A maior incubadora de startups do mundo

Conheça a maior incubadora de startups do mundo, Station F, sediada em Paris

Freedom, Fellow, Funding, Freyssment, Founders, Fun. Os empreendedores franceses agora têm uma casa para chamar de sua. Batizada de Station F, a super incubadora inaugurada pelo presidente francês, Emmanuel Macron, e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, acomoda até 1.000 startups e conta com a presença de players, como Hec Paris, Havas, Facebook, Microsoft, Vente-Privee, Amazon Web Services e Zendesk, entre outros.

Erguida em um complexo ferroviário abandonado, o Halle Freyssinet, transformado após receber R$ 1 bilhão em investimentos, a Station F tem 34.000 metros quadrados, 3.000 estações de trabalho, 60 salas de reunião, 8 auditórios e 26 programas de acompanhamento para startups.

Projetado pelo escritório Wilmotte & Associés, o vão principal mede, em comprimento, uma Torre Eiffel deitada (310m de extensão x 58m de largura), e ainda abriga mercado, restaurante, cozinhas, café, bar e uma quadra de tênis na cobertura.

E tudo isso funcionando 24 horas por dia, sete dias por semana.

Preços

Tendo como principal entusiasta e investidor Xavier Niel, a Station F deve inaugurar, em breve, três torres residenciais para jovens que desejarem morar perto do trabalho.

Serão 100 apartamentos coletivos, que poderão receber até 600 pessoas diariamente, e com academia, café e bar exclusivos – tudo isso a 10 minutos da estação.

Para fazer parte desse ecossistema de primeira grandeza, cada empreendedor desembolsa mensalmente 195 euros, algo como R$ 800,00. Há promoções para grupos.

O Programa Fellowship, de adesão anual, é comercializado a 900 euros ou R$ 3000,00 e é anunciado como “o maior clube de empreendedores do mundo”.

Programa Fighters

Pensando em empreendedores vindos de classes periféricas, a Station F criou o Programa Fighters, por meio do qual oferece espaço e mentoria gratuitos a profissionais e grupos selecionados.

“Os Fighters são todos aqueles que são empreendedores de alma, mas não cresceram em um ambiente privilegiado. O programa é gratuito, ambicioso, durável e acessível – mas exigente. Por que decidimos apoiar os Fighters? Porque a diversidade é fonte de riqueza para a inovação e todo o mundo pode se tornar um empreendedor”, justifica a Station F, em comunicado.

“Estamos abarrotados de trabalho, uma vez que cada inicialização de colegas de equipe passa por uma ‘sessão onboarding’, onde todos obtêm seus crachás e são explicadas as regras do campus”, dizem os administradores.

Nos primeiros meses, a estação recebeu 20 eventos por semana “sobre todos os tópicos relativos a startups, workshops e bate-papos com palestrantes incríveis”.

Eventos divertidos também não faltaram, como Ask Me Anything, sessões com superstars da tecnologia, aperos informais e competições esportivas.

“E ainda ficamos entusiasmados ao organizar acontecimentos incríveis, como o MIT Innovators -35 anos, Meilleur Dev de France (com 7.000 convidados no campus!) e Change Now!”.

Devemos ter mais diversidade neste lugar do que na própria cidade de Paris, disse Xavier Niel à Business Insider.

Pelo jeito, ele não exagerou.

Conheça a Station F: https://stationf.co/fr/

Siga o Xavier Niel no Twitter: @Xavier75

*Artigo originalmente publicado na Revista França-Brasil da Câmara de Comércio e Indústria França-Brasil, onde sou coordenador da Comissão de Comunicação e Marketing


Continue aprendendo

Imagem: Patrick Tourneboeuf

#1 LinkedIn Top Voices / Head na Tawil Comunicação

Jornalista, radialista e escritor. É head da Tawil Comunicação, agência que fundou em 2010, em São Paulo. É comentarista da Rádio Globo (94,1 FM), SAP Marketing Influencer e diretor de Comunicação do Instituto Capitalismo Consciente Brasil. Atua como coordenador na Câmara de Comércio França-Brasil e participa ativamente de instituições, como conselheiro e embaixador, ligadas às causas do Refúgio, Educação, Igualdade Racial e Comunicação.