Estratégia de TI: hora de levar o setor a sério para se tornar digital

Estratégia de TI hora de levar o setor a sério para se tornar digital

O setor de Tecnologia da Informação nunca foi tão destacado como atualmente. Segundo uma pesquisa realizada pela Logicalis, no Brasil, o departamento de TI cresceu cerca de 50% em 2018, tendo, ainda, uma previsão de crescimento de 10% para este ano, de acordo com a IDC.

Isso prova que muitos gestores já entenderam a importância do investimento em inovações para acompanhar a rapidez das mudanças e, principalmente, o mercado competitivo que é cenário da Transformação Digital.

No entanto, não basta apenas aumentar o protagonismo de novas tecnologias nos negócios para obter bons resultados, também é preciso adotar uma forte estratégia de TI.

Além de aprender o que é, bem como os objetivos e benefícios de uma estratégia de TI, neste artigo você também vai descobrir por que tantos gestores estão focando seus esforços nela no atual cenário da Transformação Digital. Vamos lá?

O que é uma estratégia de TI?

Uma estratégia de TI é um documento que mostra como o próprio TI auxiliará o cumprimento de todas as metas do plano de negócios da empresa — sejam elas a melhora da segurança de dados, o maior controle de vendas, o monitoramento mais eficaz de todos os setores, entre outros.

Basicamente, enquanto a estratégia geral da organização determina todos os objetivos que precisam ser alcançados ao curto, médio e longo prazo, a estratégia de TI é feita para determinar como a tecnologia pode ajudar a cumpri-los dentro do tempo estipulado.

Para que as ações sejam bem executadas, todos os setores precisam ser comprometidos em alinhar a tecnologia da informação com as estratégias gerais do negócio.

Quais são seus principais objetivos?

Agora que você sabe o que significa uma estratégia de TI, provavelmente, já deve entender porque as empresas estão alinhando cada vez mais os negócios à tecnologia. Mas, caso ainda não tenha captado a ideia, caro leitor, não se preocupe! Separamos os principais papéis de uma estratégia de TI para facilitar as coisas para você:

Manter informações fluídas

Não há como negar a importância de ter uma boa comunicação interna e compartilhar informações em uma empresa — principalmente nos dias atuais, com o modelo hierárquico profissional cada vez mais horizontal.

Nesse sentido, as ferramentas de TI de compartilhamento de dados aparecem com o objetivo de dar mais fluidez às informações no ambiente de trabalho, possibilitando a criação de uma visão unida de todos os processos.

Material complementar: Gestão de dados: por que e como fazer?

Acelerar a inovação

As ferramentas de TI alinhadas aos negócios também têm um importante papel de facilitar diversas tarefas manuais e substituir tecnologias obsoletas — que não são mais úteis para a produção. No fim, além de minimizar erros humanos, essas soluções aumentam a produtividade das operações, acelerando, consequentemente, a criação de produtos e serviços dentro da empresa.

Analisar movimentos do mercado

O mercado competitivo exige que as empresas saibam antecipar movimentos do mercado a fim de se preparar para possíveis crises, descobrir tendências do ano e, assim, tomar as melhores decisões de acordo com os objetivos da organização.

Os insights da análise de dados — gerados a partir de ferramentas específicas — permitem que os gestores tenham a noção clara do que está acontecendo dentro e fora da organização a todo momento.

Por que apostar em uma estratégia de TI?

Colocar em prática uma estratégia de TI traz inúmeros benefícios para o crescimento do negócio no atual cenário da Transformação Digital. Confira os principais a seguir:

01. Controle do orçamento

Uma das maiores vantagens de investir em uma estratégia de TI é o maior controle do dinheiro. O planejamento prévio e a comparação de preços de hardwares e softwares podem trazer uma boa economia para a empresa.

E isso não quer dizer que você deve investir somente em tecnologias de baixo custo, mas sim naqueles modelos que permitem o básico de escalabilidade e flexibilidade — isso vai possibilitar o investimento do capital em outras partes do negócio.

02. Monitoramento eficiente do trabalho das equipes

Por oferecer uma visão mais clara de todos os setores, a partir do compartilhamento de informações, o TI também é extremamente vantajoso no monitoramento do desempenho de equipes. Isso é crucial para que os colaboradores trabalhem de forma alinhada e harmoniosa, a fim de garantir os melhores resultados para o negócio. 

Além disso, também é uma forma de verificar a produtividade em cada departamento e identificar possíveis problemas que estejam atrapalhando o engajamento da equipe. Algumas dificuldades tecnológicas chegam a mobilizar 7 colaboradores por 3 horas, segundo uma pesquisa da Teamquest.

Nesse caso, em que há uma grande perda de tempo e dinheiro, o monitoramento de equipes poderia auxiliar o gestor a encontrar possíveis gargalos e reverter o problema de forma rápida.

03. Vantagem competitiva

Esse benefício é uma consequência direta do papel do TI em analisar os movimentos do mercado. Entender quais são as mudanças tecnológicas do mercado e sobretudo atualizar constantemente o porte tecnológico da empresa é algo fundamental para garantir vantagem competitiva.

O acompanhamento e análise de dados lhe dá a chance de ser pioneiro de inovações tecnológicas essenciais para se destacar frente à concorrência. 

Qual a importância dessa estratégia na Transformação Digital?

A Transformação Digital é a representação do modo como o mundo corporativo adota as tecnologias — sofrendo mudanças estruturais, operacionais, mercadológicas etc. — a fim de melhorar a eficiência dos processos e acompanhar o mercado competitivo.

Graças às novas necessidades do atual cenário, o setor de TI não pode ser visto apenas como um suporte da organização, muito pelo contrário: ele deve ser encarado como o braço direito dos negócios, colaborando com o alcance de todos os seus objetivos gerais de crescimento.

A maior presença tecnológica permite que a empresa tenha uma gestão mais eficiente e bem orientada. E como é preciso que ela seja manuseada por profissionais qualificados no TI, nada melhor do que criar uma parceria entre as duas áreas — o que inclui o trabalho de ambas as estratégias, TI e negócios, para alcançar as metas que garantirão o sucesso da empresa diante dos concorrentes.

A estratégia de TI é uma forma de alinhar os objetivos da empresa com a tecnologia. O TI não funciona mais como um suporte: ele é um setor indispensável para qualquer organização que anseia o sucesso no cenário da Transformação Digital e, portanto, precisa do seu espaço junto ao plano geral de negócios.

Gostou de aprender a importância de uma estratégia de TI? Então, aproveite para conferir como as tecnologias de segurança impactam o seu negócio!

CEO na Introduce

Formado em Redes de Computadores, com especializações em Gestão de Pessoas, Coaching e MBA em Marketing. É co-founder da introduceti.com.br, que conduz o crescimento dos negócios através de estratégias e tecnologias. Além disso é investidor no projeto Globin.it, Middas e Grupo 3Minds.