Os profissionais de marketing e vendas estão prontos para a IA?

Entenda como os profissionais de marketing e vendas lidam com a IA e se eles estão prontos para trabalhar em conjunto com a tecnologia

Aumento da eficiência operacional, flexibilização do consumo e do atendimento ao cliente, antecipação dos desejos do consumidor: com essas vantagens, a Inteligência Artificial veio para ficar. E, embora ainda esteja em sua fase inicial de execução, já é possível encontrar diversas de suas aplicações no mercado, sendo considerada uma tendência importante que estará a cada dia mais no cotidiano da população e das empresas.

A questão agora é: apesar de já fazer parte do conhecimento popular a ideia de que, em um futuro próximo, as transformações tecnológicas vão mudar completamente a forma como trabalhamos, será mesmo que os profissionais de marketing e vendas estão prontos para a IA?

Quais são as alterações atuais com o uso da IA?

Auxílio de robôs em lojas físicas

Foi isso mesmo que você leu: robôs! Apesar de poucos comércios possuírem a capacidade estrutural e financeira necessária para adotá-los nos dias de hoje, já há registros de franquias maiores com robôs andando em suas lojas físicas.

Na Lowe’s, por exemplo, uma grande rede de materiais de construção dos Estados Unidos, robôs recepcionam clientes, além de darem auxílio mostrando a localização dos produtos,

Serviço automático de atendimento

Você já deve ter passado pela experiência de receber um atendimento eletrônica: delivery, telemarketing, chats virtuais — todos incorporaram a IA em, pelo menos, uma parte dos seus serviços.

Vale ressaltar também a aplicação dos chatbots, softwares que interagem com o cliente pelo bate-papo. Esse sistema foi criado com o objetivo de identificar necessidades, responder dúvidas básicas e, consequentemente, dar suporte aos problemas imediatos do consumidor, fora do horário de expediente.

Trajetória de compra automatizada

Com o uso da ferramenta de automação, muito utilizada pelas equipes de marketing, a jornada de compra do internauta é automatizada, passando a funcionar como um “piloto automático”.

Essa estratégia nutre o visitante do seu site/blog com todas as informações e conteúdos que precisa para chegar até a etapa de compra, quando é feito o fechamento por um vendedor. Isso facilita o trabalho final dos funcionários, além de gerar economia de tempo e dinheiro.

Utilização da Machine Learning nas vendas

A Machine Learning é um sistema capaz de analisar dados e identificar padrões por meio de algoritmos, sem que haja uma programação antecedente. Nas vendas, o recurso é utilizado para fazer recomendações de produtos novos para os clientes, baseadas nas suas compras anteriores. Sendo mais claro, o “Aprendizado de Máquina” prevê as necessidades futuras e já as oferece para consumidor, potencializando as vendas da empresa.

Como será o futuro?

Se você conseguiu entender como a IA está mudando os setores de marketing e vendas no cenário atual, não é difícil descobrir como será o futuro com a sua utilização contínua. Confira abaixo alguns dados que mostram o que vem por aí:

  • até 2020, 51% dos consumidores estarão interessados em ter suas necessidades antecipadas pelas empresas e em receber sugestões relevantes;
  • 40% dos robôs da área comercial se conectarão a uma rede de inteligência compartilhada, melhorando 200% a eficiência operacional robótica geral;
  • segundo uma pesquisa feita pela Gartner, em alguns anos, a IA gerenciará 85% das relações com o cliente.

Com base nessas estatísticas, é possível perceber que a IA continuará se expandindo com o passar dos anos, tornando-se mais personalizada, inteligente e ágil, a fim de trazer os melhores resultados para as empresas.

A Machine Learning vai aumentar sua eficiência de capacitação de máquinas, objetivando a criação de relacionamentos cada vez mais harmônicos com o homem e, consequentemente, potencializando seu entendimento sobre a mente humana.

Leia também: Conheça as aplicações do Machine Learning em nossa atual rotina

Os bots vão evoluir suas capacidades de identificação das necessidades do consumidor, transformando o atendimento ao cliente em um serviço mais rápido e eficaz. Várias funções atuais ficarão obsoletas e serão substituídas por softwares para suprir às demandas do futuro.

Estamos indo para um caminho no qual a adoção desse sistema se tornará obrigatória para qualquer empresa que almeja participar do mercado competitivo. O B2B não conseguirá ignorar o impacto dessa integração tecnológica nas indústrias.

Mesmo que o mundo já esteja acompanhando de perto o crescimento da Inteligência, o maior desafio do futuro será adaptar os funcionários à nova realidade e às suas novas parceiras de trabalho: as máquinas.

O preparo e diálogo, por parte das empresas, do governo e da sociedade, além da mudança total do treinamento da força de trabalho, são essenciais para que as pessoas consigam lidar com as alterações dos anos que estão porvir.

Quais são as novas funções dos profissionais na era da Inteligência Artificial?

Pesquisas apontam que, 80% dos líderes empresariais e tecnológicos acreditam que a IA vai aumentar a produtividade dos trabalhadores e criar empregos.

Apesar de existir uma grande possibilidade de que diversas formas de trabalho sejam substituídas pela automação de software, como já afirmamos acima, várias funções, adaptadas à próxima Era também serão criadas — principalmente na área de gerenciamento, monitoramento e análise de dados.

Novas necessidades exigirão profissionais cada vez mais qualificados nos seus setores e com conhecimentos específicos, sendo preciso um investimento da empresa na formação funcionários.

Considerando o que abordamos aqui, é perceptível que, embora os processos de automação e suas aplicações nos setores de vendas e marketing, já sejam uma realidade no nosso cotidiano de consumo, essa é somente “a ponta do iceberg” — o futuro trará alterações muito mais significativas e expansivas para todas as indústrias.

Leia também: O resultado do alinhamento entre marketing e vendas

Além disso, também haverá mudanças importantes no campo de trabalho dessas áreas, com empregos se tornando obsoletos e novas funções especializadas surgindo, abalando toda a estrutura de trabalho que conhecemos hoje.

Voltando para a pergunta inicial do artigo: os profissionais de marketing e vendas estão prontos para a IA? Nas atuais circunstâncias, não. Ainda é preciso focar no treinamento dos funcionários, para que possam se adaptar às mudanças induzidas pela IA com mais facilidade, além da necessidade de investimento, por parte das empresas, na gestão de talentos humanos e na formação dos trabalhadores, a fim de que se tornem mais especializados.

Feito isso, os profissionais dessas áreas estarão mais preparados para se integrar às tecnologias do futuro.

Gostou do nosso conteúdo? Acredita que os profissionais de marketing e vendas estão prontos para a IA? Então continue aprendendo com a gente! Saiba mais sobre a verdadeira transformação digital em vendas!

CEO na upLexis

Engenheiro de software formado pela POLI-USP com pós em Administração pela FGV-SP. É Sócio e CEO da upLexis Tecnologia com perfil empreendedor, visionário, responsável pela definição e execução estratégica da empresa, investimentos e inovações em produtos e serviços, e estudioso do tema Big Data, Inteligência Artificial e Data Driven Companies.