% em relação ao semestre.

Além disso, nos últimos meses, também houve uma grande queda de juros que despertou o interesse dos investidores no mercado de imóveis, aumentando as expectativas para 2020.

Outro fator que também deixou os investidores e compradores otimistas com o cenário brasileiro foi a melhora do PIB. Isso mostra que a população está com melhores condições para comprar, inclusive, imóveis. 

Essa notícia influenciou diretamente as captações imobiliárias do país. Desde o segundo semestre de 2019, construtoras e incorporadoras receberam ofertas para investir em novos imóveis e já captaram cerca de R$ 3,8 bilhões.

Tendências e inovações no Brasil e no exterior

Agora que você já conferiu alguns dados sobre o crescimento do mercado no Brasil, vamos mostrar quais são as principais tendências para inovação no setor imobiliário no país e no mundo. Acompanhe a seguir.

No Brasil

Maior investimento em financiamento imobiliário

Uma das principais tendências do setor imobiliário brasileiro é o maior incentivo do Governo Federal para vários tipos de financiamento em 2020.

Segundo o deputado Domingos Neto (PSD-CE), há probabilidade de garantir um verba de R$450 milhões para um novo programa habitacional neste ano.

Além disso, também há grande expectativa para que o programa Minha Casa Minha Vida seja expandido. Se essa possibilidade ocorrer, chega ao ponto de atingir uma quantidade muito maior de famílias de baixa e média renda.

Compra de imóveis em conjunto

Com o aumento dos preços dos imóveis, causado, principalmente, pela alta procura por determinadas localizações, a tendência é a maior busca por alternativas mais econômicas de financiamento, como a compra de propriedades em conjunto.

Essa opção permite que tanto amigos como familiares repartam o imóvel igualmente. Em outras palavras, todos os compradores têm os mesmos direitos e deveres sobre a propriedade.

Aumento das vendas e locações online

A digitalização tanto das vendas quanto dos aluguéis já estão sendo muito utilizadas na área. Mas há também uma forte tendência para o aumento de vendas e de aluguel online. Assim como outras áreas, o setor imobiliário também está garantindo bons negócios por meio da internet. Os consultores têm o primeiro contato com clientes em potencial pelas redes sociais ou blogs, por exemplo, e conseguem fechar negócio rapidamente. 

Assim também como o uso de aplicativos, que facilitam na hora de agendar uma visita, comparar preços, tirar dúvidas e até em alocar os imóveis. 

Também há a expectativa para a criação de mais startups e plataformas de imóveis que buscam aumentar o alcance de consumidores

Vale destacar que, apesar de a internet facilitar o primeiro contato, diversos processos burocráticos de compra ainda precisam ser resolvidos presencialmente.

Preocupação com a sustentabilidade e a economia de recursos

O mercado imobiliário também está aderindo cada vez mais à ideia de sustentabilidade e a economia de recursos naturais. Vários projetos residenciais sustentáveis já estão focados em coisas do tipo:

  • aproveitamento da luz natural;
  • energia solar;
  • reutilização da água;
  • e redução do uso de ar-condicionado.

Inclusive, essa questão é uma preocupação de várias construtoras que querem se adaptar às novas demandas do mercado.

Além de melhorar a imagem das regiões com alta demanda, essa onda de sustentabilidade tende a reduzir o impacto ecológico gerado pelas construções.

No exterior

Inteligência artificial

A Inteligência Artificial está dominando todos os setores graças a sua capacidade de solucionar problemas matemáticos complexos e de aumentar a produtividade. Há alguns anos, as máquinas eram utilizadas apenas para trabalhos manuais. Hoje, por causa da tecnologia da IA, elas já são capazes de pensar e aprender como seres humanos.

Uma das principais maneiras que essa tecnologia será empregada por especialistas de imóveis é por meio do uso de um software de análise estrutural junto ao software de design. A fim de fazer o cálculo da estática dos prédios, por exemplo, a IA está ganhando cada vez mais força no mercado.

Edifícios impressos em 3D

Embora ainda seja muito recente a ponto de ter mais qualidade do que edifícios tradicionais, essa inovação é uma das mais promissoras do setor imobiliário. A impressão 3D de edifícios possibilita a construção de uma residência inteira sem necessidade de grandes gastos com material ou mão de obra.

Dubai, China e Xangai são exemplos de lugares que já utilizam impressoras 3D para construir casas e prédios inteiros.

