Já há algum tempo, a tecnologia de cloud computing não é mais novidade e deixou de ser tendência no mundo digital para se tornar uma realidade para a maioria das empresas. Mas, você sabe como funciona o armazenamento em nuvem?

No mercado, existem diversas soluções. No entanto, o funcionamento de cada uma delas é muito semelhante e as diferenças podem ser sutis. Assim sendo, é preciso analisar as opções que melhor atendem às suas demandas.

Neste post, nós vamos mostrar para você como funciona o armazenamento em nuvem, quais as vantagens na implantação de uma solução dessa para as empresas e como utilizá-la.

Como funciona o armazenamento em nuvem?

Armazenar arquivos e dados utilizando-se de soluções em cloud computing tem se tornado cada vez mais comum para pessoas e empresas. No entanto, boa parte dos usuários não tem uma noção exata de como funciona essa tecnologia.

Pessoas e empresas adquirem uma série de dados durante suas interações. São arquivos PDFs, fotos, vídeos, tabelas, textos, uma enorme gama de informações nos mais diversos formatos.

Guardar tamanha quantidade de dados com segurança é um dos desafios da era digital e, para isso, pode-se contar com o armazenamento em nuvem. Nesse sentido, essa tecnologia pode salvar o usuário de sua falta de espaço.

O cloud storage pode ser conceituado como um servidor de backup remoto administrado por um terceiro contratado para tal fim. Sendo assim, o usuário precisa apenas de um dispositivo eletrônico e de uma conexão com a internet para acessar seus dados de qualquer local.

Ou seja, você contrata um espaço remoto, pagando apenas pelo que utilizar, e pode armazenar todas as suas informações e acessá-las a qualquer horário e de qualquer lugar.

Quais são as vantagens para empresas?

Quando uma empresa opta por utilizar uma solução de armazenamento em nuvem, ela pode começar a contar com uma série de benefícios. Entre eles, estão os que você confere a seguir.

Mobilidade

O primeiro grande benefício de se utilizar armazenamento em nuvem é a mobilidade obtida com essa solução. Os dados podem ser acessados de qualquer lugar do mundo, sendo assim, seus colaboradores podem, até mesmo, trabalhar remotamente.

Imagine que um membro da equipe tenha ido realizar uma visita ao cliente e, durante a reunião, este lhe pergunta algo que não estava programado. Seu funcionário pode acessar os dados ali mesmo e responder a qualquer questão.

Redução de custos

Hoje em dia, um dos grandes desafios enfrentados pelas empresas é o grande aumento dos custos de TI. A tecnologia faz parte do dia a dia de qualquer negócio, e é fato que atualmente todos estão dependentes do meio digital.

Ao optar por uma solução de armazenamento em nuvem, a empresa pode reduzir drasticamente os gastos com aquisição e manutenção de servidores locais e demais infraestruturas de TI necessárias para manter as suas operações.

Leia também: Como a Transformação Digital ajuda na redução de custos

Segurança

Devido às investidas realizadas pelos cibercriminosos nos últimos tempos, outro ponto que tem chamado bastante a atenção das empresas é a segurança da informação. Muitas vezes, sistemas locais podem ser facilmente invadidos e investimentos em proteção podem encarecer as operações.

Leia também: Efeito Mr. Robot: o que é segurança da informação e por que é para todos

Ao utilizar o cloud storage, a companhia pode contar com todo um ambiente seguro entregue pelo fornecedor. As empresas que fornecem o serviço se responsabilizam por manter as melhores práticas de segurança a fim de preservar seus dados a salvo.

Quais as vantagens para pessoas físicas?

Não apenas as empresas podem se beneficiar com o uso de armazenamento em nuvem. As pessoas em geral, em suas vidas particulares, também podem aproveitar, e muito, esse tipo de possibilidade. Fato é que, na atualidade, utilizamos diversas plataformas e lidamos com vários tipos de arquivos todos os dias.

Manter todas essas informações em discos rígidos ou memórias externas como HDs portáteis pode não ser uma boa ideia, tanto do ponto de vista de organização como pelo fato de essa prática não ser muito segura.

A qualquer momento você pode perder um gadget como esse e acabar por ficar sem seus dados. Outro infortúnio pode ser a possibilidade de uma queda ou qualquer outro evento que venha a danificar o seu backup local.

Com isso em mente, fica claro que a melhor solução para manter seus arquivos pessoais a salvo de qualquer situação controversa é por meio do uso de armazenamento em nuvem.

Entre as principais vantagens dessa tecnologia para o uso pessoal, podemos destacar:

  • acesso remoto — você pode acessar seus arquivos a qualquer tempo e de qualquer local para mostrá-los a alguém, por exemplo;
  • redução de custos — é muito mais barato utilizar a nuvem. O Google Drive, por exemplo, oferece cerca de 15 GB gratuitos de armazenagem pessoal;
  • colaboração — é possível compartilhar arquivos em cloud com outras pessoas, amigos e colegas, facilitando a realização de alterações.

Como utilizar o armazenamento em nuvem?

Para exemplificar o funcionamento de uma plataforma de armazenamento de arquivos em nuvem, vamos utilizar o Google Drive, solução desenvolvida pelo Google para esse fim.

Para a maioria das plataformas, o funcionamento é o mesmo; as diferenças ficam por conta de algumas funções, presentes em determinadas ferramentas e não em outras. O Google Drive é uma das mais completas do mercado e a que oferece um maior espaço para uso pessoal de forma gratuita.

Ele funciona como uma pasta remota, na qual você pode criar as suas próprias divisões e organizá-las da melhor maneira para atender às suas necessidades. O Google Drive suporta diversos tipos de arquivo, sendo assim, você não precisa se preocupar com extensões.

Para acessar a plataforma, é preciso manter uma conta ativa do Google, o famoso Gmail. Com ele, você pode logar rapidamente na ferramenta e iniciar o armazenamento de seus dados.

Há duas maneiras de acessar a solução: você pode instalar o aplicativo em seu computador ou dispositivo móvel, ou simplesmente acessá-lo por meio de seu navegador web.

Uma vez conectado, basta clicar em “Upload” e escolher quais arquivos quer enviar para a nuvem. No botão “Novo”, é possível criar arquivos diretamente na plataforma, além de pastas para melhorar a organização de seu espaço remoto. Você poderá verificar que é tudo muito simples.

Esperamos que, ao finalizar a leitura deste post, você possa ter compreendido como funciona o armazenamento em nuvem e a importância que essa tecnologia representa para o uso pessoal e empresarial nos dias de hoje.

Quer aprofundar seus conhecimentos sobre computação em nuvem? Então, aproveite e leia também este outro post no qual explicamos o que é cloud computing!

 

tecnologia-da-informacaoTecnologia da Informação
Atendimento Digital A (necessária) evolução das empresas de call center
Marketing Os impactos do Big Data no Marketing
ABOUT THE SPONSORS
Azion

Fundada em 2011, a Azion permite que você construa e execute suas próprias aplicações serverless no Edge da rede, mais próximo a usuários e devices. A plataforma de Edge Computing da Azion é ideal para aplicações que exigem baixo tempo de resposta (latência) ou processamento de dados em tempo real.