O papel do CEO na Transformação Digital

Mais do que liderar, incentivar: entenda o papel do CEO na Transformação Digital

Muitas são as responsabilidades de um CEO na transformação digital de uma empresa. Como principal liderança da organização, ele exerce um papel crucial na implementação de uma cultura de inovação, integração entre as equipes, empoderamento dos colaboradores e desenvolvimento dos demais líderes e executivos.

Não existe uma regra de como um CEO deve atuar na transformação digital da organização que liderará: em alguns casos, ele estará à frente do processo, enquanto, em outros, essa responsabilidade será delegada a executivos, como o CMO e CIO.

Todavia, há deveres e boas práticas que são válidos para qualquer um desses cenários. Vamos a eles!

Implementando uma cultura de inovação

Uma boa estratégia pode ser fundamental para que o processo de transformação digital aconteça sem atritos, mas antes dela, é imprescindível implementar uma cultura de inovação e um mindset digital na empresa.

O pai da administração moderna, Peter Drucker, costumava dizer que “a cultura devora a estratégia no café da manhã”. É fácil comprovar essa afirmativa em um processo de transformação digital: por mais brilhante que seja a estratégia de mudança, ela não resistirá à primeira segunda-feira do mês se a cultura não estiver amadurecida o bastante para recebê-la.

Na prática, se uma estratégia de transformação digital for inserida em uma cultura baseada em valores e técnicas obsoletas, ela será rejeitada pelas equipes de uma forma semelhante a que os anticorpos rejeitam um invasor no organismo humano.

Para conseguir efetivar essa metamorfose com mais eficiência, a cultura empresarial precisa ser antes vacinada e preparada para a transformação digital. E o principal responsável por isso é o CEO.

O CEO é muito mais que um gestor. Ele é a principal liderança na organização e um exemplo para os demais colaboradores. A máxima de Mahatma Gandhi se encaixa bem aqui: “Se você quer mudar o mundo, mude antes a si mesmo”.

É responsabilidade do CEO investir em sua transformação digital pessoal. Para ser capaz de guiar a organização nesse processo, ele precisa compreender como as novas tecnologias estão mudando a forma que o trabalho é realizado na sua empresa e porque se adaptar não é uma opção.

Quando o CEO já compreende a importância da transformação digital e desenvolve um mindset digital, seu processo de tomada de decisões será mais orientado à inovação e suas atitudes refletirão em toda a empresa. Qualquer pessoa em um papel de liderança sabe da visibilidade das suas ações para os seus colegas e da importância em liderar pelo exemplo. No caso do CEO, isso é ainda mais decisivo.

transformação da cultura organizacional é um processo longo, mas que deve começar de cima para baixo. Se o CEO não for a figura que dará o ponto de partida nessa mudança, ele deve ser um dos primeiros a absorver a transformação digital para depois empoderar os colaboradores e desenvolver as demais lideranças que nortearão essa metamorfose.

Desenvolvendo lideranças para a transformação digital

Uma vez que o CEO já embarcou no projeto de transformação digital de uma empresa, o próximo passo é construir o time que estará à frente dessas mudanças. Para isso, é necessário encontrar não só pessoas que sejam excelentes profissionais e que estejam atualizadas com as novidades tecnológicas, mas que também saibam trabalhar como uma equipe.

Um bom CEO não é aquele que centraliza todas as decisões e deixa a empresa à disposição dos seus desígnios, mas sim o que tem maturidade para encontrar e reconhecer pessoas mais capacitadas para cada uma das áreas de conhecimento da organização, trabalhando para garantir coerência e colaboração entre equipes e setores distintos.

E isso deve começar no C-level, que é a alta diretoria de uma empresa. CMO, COO, CIO, CFO e todos os executivos que ocupam cargos de liderança estratégica precisam entender suas responsabilidades e deveres no processo de transformação digital, como a identificação das tecnologias que impactarão a produtividade dos setores e o desenvolvimento de novas formas de se trabalhar, condizentes com o cenário contemporâneo.

Portanto, é papel do CEO desenvolver e preparar as lideranças da organização para esse processo, de forma que consiga delegar responsabilidades e orquestrar com maestria a integração entre as áreas durante uma adaptação que, muitas vezes, é brusca e disruptiva.

Além dos executivos do C-level, é esperado que outras lideranças no processo de transformação digital surjam na empresa: a cultura de inovação abre espaço para que colaboradores de todos os níveis possam participar das decisões e estratégias da empresa. Cabe ao CEO não só recompensar essa proatividade, como tomar ações afirmativas para empoderar suas equipes.

Empoderando colaboradores para uma nova era

A transformação digital não é apenas sobre adoção de novas tecnologias: é sobre mudanças disruptivas na proposta de valor de empresas e como elas se conectam com os novos consumidores em um contexto digital.

Essa revolução está acontecendo em todos os níveis e empresas inovadoras, como Uber, Airbnb, Google e Netflix, que souberam aproveitar oportunidades para conquistar vantagem de mercado sobre organizações que nem imaginavam que teriam essa concorrência e demoraram a se adaptar.

Como já foi dito, o processo de implementação de uma cultura de inovação na companhia é algo que parte de cima para baixo. E quando é amadurecido, é esperado que chegue no sentido inverso: muitas novidades disruptivas surgirão nas equipes operacionais, que descobrirão novas tecnologias e formas mais eficientes de gerar valor, o que pode significar uma mudança radical na estrutura da organização.

Para isso acontecer, é fundamental que o CEO saiba como empoderar suas equipes. Como principal líder da empresa, não basta apenas ter os ouvidos abertos para sugestões dos colaboradores. É necessário dar incentivos para que eles falem e, claro, percebam oportunidades de melhoria na realização do trabalho.

Isso pode ser feito de diversas formas, desde ações simbólicas, como a distribuição de recompensas para os pioneiros da inovação, e, ainda, cursos e treinamentos que desenvolverão melhor o mindset digital de cada colaborador. Além de serem cruciais para a transformação digital, essas medidas também impedirão a evasão dos principais talentos da empresa.

A atribuição do CEO na transformação digital pode variar de acordo com a estratégia adotada e o perfil da empresa, mas é seguro dizer que suas principais responsabilidades estão no desenvolvimento da cultura e lideranças que são pilares desse processo.

Fundador do Transformação Digital

Tiago Magnus atuou nos últimos 10 anos em projetos digitais, trabalhando com marcas como Lenovo, Carmen Steffens, Mormaii, VTEX, Carrefour, Centauro, entre outras, e como sócio de uma das principais agências digitais do Brasil. Hoje, é Diretor de Transformação Digital na ADVB e Fundador do TransformacaoDigital.com.