Os impactos do Big Data no Marketing

Entenda os impactos do Big Data no marketing

A análise de dados já é uma ferramenta estabelecida no marketing, porém, os profissionais desta área possuem atualmente uma enorme quantidade de dados públicos e próprios sobre as preferências e comportamentos dos consumidores.

O termo “Big Data” aponta para esta explosão de dados e a capacidade de usar todas as informações para a tomada de decisão baseada em dados. Compreender o potencial do Big Data no marketing nos leva a vários desafios técnicos, mas também aponta para a necessidade de profissionais com talento dedicado à análise e aplicação destes dados.

Vamos entender um pouco mais sobre os seus impactos?

Como o Big Data impacta o marketing

Na medida em que o Big Data se aplica cada vez mais aos campos do mundo real, toda a espinha dorsal do marketing está destinada a mudar. A introdução do Big Data como uma ferramenta viável no processo de tomada de decisão significa que as decisões em todos os níveis serão capazes de ser construídas com base em informações reais e não em possibilidades.

Essas ideias serão usadas não só para determinar qual é a melhor maneira de se comunicar com a audiência de uma empresa, mas também como identificar melhor o público, conectar-se a ele e afetar suas opiniões para alcançar os objetivos desejados.

Há mais pessoas com acesso à tecnologia do que nunca. Isso torna o Big Data cada vez mais útil. Em vez de apenas usar as redes sociais e a internet como forma de publicidade, o marketing deve usar os dados importantes para desenvolver uma estratégia o mais eficaz possível, destinando ao público correto a mensagem que mais vai impactá-lo.

Em quais vertentes de marketing o Big Data pode ser aplicado

Os dados garimpados com as ferramentas de análise podem ser aplicados em diferentes vertentes do marketing, como por exemplo, para:

  • localizar potenciais clientes;
  • analisar o ROI das campanhas;
  • otimizar os orçamentos de marketing;
  • personalizar ofertas em tempo real;
  • melhorar as pesquisas de mercado;
  • prever o comportamento do consumidor;
  • aprimorar o Marketing de Conteúdo;
  • otimizar o engajamento do cliente;
  • seguir e analisar concorrentes;
  • gerenciar a reputação da marca.

Quais são os desafios do Big Data para o Marketing

Profissionais capacitados

Na maioria das empresas, as equipes de marketing não têm o conhecimento necessárias para aproveitar a análise e os seus dados.

Além das pessoas que possuem habilidades analíticas para entender a capacidade do Big Data e onde usá-lo, as empresas precisam de especialistas que possam extrair informações relevantes dos dados e de profissionais técnicos que possam desenvolver novas tecnologias para a mineração dessas informações. Devido a isso, atualmente há uma alta demanda por talentos experientes na área.

Segurança e privacidade do consumidor

Embora o poder de Big Data em percepções de condução possa ser incrível, ele apresenta questões fundamentais decorrentes da natureza do próprio dado. As empresas não só terão de agir para garantir que o seu uso de informações atinja possíveis preocupações de privacidade dos clientes, mas também acompanhar a sua manutenção verdadeiramente segura.

Existem soluções no mercado através de uma variedade de ferramentas Big Data, como bancos de dados especializados, software de segurança e similares, mas o fardo permanecerá nas empresas para se tornarem adeptas conscientes da tecnologia disponível.

Se alguma coisa dá errado, o risco de expor milhões de detalhes de clientes, possivelmente privados, que possam ser usados maliciosamente, é suficiente para quebrar o negócio mais consolidado.

Isso significa que o poder da Big Data no marketing terá sempre de ter um custo, não só para os clientes participantes arriscando sua privacidade, mas também para as empresas obrigadas a proteger essas informações e suportar a carga de riscos de segurança.

Como os custos de marketing são afetados

Por um lado, a análise de dados traz um novo custo para as operações de marketing, uma vez que é preciso investir em tecnologia, softwares e profissionais talentosos.

Por outro lado, o Big Data no marketing permite que as empresas otimizem e monitorem suas campanhas para o desempenho, e isso implica que eles podem alocar seus orçamentos em marketing para obter o maior retorno de investimento (ROI).

Leia também: 7 maneiras de como o Big Data está mudando marketing e vendas

É bastante difícil rastrear o ROI direto e o impacto com a publicidade tradicional. Mas o Big Data pode ajudar as organizações a fazerem compras de publicidade otimizadas em vários canais e a otimizar seus esforços de marketing continuamente através de análises, medições e testes.

Leia também: Qual o ROI da Transformação Digital?

Tendência para o futuro do Big Data no Marketing

As empresas e seus profissionais de marketing estão entendendo cada vez mais que a inteligência artificial, especificamente a aprendizagem de máquinas (Machine Learning), é perfeitamente adequada para auxiliar o processo de mineração e análise de dados.

Ao aprender interativamente a partir de dados, os algoritmos de aprendizagem de máquinas permitem que os programas de computador encontrem informações ocultas, detectando padrões em dados sem serem programados para onde procurar.

Leia também: Os profissionais de marketing e vendas estão prontos para a IA?

Pode-se dizer que a inteligência artificial é a principal tendência para o futuro do Big Data no Marketing, ajudando, a princípio, de duas formas:

01. Tornando os anúncios mais inteligentes

Os dados de análise preditiva gerados por ferramentas de aprendizado de máquina podem ajudar os profissionais de marketing a tornar a publicidade mais inteligente.

02. Criando anúncios mais lucrativos

As empresas gastam milhões em campanhas de marketing e nem todas trazem lucros conforme o esperado. O aprendizado de máquina pode permitir que os profissionais de marketing criem estratégias às quais o público-alvo provavelmente responda, fazendo os anúncios gerarem mais receita.

Os profissionais de marketing podem obter melhores informações sobre a psicologia do cliente, usando grandes dados para entender os padrões de comportamento. E a aprendizagem de máquina os ajudará a chegar lá.

Uma vez que as ferramentas de análise de dados se tornam disponíveis e acessíveis até mesmo para as pequenas empresas, haverá um impacto muito maior de Big Data no setor de marketing. Isso é ótimo, pois as organizações melhoram seu marketing e alcançam seus clientes de formas inovadoras.

Leia também: Os novos objetivos do marketing na Transformação Digital

Na medida em que avançamos, com os níveis cada vez maiores de conectividade, isso representa cada vez mais volumes de geração de dados. Para os profissionais de marketing, isso retrata uma verdadeira mina de ouro sobre o comportamento, as preferências e as tendências dos consumidores.

Oferecer campanhas personalizadas e soluções nunca foi tão fácil, e a grande revolução do Big Data no marketing está apenas começando.

Agora que você já sabe quais são os impactos do Big Data no marketing, entenda a fundo o papel do Big Data na Transformação Digital.

CEO na upLexis

Engenheiro de software formado pela POLI-USP com pós em Administração pela FGV-SP. É Sócio e CEO da upLexis Tecnologia com perfil empreendedor, visionário, responsável pela definição e execução estratégica da empresa, investimentos e inovações em produtos e serviços, e estudioso do tema Big Data, Inteligência Artificial e Data Driven Companies.