Precisamos falar sobre a publicidade em aplicativos e jogos

Entenda como funciona e quais os benefícios da publicidade em aplicativos e jogos

Segundo dados de uma pesquisa conduzida anualmente pela FGV, o número de smartphones ativos no Brasil já ultrapassou os 220 milhões de equipamentos. Nesse contexto, a publicidade em aplicativos começa a ganhar contexto.

Na era da transformação digital, consumidores estão cada vez mais conectados e, com a popularização dos dispositivos móveis, os times de marketing estão buscando formas de alcançar as pessoas por meio de seus aparelhos.

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre a aplicação de publicidade em aplicativos e jogos, suas oportunidades e desafios, além dos benefícios dessa abordagem!

Publicidade em aplicativos e jogos

Desde o surgimento da internet, a publicidade digital vem evoluindo cada vez mais e, em um momento em que a maioria dos usuários da rede vem migrando para plataformas móveis, mais uma revolução está ocorrendo.

Com a explosão do uso de smartphones, a demanda por aplicações aumentou muito e várias empresas de desenvolvimento surgiram para criar aplicativos relevantes e jogos para usuários.

Contudo, houve um problema: muitas pessoas não queriam pagar por uma simples aplicação, o que criou a necessidade de um novo modelo de negócio para esses desenvolvedores.

Foi então que aplicativos e jogos distribuídos de forma gratuita nas “stores” começaram a vender espaço dentro de suas aplicações para anúncios. E aí começam a surgir boas oportunidades para as empresas.

Um app tem acesso a várias informações do dispositivo em que está instalado, permitindo, assim, que uma segmentação muito interessante possa ser realizada, verificando dados como localização, sistema operacional utilizado, idade, redes sociais, entre outros.

Segundo dados do eMarketer, em 2017, foram gastos cerca de U$133 bilhões de dólares em publicidade móvel, sendo que cinco anos antes, em 2013, o valor era muito menor, cerca de U$19 bilhões.

Até o final de 2018, espera-se que os investimentos cheguem a mais de U$166 bilhões, o que demonstra que os valores investidos no mercado de anúncios mobile continuam crescendo.

Apenas no Brasil, o gasto esperado com publicidade em aplicativos e jogos é de U$ 2,6 bilhões de dólares, sendo que em 2013 foi de apenas U$ 66 milhões de dólares.

Esses dados mostram que, em nosso país, os investimentos aumentaram muito mais que a média mundial, sendo que a publicidade móvel se tornará o principal alvo de recursos de marketing em pouco tempo.

Benefícios

Os benefícios da inserção de anúncios em aplicativos e jogos são vários, e podem auxiliar no aumento de visibilidade de uma marca. Entre os principais pontos, estão:

Possibilita um novo canal de acesso ao consumidor

Os canais de comunicação estão altamente saturados. Boa parte dos recursos de publicidade hoje são investidos no Google e Facebook, sendo que a concorrência para aparecer, mesmo injetando boas quantias em recursos, é enorme.

A publicidade em dispositivos móveis ainda é um campo um tanto quanto inexplorado e sem a presença de grandes players, o que garante maior visibilidade.

Maior visualização

Segundo dados da Business Insider, o público americano já gasta cerca de 141 minutos de seu dia utilizando seus smartphones para aplicativos, jogos e navegação em redes sociais.

Isso quer dizer que investir em anúncios para dispositivos móveis pode trazer muito mais visualizações que em uma plataforma web, por exemplo, melhorando o retorno.

Maior taxa de cliques

Segundo um estudo apresentado pela Medialets, as taxas de cliques para aplicativos e jogos é de cerca de 0,58%, enquanto que nos anúncios para Web ela fica em torno de 0,25%.

A diferença é gritante e demonstra que, em um ambiente móvel, as pessoas estão mais dispostas a verificar um determinado anúncio do que durante a navegação em desktops ou notebooks.

Melhor segmentação

A instalação de aplicativos em dispositivos móveis exige uma série de permissões aos usuários e, com isso, podem colher várias informações relevantes para a segmentação de público.

Diferentemente de um histórico de navegação em um desktop ou notebook, que pode ser utilizado por várias pessoas, o smartphone é, na maioria das vezes, um acessório pessoal.

Sendo assim, temos a certeza de que todas as informações coletadas são realmente do usuário em questão e, com isso, a segmentação de público é muito mais eficiente, o que pode explicar a taxa de cliques mais alta.

Menos invasivo

Diferentemente da publicidade inserida de forma automática em sites e redes sociais, que muitas vezes são invasivas e irritantes, os anúncios em aplicativos e jogos são demonstrados de forma natural e fluída.

Isso acontece porque os desenvolvedores criam as aplicações para absorver essas informações de forma natural, no contexto da aplicação, e demonstrar ao usuário na hora certa, sem interromper o seu fluxo de uso, garantindo uma melhor experiência.

Desafios e Oportunidades

O mercado de anúncios em aplicativos e jogos ainda está se desenvolvendo e, mesmo que o número de investimentos e oportunidades seja grande na área, também existem alguns desafios a serem vencidos.

Entre as oportunidades podemos destacar o fato da criação de um novo canal de comunicação com o consumidor e uma maneira de alcançá-lo em momentos em que isso não seria possível.

Isso acontece porque os aplicativos são usados em horas diferentes do dia, geralmente quando o usuário não está consumindo outras mídias ou instantes de inatividade.

Contudo, encontrar parceiros para realizar suas campanhas é um dos principais desafios enfrentados pelos anunciantes nesse novo mercado.

Existem hoje algumas redes de publicidade mobile que fazem o meio de campo entre desenvolvedores e anunciantes.

No entanto, é preciso ter muita cautela e buscar entender como são realizados os investimentos e como funciona a exibição dos anúncios aos usuário, buscando sempre o máximo de transparência possível.

Outro desafio ao mercado de publicidade móvel é a questão da internet de baixa qualidade em vários pontos do mundo, algo fundamental para a inserção de anúncios em tempo real ao consumidor.

Infelizmente, esse problema de infraestrutura não pode ser sanado facilmente, e é preciso entender se o seu público poderá receber seus anúncios ou não ao optar pelas plataformas móveis.

Impactos na experiência do consumidor

Muitos profissionais podem acreditar que anunciar em aplicativos e jogos seja algo mais intrusivo que em outras mídias. Porém, eles estão enganados, e a taxa de cliques mais alta apresentada anteriormente confirma isso.

O que acontece é que, mesmo que a publicidade tome toda a tela durante alguns instantes do uso de uma determinada aplicação ou jogo, isso acontece no contexto do aplicativo.

Por exemplo, pode-se inserir um anúncio em uma troca de telas ou após a finalização de uma fase. Já em outras mídias, as peças publicitárias têm se tornado mais agressivas e intrusivas.

É o caso de anúncios em vídeos, que interrompem a visualização do conteúdo durante a sua exibição por alguns segundos, sendo que é preciso clicar em um determinado ponto para continuar a experiência.

Os gastos com publicidade em aplicativos e jogos estão crescendo a olhos vistos e podemos esperar que, no futuro, essa seja a principal mídia de propagação de anúncios.

Para continuar aprendendo, descubra agora as tendências do marketing para 2019!