Transformação dos negócios: qual caminho devo seguir?

Entenda como fazer a transformação dos negócios durante a era digital

Uma pesquisa do Gartner revelou que 42% dos CEOs priorizaram uma transformação dos negócios para desenvolver “habilidades e capacidades tecnológicas”. A principal motivação para isso é que os clientes preferem fazer negócios com organizações capazes de oferecer uma experiência personalizada, livre de problemas, completa e capaz de entregar valor superior.

Porém, a realização de uma mudança significativa exige que a empresa repense os aspectos de sua operação. Para obter sucesso nessa iniciativa, cada negócio precisa de uma estratégia própria e adequada a sua realidade e ao contexto do mercado. Mas como identificar o caminho ideal para cada organização?

Tipos de transformação dos negócios

Existem três estratégias principais utilizadas para alcançar esse objetivo. Elas são frequentemente adotadas de forma independente, mas muitas empresas as empregam à medida que trabalham para aumentar o valor que fornecem aos seus clientes. Isso inclui a aplicação de novas tecnologias, o foco em soluções e o aproveitamento de dados. Confira cada caso:

Transformação digital

Uma transformação digital aplica uma nova tecnologia para melhorar os aspectos da experiência do cliente. Isso inclui desenvolver ou adotar os recursos certos para modernizar os produtos, os processos e serviços. Mas vai além da criação de recursos digitais, requer um profundo entendimento sobre o que os clientes querem.

Esse é um principio básico da gestão da inovação, que é a aplicação bem sucedida de, nesse caso, uma nova tecnologia. Obviamente, esse sucesso depende de que a mudança seja aceita pelo consumidor e, por isso, é fundamental que ela seja implementada com base em desejos e expectativas claramente identificados.

As empresas precisam de atenção com essa mudança para não ficarem para trás, principalmente as mais tradicionais. Segundo pesquisa do IDG de 2018:

  • 95% das startups tem planos de negócios digitais;
  • 55% delas já os adotaram;
  • enquanto 87% das empresas tradicionais tem os mesmos objetivos;
  • e 38% os aplicaram.

Nesse cenário, Big Data e Analytics (58%), tecnologias móveis (59%), nuvem privada (53%), nuvem pública (45%) e APIs e tecnologias incorporáveis ​​(40%) são as cinco principais tecnologias já implementadas.

Transformação de solução

Uma transformação de solução se concentra em resolver os problemas de um cliente de maneira sistêmica. Isso significa repensar como os produtos são criados, empacotados e vendidos para fornecer uma experiência completa do produto. Trata-se de conceber um novo formato operacional que seja focado na entrega de uma solução.

Por exemplo, uma empresa do setor de varejo deve pensar um modelo operacional capaz de prover uma solução de distribuição eficiente na entrega e disponibilização do produto adequado, no local certo, na hora ideal e com a melhor embalagem. Aliás, 30% das empresas entrevistadas pela IDG dizem que as ofertas de novos produtos e serviços são as principais fontes de crescimento de receita para suas empresas.

Transformação de dados

Uma transformação de dados muda a maneira como as organizações tomam decisões, colocando as informações no centro do processo de desenvolvimento de inovação e produto. Isso permite que as empresas obtenham uma profunda inteligência em todos os aspectos da experiência do cliente e informem as áreas capazes de entregar a melhoria.

Além de desenvolver novos recursos de gerenciamento de dados, as organizações precisam criar uma cultura que dependa da inteligência de negócios. No lugar de se basear em opiniões, testar, experimentar e aprender continuamente com os próprios clientes. Em seguida, os responsáveis por esse processo podem validar se os clientes estão realmente usando a funcionalidade que foi entregue.

O IDG também analisou em sua pesquisa quais tecnologias contribuem mais com o crescimento da receita. 49% das empresas disseram que é a excelência em gerenciar o desempenho dos negócios por meio da disponibilidade de dado. Talvez por isso o Big Data Analytics seja visto por 70% dos executivos de TI como contribuinte para o crescimento da receita.

