O que é ERP e qual a sua importância na Transformação Digital das empresas

Entenda o que é ERP e qual sua importância na Transformação Digital

Um dos primeiros passos para a transformação digital em uma empresa é a adoção de um ERP. É claro que apenas isso não é suficiente para uma revolução tecnológica, mas é um pilar muito importante.

Diversas companhias, ao longo do tempo, se beneficiaram desse tipo de sistema, melhorando sua produtividade e gestão da informação. A sua empresa pode ser a próxima a tirar proveito dessa tecnologia.

Entenda aqui a importância de um ERP na estratégia de transformação digital de um negócio:

O que é um ERP

Você certamente já ouviu falar em ERP, não é mesmo? Mas, você sabe o que realmente esse termo quer dizer? A sigla significa Enterprise Resource Planning, que em uma tradução livre pode ser entendida como Gestão de Recursos Empresariais.

Em uma primeira olhada esse nome não nos passa nada específico e, por esse motivo, algumas pessoas acabam tendo dificuldade de entender do que se trata um ERP e sua verdadeira função em uma empresa.

Esse sistema modular é responsável por controlar todas as atividades do negócio, desde a administração de pessoal, passando pelo financeiro, logística, produção e qualquer outra área que necessite de gestão dentro da empresa. Ou seja, todo o trabalho operacional e administrativo.

Qual a sua importância dentro das empresas

Gerir toda uma companhia é um desafio enorme. A falta de comunicação entre as áreas, visibilidade de processos, controle de atividades e outras falhas apenas aumentam essa dificuldade.

O principal objetivo de um ERP é trazer visibilidade dentro de uma organização, permitindo que todos os setores se comuniquem de forma eficiente, trocando informações relevantes e evitando duplicidades e erros provenientes disso.

O gestor pode visualizar a qualquer tempo o andamento de qualquer processo dentro da empresa, independentemente da área em que esteja sendo desenvolvido, podendo corrigir qualquer situação que não esteja conforme o planejado.

Outro ponto de grande importância na implantação de um ERP na empresa é a alimentação do gestor com informações relevantes para as tomadas de decisão estratégicas para os rumos do negócio.

Como os ERPs evoluíram durante os anos

A história dos sistemas de ERP já tem alguns capítulos. Na década de 70, a partir da difusão inicial do uso de computadores, algumas empresas já começam a utilizar sistemas simples de controle interno e de demanda com o intuito de melhorar os seus resultados.

Nos anos 80, a computação estava começando a surgir com mais força e o número de companhias que utilizavam sistemas aumentou gradativamente, mas ainda de forma tímida.

Ao chegarmos nos anos 2000 houve o boom da informática, com computadores pessoais menores e acessíveis, boa parte das empresas começou a se modernizar e os primeiros ERPs completos começaram a se difundir. Hoje encontramos 3 situações nas empresas.

Sistemas legados

Os primeiros sistemas utilizavam linguagem de programação arcaica, em desuso hoje, e já não podem mais ser utilizados. As empresas visionárias, que utilizaram desses sistemas nos primórdios, hoje lidam com as dificuldades de migração. Esses são casos raros, porém ainda existem.

Servidores

Um caso comum hoje é a utilização de sistemas ambientados em servidores locais. Esses softwares exigem um grande investimento em infraestrutura de TI para se manterem funcionais, o que pode ser um problema para pequenas empresas.

Cloud

Com a evolução da tecnologia, vimos o surgimento da computação em nuvem e a disponibilização de serviços de software. Hoje, qualquer pequena empresa pode, por meio da contratação de um serviço, contar com um ERP moderno e funcional ambientado em nuvem.

Diferencial competitivo no passado

Os primeiros ERPs não eram sistemas tão complexos e completos como os existentes hoje no mercado, mas geraram um grande diferencial para as empresas que os produziam.

Na era pré-transformação digital, a informação ainda era escassa e, por isso, as empresas que utilizavam desse tipo de controle tinham muito mais facilidade para atender suas demandas sem exagerar com produção ou cometer erros, maximizando seu sucesso.

Diferencial competitivo no presente

O principal diferencial do uso de ERPs hoje nas empresas é o aumento de eficiência. O gestor pode se informar acerca de todas as atividades em desenvolvimento dentro do negócio e identificar gargalos de forma simples.

Possuindo esses dados em mãos é possível trabalhar em soluções que visem melhorar os processos e garantir os melhores resultados. No mercado atual, para brigar por espaço e se desenvolver é preciso a máxima eficiência.

Os ERPs e a Transformação Digital

A Transformação Digital e a adoção de novas tecnologias e inovação dentro de uma organização têm um ponto de partida muito claro. É a implantação de um ERP.

Esse tipo de sistema, responsável direto pelo gerenciamento de diversas informações administrativas e de produção dentro da empresa, pode se tornar o primeiro passo para buscar a inovação e demais ferramentas que podem propiciar competitividade no mercado.

A informação é o ponto central da Transformação Digital e por conta disso, manter um ERP para coletar e processar todos os dados gerados dentro da organização é essencial para essa estratégia.

Futuro dos ERPs

A tecnologia se mantém em constante evolução e com os ERPs não poderia ser diferente. Esses sistemas tendem a melhorar e implementar novas funcionalidades conforme as demandas das empresas surgem. Entre os principais pontos esperados em um futuro próximo estão:

Inteligência artificial

inteligência artificial deixou as telas de cinema e já faz parte de nossas vidas em vários aspectos. O futuro dos ERPs está intimamente ligado a essa tecnologia com o objetivo de melhorar a produtividade das empresas provendo para o gestor as melhores informações e sugestões.

Segurança

As ameaças cibernéticas crescem conforme a tecnologia evolui. Nos últimos anos estamos enfrentando um aumento significativo no número de ataques, orquestrados por cibercriminosos, contra empresas. O que se espera é a melhora dos requisitos de segurança dos ERPs para evitar qualquer tipo de vazamento ou roubo de dados.

Flexibilidade e integração

Hoje, um gestor conta com uma série de ferramentas que podem lhe auxiliar no gerenciamento de uma empresa, como sistemas de logística, BI, recursos humanos, entre outros. Por meio do aumento desse ambiente gerencial, espera-se que os ERPs possibilitem cada vez mais integração entre as informações, formando um banco de dados único.

Eficiência operacional

A tecnologia por si só não é capaz de gerir uma empresa, ainda, mas tem a capacidade de prover todo um arcabouço de funcionalidades que possam auxiliar o gestor nessa atividade. Em um futuro próximo, se espera que os ERPs possam contar com cada vez mais armas para o aumento da eficiência operacional.

Devido ao aumento significativo da competitividade das empresas, por causa da transformação digital e do uso das novas tecnologias, é essencial a implantação de um ERP na busca por melhores resultados. Esperamos que este texto tenha deixado isso muito claro.