Como utilizar o Data Driven Marketing

Entenda o que é Data Driven Marketing e como utilizá-lo em sua empresa

Quando bem-trabalhados, os dados são uma grande fonte de conhecimento e aliados para a criação de estratégias de venda. Contudo, alguns profissionais ainda não como podem se beneficiar do Data Driven Marketing.

Mesmo que a análise de dados já seja realizada há muitos anos, a transformação digital nos permitiu coletar e analisar uma quantidade absurda de informações, o que melhora as previsões realizadas e, consequentemente, os resultados.

Neste artigo, vou falar um pouco mais sobre o que é, como funciona e como criar uma estratégia para utilizar o Data Driven dentro do marketing de uma empresa. Confira:

O que é

Data Driven é uma estratégia utilizada pelos profissionais de marketing. Seu objetivo é obter insights, tendências e informações ao realizar uma análise sobre os dados gerados pelo mercado ou pela própria empresa, transformando esse conjunto de descobertas em ações e decisões.

De maneira geral, podemos conceituar o Data Driven como uma estratégia de marketing baseada totalmente em dados, tomando decisões e seguindo objetivos conforme as informações são geradas.

No mundo digital em que vivemos hoje, uma estratégia conduzida por dados é fundamental para o sucesso de uma campanha de marketing ou qualquer peça de publicidade.

A transformação digital e o surgimento de novas tecnologias forçam o profissional de marketing a se adaptar rapidamente e modificar sua atuação, forma de pensar e planejamento de estratégias.

O aumento do número de dados disponíveis na rede hoje e as formas de coleta fazem com que as empresas busquem uma maneira de simplificar seus dados e o acesso a eles. Com isso, surgem a figura do Data Driven e as plataformas de automação de marketing, integrando banco de dados e análise de informações.

Quais as principais aplicações

São várias as aplicações existentes hoje no mercado e que podem ser postas em prática para melhorar os resultados de uma empresa. Algumas das principais são:

Inteligência Artificial

Mesmo que poucas empresas já façam uso da IA no marketing, podemos esperar um grande crescimento nos próximos anos, uma vez que ferramentas de Inteligência Artificial conseguem extrair rapidamente diversas informações de conjuntos massivos de dados.

Dessa forma, é possível usar o Data Driven para a criação de campanhas de marketing muito mais eficazes, voltadas para a personalização e hipersegmentação de clientes, aumentando a sua eficácia em relação a anúncios genéricos.

Marketing baseado em pessoas

A maneira como se faz marketing e as ferramentas existentes para isso mudaram nos últimos anos e diversas possibilidades surgiram — entre elas, a de segmentar e medir quase que de forma individual os clientes.

Graças a uma larga escala de coleta e análise de dados, é possível criar um marketing baseado totalmente em pessoas, otimizando as campanhas com conteúdo de precisão, garantido o ROI, Retorno sobre o Investimento.

Canais de visão cruzados

A transformação digital nos trouxe uma série de plataformas e hoje, os clientes podem transitar por várias delas e esperam que as empresas também o façam. Para isso, é preciso identificar quais são as mais utilizadas pelo seu consumidor ideal.

Os dados coletados dos clientes permitem identificar o seu rastro digital, redes sociais mais acessadas, buscas realizadas e plataformas utilizadas, permitindo que a empresa se faça presente em todos esses locais e os alcance.

Análise preditiva

Outra aplicação para o Data Driven no marketing é a análise preditiva, ou seja, a utilização de dados passados para a criação de um possível futuro e determinação das ações a serem tomadas.

Com essa análise preditiva, pode-se ter uma visão geral do mercado em um determinado período e tomar atitudes para mitigar riscos ou se aproveitar de oportunidades, estando sempre preparado para qualquer cenário.

Quais os seus benefícios

São vários os benefícios que surgem para as empresas e profissionais de marketing ao apostar na utilização do Data Driven para a modelagem de suas estratégias. Entre eles, podemos citar:

  • criação de um marketing personalizado: é possível criar a mensagem certa para o cliente certo, gerando muito mais eficiência a todas as campanhas;
  • experiência personalizada: ao ofertar algo personalizável, melhora-se a percepção do cliente sobre a marca e a experiência geral dele;
  • aprimoramento do desenvolvimento de produtos: ao visualizar os dados de forma total, pode-se verificar falhas e adequar produtos;
  • redução de custos: ao entender o seu cliente, os gastos são direcionados apenas para mídias que realmente dão retorno, minimizando os custos operacionais.

Como criar uma estratégia Data Driven Marketing

Agora que você já sabe da importância de adotar o Data Driven em sua estratégia de marketing, é preciso saber como realizar essa alteração em seus processos. Para isso, você pode seguir os seguintes passos.

Defina os dados relevantes para a coleta

Qualquer empresa gera uma quantidade enorme de dados todos os dias e nem todos eles podem ter uma relevância para a sua estratégia de marketing. O primeiro passo é escolher quais métricas e indicadores valem a pena serem acompanhados.

Escolha a ferramenta adequada

Existem vários sistemas para análise de dados e escolher a ferramenta certa também faz parte de uma boa estratégia de Data Driven. Para isso, você pode levar em consideração os dados que serão acompanhados.

Por exemplo: caso, em sua estratégia, você queira medir a quantidade de acessos em seu site, precisa buscar por uma ferramenta de web analytics. Para cada tipo de medição, podem existir várias opções.

Coloque em prática

Um erro comum dos profissionais de marketing nas empresas é perder muito tempo avaliando e acabar gastando recursos sem obter um resultado. Determine os dados e escolha uma ferramenta rapidamente para por em prática sua estratégia.

Caso o resultado não seja satisfatório em um primeiro momento, busque por outros indicadores ou troque de ferramenta, mas seja sempre prático para obter resultados de forma rápida.

Monitore constantemente

Por último, o monitoramento dos dados deve ser constante, afinal, um insight pode surgir a qualquer momento. Caso você não esteja prestando atenção, uma oportunidade pode passar e todo o investimento feito em Data Driven se tornará inútil, uma vez que a equipe de marketing não aproveitará a ferramenta.

O Data Driven Marketing fornece grandes possibilidades, permitindo conhecer melhor o público do seu negócio e garantindo que as estratégias montadas realmente funcionem.

Para continuar aprendendo, conheça agora a evolução do Marketing 4.0!

CEO na upLexis

Engenheiro de software formado pela POLI-USP com pós em Administração pela FGV-SP. É Sócio e CEO da upLexis Tecnologia com perfil empreendedor, visionário, responsável pela definição e execução estratégica da empresa, investimentos e inovações em produtos e serviços, e estudioso do tema Big Data, Inteligência Artificial e Data Driven Companies.