Dispositivos móveis

De acordo com estudos, até esse ano, 70% da população mundial estará conectada por meio de dispositivos móveis. Isso significa que as empresas precisam se adequar aos serviços dessas tecnologias para alcançar o público-alvo, inclusive as imobiliárias. Utilizar aplicativos móveis para divulgar residências, por exemplo, é uma das tendências do setor imobiliário mundial.

Além de oferecer maior conforto para consumidor, a divulgação de imóveis por meio de aplicativos aumenta o alcance do público e, consequentemente, as chances de venda.

Outra boa combinação da tecnologia, e que está se destacando no setor imobiliário, é uso da IoT em dispositivos móveis. Esse projeto formam as chamadas Casas Inteligentes, ou Smart Houses

Se trata de um sistema equipado com sensores, que reúne, analisa e utiliza os dados digitais. Dessa forma, o imóvel está conectado ao smartphone e o morador pode ter total controle das atividades da casa por meio do aparelho.

Por conta dos itens de IoT, como controle automático de luz ou termostatos inteligentes, não serem mais novidade, seus custos estão caindo. Por consequência, é esperado que a demanda por esses controles residenciais inteligentes aumente.

Exemplos de startups inovadoras

Como citado anteriormente, a expectativa para a criação de mais startups e outras plataformas de imóveis estão aumentando. E por consequência disso, também está aumentando a busca dos consumidores pelo setor. Acompanhe agora alguns exemplos de startups que estão inovando cada vez mais.   

Deepen

A Deepen é uma startup especializada em Big Data, Inteligência Artificial, Machine Learning e Business Intelligence. Além disso, ajuda os clientes nos processos decisórios de compra, venda ou locação.

A partir da análise de perfis e padrões, a empresa é capaz de inovar na segmentação de imobiliárias e aumentar a taxa de conversões. O uso de algoritmos de Inteligência Artificial também pode tornar o processo de venda de imóveis mais prático e eficiente.

Captei

A Captei utiliza sistemas inteligentes para coletar e armazenar dados de imóveis em nível nacional. Algoritmos precisos são aplicados para oferecer informações reais para corretores e investidores de imóveis.

Isso acaba otimizando o trabalho e aumentando a produtividade de forma inovadora.

Centrics

A Centrics é focada na criação e gerenciamento da jornada do cliente. A partir de uma análise precisa, a startup consegue entender os objetivos e perfis dos consumidores. Com o propósito de fazer uma segmentação bem-sucedida algo essencial para identificar as pessoas que realmente estão interessadas em adquirir um imóvel com urgência.  

Ayla

A Ayla é uma startup recente, que oferece uma plataforma dedicada à busca de imóveis. Através da Inteligência Artificial e Chatbot, filtra todas as opções disponíveis no mercado. Além de apresentar um calendário para visita, onde direciona o usuário à imobiliária para fechar o contrato.

A inovação no setor imobiliário está cada vez mais acelerada. Tecnologias e sistemas como IA, Big Data e Machine Learning, estão mais presentes do que nunca no cenário de imóveis. 

Para se destacar nesse mercado, as imobiliárias devem ficar atentas às tendências e investir em ferramentas tecnológicas inovadoras para venda e aluguel de imóveis.

O Bloco atua estudando o mercado imobiliário e as mudanças dos consumidores. Buscamos sempre a inovação no setor imobiliário entregando novas propostas de valor para os consumidores finais. 

Se você gostou desse artigo, aproveite para nos seguir nas redes sociais! Conheça também o nosso site e entre em contato conosco para mais informações.

Eduardo Barbosa

Profissional com mais de 25 anos de experiência em finanças, desenvolvimento de negócios, reestruturação e mudança organizacional. Como CEO da Brognoli Negócios Imobiliários desenvolve trabalhos com forte impacto no segmento imobiliário, atuando com foco em processos de transformação digital e crescimento acelerado. Nos últimos anos, Eduardo também tem ajudado novos empreendedores com mentoring, palestras, artigos, conselhos e conexões, buscando viabilizar a escalabilidade destas. Tem uma intensa e longa experiência como professor na área de mercado de capitais e Economia Comportamental.

imobiliariasImobiliárias
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Edge Computing Tecnologia O que é Edge Analytics e qual sua importância?
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Agências Gerenciamento de riscos em projetos nas agências: como planejar
ABOUT THE SPONSORS
Bloco

O Bloco é uma iniciativa da Brognoli para a inovação do Mercado Imobiliário. O Bloco nasceu com o objetivo de auxiliar empresas do setor imobiliário a desenharem novas propostas de valor e experiências positivas para os consumidores por meio de conexões entre o ecossistema de inovação.

[contact-form-7 id="21113" title="ebook"]