O avanço da tecnologia, com automações e robôs, irá revolucionar o mundo. Mas e hoje, será que é possível usar essa tecnologia em um escritório de advocacia?

Imagino que vocês já ouviram falar do Watson, a inteligência artificial desenvolvida pela IBM que permitiu a criação do Ross, um robô-advogado, responsável por vencer mais de 300 mil casos de multas de trânsito nos Estados Unidos.

O Watson tem diversas funcionalidades e uma delas é processamento de dados para atendimento. Uma empresa brasileira chamada Huggy licenciou a tecnologia do Watson para oferecer uma plataforma de atendimento por robô (chatbot) a preços muito mais acessíveis.

Robôs na advocacia: menos homens de lata e mais softwares

Configuramos em nosso escritório, Salem Advogados, o atendimento por robô para mídias sociais. Se alguém entra em contato conosco pelo Facebook, pelo site ou por Whatsapp, o robô faz o atendimento, para as áreas de saúde, aviação e trabalhista.

O interessante é que esta é uma ferramenta omnichannel, ou seja, os canais de atendimento são totalmente integrados, então a pessoa pode começar o atendimento pelo chat do site e finalizar pelo Whatsapp ou Facebook se for mais conveniente.

Imagine que a pessoa entrou pelo computador e precisou fazer alguma coisa, sair de casa ou do escritório. Ela pode continuar pelo celular pelo Whatsapp!

É possível até programar uma automação para se a pessoa ficar mais de 1 hora sem enviar mensagens, por exemplo (o que aconteceria neste caso acima), capaz de enviar uma mensagem pelo Whatsapp ou Facebook para continuar o contato do chat.

Para aviação, por exemplo, o robô pergunta qual foi o problema que a pessoa teve com a companhia aérea, quanto tempo de atraso, se a companhia prestou assistência adequada, com comida e hotel, se a bagagem foi extraviada, no voo de ida ou volta, se foi devolvida, se o passageiro perdeu compromissos, fazia tratamento médico, tinha criança de colo etc.

Integração é a chave

A ferramenta tem integração com o RD Station, a plataforma de automações e gerenciamento de leads (contatos que são possíveis clientes), que consegue criar diversos filtros e regras para classificar casos.

No RD Station, depois, todas as respostas são processadas e conseguimos saber se é um caso que tem ou não direito à indenização. Se tiver, é marcado como oportunidade e vai para o Pipedrive, tudo de forma 100% automática e 24 horas por dia.

Pipedrive é uma plataforma digital de CRM (Customer Relationship Management), que serve para gravar todo histórico de tarefas (e-mails, ligações realizadas e próximos passos) com pessoas que entram em contato conosco.

No exemplo a cima, quem não tiver direito à indenização é depois informado por e-mail o motivo, de forma totalmente personalizada de acordo com suas respostas, como: “porque o atraso foi muito pequeno” ou “porque toda assistência foi prestada” e por aí vai, de acordo com o posicionamento do Tribunal para cada tipo de demanda.

O futuro dos robôs na advocacia

Vamos finalizar com uma ideia do que seria possível fazer em um futuro bem próximo com estas tecnologias:

Criar uma automação em que a pessoa entra em seu site ou app, escolhe a área, informa os fatos que serão instantânea e automaticamente analisados se há ou não direito, encaminhando quem possui direito para uma janela que indica os documentos necessários para entrar com a ação.

Em seguida, a pessoa pode, pelo próprio celular, tirar fotos, fazer upload e enviar o caso!

Pensando no presente, hoje já é possível até mesmo preencher os dados do contrato e oferecer a opção do cliente imprimir e assinar (ou, se preferir, assinar digitalmente). Com base nestes dados, é até mesmo possível já criar a petição inicial (peça que é apresentada para o juiz para começar o processo).

O advogado pode depois apenas analisar os documentos e a petição inicial e verificar se está tudo correto, encaminhando em seguida o processo para o juiz.

Imagine o ganho em escala que isto traz!

É possível inclusive fazer isto em âmbito nacional, de forma totalmente online em alguns casos.

Por exemplo, em casos de direito do consumidor contra companhias aéreas, a legislação é a mesma no Brasil inteiro. É possível pegar casos em todo Brasil (ou até mesmo fazer um estudo e atuar apenas nos estados em que os Tribunais têm decisões favoráveis).

E não é necessário estar presente fisicamente ou tirar licença suplementar na OAB (que é caro) para poder atuar em todos os Estados. Há empresas que prestam serviços de protocolo e têm licença da OAB no país todo e cobram um valor baixo por protocolo.

A transformação digital está trazendo muitas novas oportunidades!

O único cuidado que temos de ter é para não acontecer como no filme Eu Robô, com Will Smith: um dia chegarmos no escritório e descobrir que o robô trocou a fechadura…


Continue aprendendo

 

Fabrizio Salem

Sócio na Salem Advogados Co-fundador do escritório Salem Advogados, especialista em geração de leads e métricas de conversão de vendas digitais na área jurídica e ferramentas digitais. Pioneiro no desenvolvimento de um robô com IBM Watson para soluções de litígio em aviação civil e plano de saúde.

Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Saúde 10 procedimentos cirúrgicos que podem se beneficiar da impressão 3D
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Futuro do Trabalho Trabalho remoto: 9 ideias de atividades para começar hoje mesmo
[contact-form-7 id="21113" title="ebook"]