O trabalho remoto está se tornando uma realidade em diversos setores. De acordo com dados do Workplace Analytics, o Brasil conta com 26% da força de trabalho executando suas funções a partir de casa.

Nesse sentido, existem empresas que estão se modernizando e já contam com 100% dos seus trabalhadores em home office em tempo integral, como é o caso da Home Agent e da Ticket Log. Outras empresas como a Gol Linhas Aéreas e a Locaweb já possuem grande parte de seus funcionários trabalhando em sistema de home office também.  

Porém, o trabalho remoto não está apenas ligado às grandes empresas. Esse é um grande desejo de várias pessoas hoje em dia, principalmente porque trabalhar em casa significa:

  • Ter uma qualidade de vida melhor;
  • Passar mais tempo com a família;
  • Ter disponibilidade para viajar;
  • Ser seu próprio chefe.

Além disso, é possível também que sua produtividade seja maior pela possibilidade de ter, ao mesmo tempo, foco em resultados e um equilíbrio nas vidas pessoal e profissional.  

Mas, afinal, o que é o trabalho remoto?

Em poucas palavras, trabalho remoto é a utilização de equipamentos tecnológicos para executar as tarefas diárias em qualquer lugar fora da empresa contratante.  

Esse trabalho, geralmente, é como qualquer outro no qual você tem metas, tarefas e horários estabelecidos, sendo o diferencial a flexibilidade do local de execução de suas atividades. Pode ser em casa, na praia ou em um escritório coworking, tudo o que você precisa, geralmente, para realizar o trabalho remoto é de um dispositivo com conexão estável com a internet.

O trabalho remoto, também chamado de trabalho em casa ou home office, é possível graças às inúmeras possibilidades de comunicação que temos na atualidade.

Através de mensagens de voz no Whatsapp ou videoconferência pelo Skype, por exemplo, você consegue receber tarefas ou fazer reuniões de alinhamento interno. Outra possibilidade é a utilização de softwares de gestão de tarefas online, como é o caso do Trello, que permitem que o trabalhador remoto interaja com os demais profissionais da empresa em tempo real.  

São inúmeras as vantagens de ter um trabalho remoto, mas, sem dúvida, a principal delas é o aumento da qualidade de vida, pois além de poder combinar o trabalho com sua vida pessoal, você tem a oportunidade de evitar estresses com trânsito ou transporte público.

Com esse modelo de trabalho, você também pode dormir e se alimentar melhor e, principalmente, ter mais tempo para passar com a sua família e para fazer aquilo que te dá prazer.

Entretanto, quem escolhe trabalhar remotamente precisa ter competências específicas para ter sucesso.

Nesse caso, é fundamental ter disposição para criar uma rotina de trabalho e perseverança para conseguir montar uma cartela de clientes. Para tanto, você deve cumprir alguns requisitos, como separar tarefas pessoais e profissionais, manter a produtividade e cumprir os prazos antes mesmo deles expirarem.

Se você já tem ou quer desenvolver essas características profissionais, pode começar a estudar sobre o negócio que quer desenvolver.

(Para entender melhor sobre esse assunto, leia este guia completo sobre trabalho remoto no Brasil.)

Ideias de trabalho remoto

Agora que você já entendeu o conceito de trabalho remoto, vamos mostrar 9 opções para você escolher caso queira trabalhar por conta própria.

01. Freelancer

Se você se interessa em fazer home office, uma das principais alternativas é ser freelancer, por ser um mercado que se adequou e cresceu muito com a revolução tecnológica.

Esse tipo de trabalho remoto é possível porque a internet é capaz de distribuir as demandas das empresas e conectá-las aos profissionais adequados para seus serviços.

Algumas funções comuns de quem atua como freelancer são:

  • programador;
  • designer;
  • produtor de conteúdo;
  • diagramador;
  • revisor.

Todas essas são funções que podem ser realizadas por demanda e abrem diversas possibilidades para quem desejar seguir esse caminho, uma vez que que blogs, sites e  mídias sociais dependem desses profissionais para existir.

02. Artesanato

Na atualidade, muitas pessoas estão preocupadas com um consumo que seja sustentável e que fortaleça a economia local, valorizando pequenas empresas e microempreendedores individuais em detrimento das grandes marcas.

Nesse contexto, o artesanato se torna uma possibilidade viável para garantir uma boa fonte de renda. Trabalhando em casa, você pode produzir peças personalizadas e únicas de pintura, bordado ou bijuterias.

Outra ideia para trabalhar com artesanato é com a produção de artigos de decoração, que tem se mostrado uma tendência cada vez maior para datas comemorativas, como Natal e Páscoa.

Criar produtos específicos para decoração de casamentos com peças artesanais também é uma possibilidade, pois, está se tornando uma moda entre as noivas.

E para divulgar seu trabalho, a internet é uma ótima aliada. Você pode criar perfis nas redes sociais e, assim, conquistar uma audiência sem precisar abrir uma loja física.

03. Aulas de música

Se você domina algum instrumento, pode usar isso a seu favor dando, por exemplo, aulas particulares em sua casa. Para isso, basta que você tenha um cômodo que possa utilizar como sala de aula.

A disponibilidade das ferramentas digitais viabilizam o conhecimento profundo acerca de quem é seu público, o que e como ele quer estudar. Assim, você pode criar um plano de aula que agregue valor real à vida dos seus alunos.

Mas se você não tem um local em sua casa para fazer de sala de aula, você também tem a possibilidade de dar aulas via Skype ou criar um curso online em vídeo (vamo te explicar isso melhor mais para frente deste post).