Equívocos sobre transformação

Diversos equívocos costumam envolver a transformação dos negócios. Eles se relacionam com o papel da tecnologia e o papel do processo na obtenção de mudanças significativas. Ambos são necessários para oferecer melhores experiências aos clientes.

Na mesma pesquisa da IDT que mencionamos, 49% dos executivos de TI dizem que a Internet das coisas (IoT) desempenha um papel fundamental em suas estratégias de negócios digitais. Mas o equívoco comum é o de acreditar que a transformação é exclusivamente sobre tecnologia. 62% dizem que entregar uma excelente experiência ao cliente, medida pelo índice de satisfação, define o resultado final.

Não há dúvida de que muitas transformações incluem o uso de novos recursos, muito menos sobre quanto importantes são as tecnologias como IoT e Inteligência Artificial, por exemplo. No entanto, outra pesquisa recente da Bain & Company revelou que apenas 5% dessas aplicações atendem às expectativas dos executivos.

Isso ocorre porque iniciativas de aplicações de tecnologia não são suficientes para proporcionar melhores experiências aos clientes. Por isso, as empresas devem alavancar o uso desses recursos em conjunto com outras estratégias e mudanças da cultura organizacional, sempre com foco no consumidor.

Outro aspecto é que, embora a mudança dos processos seja um aspecto necessário da transformação, ela não deve ser vista como a principal razão para a transformação. As empresas precisam entender o que seus clientes querem antes de acelerar o desenvolvimento e a entrega de novos produtos.

Ou seja, a agilidade e a eficiência não podem ser um propósito em si. É preciso mudar a mentalidade, as pessoas, os processos, a tecnologia e o modelo de medição e controle.

Como você pode observar, em qualquer dos tipos de transformação que relacionamos , as falhas mais comuns costumam se relacionar com o foco na transformação. Embora seja fácil entender o motivo, uma vez que se trata de dar atenção as tarefas com ligação direta com a mudança, é preciso lembrar que o propósito da inovação é a melhor experiência do cliente.

Perguntas para guiar a transformação nos negócios

Relacionar algumas perguntas para elaborar estratégias é sempre uma iniciativa produtiva. Nesse caso, as questões a seguir podem ajudar a entender a estratégia de transformação correta. São elas:

  • quão satisfeitos estão os clientes hoje;
  • que mudança é necessária para melhorar sua experiência;
  • quais desafios impedem a empresa de entregar isso imediatamente;
  • qomo os investimentos em tecnologia melhorariam a experiência;
  • quais problemas os clientes estão procurando resolver com seus produtos e serviços;
  • com que eficácia eles atendem a essas necessidades;
  • quais dados sua empresa precisa para entender melhor o comportamento e as preferências do cliente;
  • quais resultados você pode entregar para o cliente?
  • como o resultado será medido;
  • com quais métricas;
  • o que pode dar errado nesse processo;
  • quais recursos são necessários, humanos e financeiros;

Independentemente do tipo e da estratégia de transformação dos negócios que sua empresa resolva adotar, se as três ou uma única, o fundamental é perceber sua direta ligação com o modelo de negócios.

Não significa, necessariamente, que você precise revolucioná-lo, mas que ele deve ser revisado com o objetivo de garantir o máximo esforço para entregar uma experiência excepcional ao cliente. Isso demanda por definir uma visão e uma estratégia claras para chegar lá.

Por isso, conheça alguns exemplos de: novos modelos de negócios que estão mudando a forma que compramos e vendemos!

Fundador do Transformação Digital

Tiago Magnus atuou nos últimos 10 anos em projetos digitais, trabalhando com marcas como Lenovo, Carmen Steffens, Mormaii, VTEX, Carrefour, Centauro, entre outras, e como sócio de uma das principais agências digitais do Brasil. Hoje, é Diretor de Transformação Digital na ADVB e Fundador do TransformacaoDigital.com.