Você já parou para pensar no poder da colaboração em agências digitais? Um dos principais desafios dos gestores é eliminar o clima de competitividade interna existente nas empresas de marketing e criar um ambiente colaborativo.

Por muito tempo, no modelo de publicidade tradicional, a competição entre os profissionais era uma forma saudável de desenvolver a criatividade e melhorar os resultados das agências. No entanto, isso mudou!

Neste artigo, vou mostrar para você por que investir em colaboração dentro das empresas de marketing digital é o melhor caminho para se destacar no mercado. Confira!

Por que investir em colaboração em agências digitais

O processo criativo tem se transformado nos últimos tempos, e a época em que as agências dispunham de semanas para criar uma campanha já não fazem mais parte de nossa realidade.

Hoje, é preciso entregar resultados quase que imediatos e não há um período longo para desenvolver a melhor abordagem. Com isso, a colaboração surge como uma forma de maximizar o pensamento criativo dentro das agências.

Contudo, é preciso ficar claro que a busca por um ambiente colaborativo é muito mais simples no papel do que na prática. Isso porque é preciso lidar com vários problemas, como o choque de culturas, egos e opiniões.

Com isso, você pode chegar a pensar: mas, será que vale a pena buscar implementar a colaboração em minha agência? Bom, para responder a esse questionamento, reuni alguns benefícios dessa mudança:

Melhoria de desempenho

As pessoas trabalham melhor em conjunto, quando expõem suas ideias e também opinam sobre o que os outros apresentam. De acordo com um estudo da Science Direct, trabalhadores em grupo se dedicaram 64% a mais do que os colaboradores solitários, relatando, ainda, menor fadiga e maior índice de sucesso nas atividades realizadas.

Aumento de produtividade

É claro que a melhoria de desempenho individual dos membros do time influencia diretamente no aumento de produtividade da agência, porém, outro ponto fundamental para isso é a troca de experiências e a livre circulação do conhecimento.

Segundo dados divulgados por um estudo conduzido pela McKinsey, a aplicação de ferramentas de colaboração no ambiente de trabalho pode gerar cerca de 30% de aumento de produtividade.

Maior satisfação interna

Profissionais que contribuem uns com os outros sentem menos o peso das responsabilidades e aumentam o seu desempenho, o que garante também uma melhor qualidade de vida e satisfação com o seus trabalhos.

Uma pesquisa apresentada pela Deloitte, em parceria com a Ipsus, demonstrou que os trabalhadores que estão inseridos em ambientes de colaboração se sentem muito mais valorizados e felizes com seus empregos.

Atração dos melhores talentos

As agências estão disputando com todas as suas armas os talentos no mercado, e isso é simples de entender: existem poucos profissionais dispostos a trabalhar no setor criativo hoje.

A colaboração e um ambiente de troca de experiências e conhecimento é um dos principais pontos de atração para os jovens talentos que estão em busca de um posicionamento no mercado.

Onde a colaboração em agências digitais se aplica

É possível aplicar a colaboração em vários pontos dentro de uma agência digital e criar processos colaborativos em todas as áreas da empresa. Entre as principais aplicações, podemos destacar:

Briefing integrado

O briefing é um dos principais pontos na hora de montar uma campanha. Contudo, para que a estratégia obtenha sucesso é preciso que o briefing seja conciso e contenha todas as informações necessárias.

O processo colaborativo pode ser inserido na sua criação, com a presença de toda a equipe que, junto ao cliente, devem participar do processo dando ideias e sugestões de acordo com suas experiências de mercado.

Visão do cliente

Entender o cliente também é um desafio recorrente dentro das agências digitais de publicidade. É preciso criar uma visão única que seja utilizada por todos os colaboradores para que as campanhas desenvolvidas sigam o mesmo tom e atinjam os seus objetivos.

A colaboração em agências digitais também pode ser aplicada para a geração dessa visão, reunindo todo o time e criando uma imagem única com base nas opiniões de cada membro da equipe.

Processo criativo

transformação digital mudou o mundo e não há mais tempo a perder na hora de lançar uma campanha. Hoje, um dia é uma eternidade e muitas coisas podem surgir e desaparecer rapidamente.

Não há tempo a perder e a colaboração deve ser aplicada para acelerar o processo criativo e garantir bons resultados em menor tempo. Dessa forma, a agência pode responder rapidamente as necessidades de seus clientes.

Leia também: O desafio do marketing em aliar Big Data e criatividade

Colaboração externa

A colaboração não ocorre apenas dentro das paredes da agência, visto que ela pode ser realizada com outras empresas. Hoje, cada vez mais, podemos notar a especialização como forma de diferenciação.

Com isso, os clientes podem contar com mais de uma agência, com especialidades distintas, que podem colaborar entre si para gerar melhores resultados ao contratante.

Quais os tipos de colaboração

Existem quatro modelos básicos de colaboração que podem ser aplicados em uma empresa. São eles:

  • Innovation Mall ─ a participação de todos é livre, mas a decisão é hierárquica;
  • Elite Circle ─ os tomadores de decisão determinam o que pode contribuir com um projeto, e a palavra final é hierárquica;
  • Innovation Community ─ a participação de todos é livre e as decisões são tomadas por um consenso entre os participantes;
  • Consortium ─ a participação é fechada a um grupo de indivíduos e as decisões são tomadas em conjunto.

Cabe a equipe entender qual o melhor modelo para aderir à colaboração em um momento inicial.

Quais os desafios na criação da colaboração

Existem dois principais problemas na hora de implantar a colaboração dentro de uma agência digital: a abertura e a governança, ou seja, quem participará de cada processo e quem será o responsável pelas decisões.

Dentro dos quatro modelos de colaboração apresentados, cada um demonstra uma forma de dividir essas responsabilidades, e cabe a você realizar uma leitura de suas necessidades na hora de criar os processos colaborativos.

Em um primeiro momento, pode ser interessante aplicar um conceito mais fechado, como o Elite Circle, e depois migrar para um modelo que permita uma maior colaboração entre toda a agência.

De que forma é possível gerar essa colaboração

Existem três passos básicos para a criação de um ambiente de colaboração em agências digitais:

Otimize o compartilhamento de dados

Compartilhar dados, utilizar sistemas de que permitam a colaboração em documentos e mesmo a utilização de softwares de gestão é a base para que a colaboração possa existir.

Aumente a velocidade do fluxo de dados

A informação deve circular rapidamente e chegar a todos os interessados em tempo hábil para que eles possam colaborar. Para isso é preciso gerar comunicação interna facilitada.

Entenda as habilidades de cada um

Cada colaborador conta com seu conjunto de habilidades e capacidades, e pode auxiliar ou não em um projeto. Considerar essas skills na hora de buscar pela criação de um ambiente colaborativo melhora a divisão de times e garante mais retorno.

Como você pôde conferir, a colaboração em agências é o futuro. Não há como uma empresa sobreviver hoje no mercado sem aderir a uma mudança radical em seus processos internos de criação.

Para continuar aprendendo, saiba como superar os desafios na gestão de agências digitais!

Márcio Mota Lopes

Co-Fundador na iClips Com mestrado em sistemas computacionais pela UFRJ e 16 anos de experiência em desenvolvimento de produto, atua na ligação entre departamentos do sucesso do cliente e T.I. com o objetivo melhorar o desenvolvimento do produto a partir das experiências do usuário.

agenciasAgências
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Vendas Inteligência Artificial em Vendas: um caminho sem volta
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Tecnologia Como a Inteligência Artificial gera valor para negócios e clientes
[contact-form-7 id="21113" title="ebook"]