04. Aulas de idiomas

Caso você tenha proficiência em algum idioma, uma opção de trabalho remoto é dar aulas particulares ou para grupos fechados.

Além de receber seus alunos, você pode ir até eles ou oferecer esse serviço a empresas que desejam melhorar a competência dos seus profissionais – ou, ainda, fazer isso através de plataformas de vídeo.

Assim como nas aulas de música, é sempre possível também trabalhar na internet. Você pode usar ferramentas e softwares que te ajudem a dar suas aulas online.

05. Aulas particulares

Uma boa opção para quem tem bons conhecimentos pedagógicos e gosta do público infanto-juvenil é dar aulas particulares.

Reforço escolar é um bom nicho para quem quer trabalhar em casa, pois, além de ter um público em potencial na sua vizinhança, você ainda pode ajudar a fortalecer sua comunidade.

06. Cuidador de cães/gatos

Se você ama animais e tem facilidade em cuidar deles, um ótimo negócio é se oferecer para tomar conta dos bichinhos de estimação quando seus donos viajam.

Para tanto, já existem plataformas, como a DogHero, que ajudam a conectar pets e seus tutores a anfitriões. Através da ferramenta, é possível oferecer esse serviço e conversar diretamente com os donos dos animais e marcar um encontro prévio para se conhecerem e confirmar a reserva.

Outro serviço que você pode oferecer é o de Dog Walker, no  qual você se oferece para passear com os pets dos seus amigos e vizinhos. Esses passeios podem ser individuais ou coletivos, dependendo da sua disponibilidade.

07. e-Commerce

Uma boa opção de trabalho remoto é montar uma loja online.  

Se você já é ou quer ser um pequeno produtor de artesanato, por exemplo, ou conhece algum bom produto para vender online, essa é uma ótima ideia.

Entretanto, se você tem pouco dinheiro para investir, é possível oferecer seus produtos em grupos do Facebook e sites de Marketing Place –  que funciona como uma vitrine virtual para diferentes pessoas ou empresas.

Além de vender para o consumidor final, você também pode oferecer seus produtos para empresas. Essa possibilidade é excelente se você conhece o mercado e possui contatos no meio corporativo no qual irá atuar.

08. Cursos online

Se você tem um bom conhecimento acerca de um assunto específico, uma ótima ideia é criar cursos onlineCom eles, é possível transmitir conteúdo rico e educativo em uma plataforma específica para esse tipo de material.

Se você quer criar um curso básico, o ideal é passar esses conhecimentos através de e-books ou audiobooks.

Já se o assunto que você quer tratar é denso e precisa de explicações detalhadas, o ideal é criar videoaulas. Você também pode criar cursos por módulos nos quais o seu cliente terá a possibilidade de acessá-los integralmente, no seu próprio ritmo.  

Outro caminho para dar aulas online é oferecer o seu conteúdo por assinaturas mensais. Nelas, você irá disponibilizar conteúdos periódicos e cobrar uma mensalidade pelo acesso. Essa é uma ótima opção pois você poderá construir um relacionamento com seus clientes e oferecer conteúdos relevantes, específicos e personalizados para eles.

Um meio de monetizar e promover suas aulas online é com um programa de afiliados.  Diferentemente do produtor de conteúdo, o afiliado ajuda a divulgar o seu material com anúncios e/ou posts patrocinados em troca de uma comissão sobre as vendas realizadas. A vantagem de optar por esse programa é que esses profissionais estão sempre estudando o mercado para melhorar a performance de vendas em seus sites.

09. YouTuber

O crescimento do YouTube no Brasil e no mundo abriu novas portas para as empresas e produtores de conteúdo. Isso acontece pois essa é uma efetiva maneira de atingir apenas quem está interessado no seu conteúdo. Esse fato levou à criação de uma nova profissão, os chamados YouTubers.

Essa é uma profissão com remuneração variável, que depende de como você irá monetizar o seu canal.  

Você pode, por exemplo, optar por fazer parte do programa de afiliados do Google e ganhar por clique nos anúncios.

Outra possibilidade é vender espaço no seu canal para empresas que queiram divulgar seus produtos e serviços através de vídeos patrocinados.

Uma excelente ideia aqui é usar as outras mídias sociais, Instagram, Facebook e o Twitter para conversar diretamente com o seu público e saber quais os assuntos o interessam.

Já fez sua escolha?

Um dos maiores desafios do trabalho remoto é estar atualizado em relação ao mercado no qual você atua.

Para que isso seja possível, você deve estar sempre se informando acerca das tendências da sua área. Seja através do acompanhamento constante de sites e blogs correlatos, da participação em grupos de discussão online ou presenciais, ou indo a palestras e workshops.     

Em suma, como em toda nova profissão, o trabalho remoto demanda planejamento, criação de metas realistas a serem alcançadas, organização e perseverança. Acima de tudo, é preciso determinar prioridades e ter um objetivo claro acerca do que você quer para a sua vida.  

Se interessou e quer saber mais sobre trabalho remoto? Aproveite para conhecer outras possibilidades de profissões do futuro neste post.

Bárbara Santos

Analista de Marketing na Hotmart Analista de Marketing da Hotmart, uma plataforma gratuita e completa para hospedar e vender cursos online. Nossa missão principal é permitir que as pessoas aumentem sua renda compartilhando com o mundo o que elas têm de melhor: seus conhecimentos.

futuro-do-trabalhoFuturo do Trabalho
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Uso de robôs na advocacia: futuro ou presente?
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Marketing Marketing de conteúdo em mercados pouco convencionais: que desafios esperar durante a implementação?
[contact-form-7 id="21113" title="ebook"]