Os desafios da segurança de dados empresariais

Entenda como superar os desafios da segurança de dados dentro de empresas

Estamos vivenciando um período focado na descoberta e no avanço de diferentes tecnologias. A transformação digital vem ganhando espaço dentro das pequenas, médias e grandes empresas com soluções estratégicas — ponto positivo! —, mas com ela também surgem desafios relacionados à segurança digital.

Como estamos cada vez mais utilizando a internet para diferentes fins, pessoais ou empresariais, é comum que cibercriminosos estejam constantemente tentando burlar o sistema de segurança de dados. Esse ano em nosso país, por exemplo, uma rede varejista renomada foi atacada e cerca de 2 milhões de clientes tiveram dados vazados.

E então, quer saber quais são os desafios da segurança de dados empresariais?

Manter a segurança das informações de clientes e da empresa

A privacidade dos clientes é um dos fatores mais importantes. Casos como o descrito no início deste artigo, cujos consumidores saem prejudicados, podem abalar seriamente a reputação de uma empresa. Por isso, lideranças mundiais estão reconhecendo a cibersegurança como prioridade.

A segurança de dados dos clientes e da empresa, cujos pilares podem ser definidos como confidencialidade, integridade e disponibilidade, deve começar com um projeto de segurança da rede bem elaborado por uma equipe de TI especializada, a qual indicará softwares adequados e outras ferramentas visando a segurança das informações.

Enfrentar o surgimento de malwares destrutivos

Grupos criminosos continuam apostando em novas armas, inclusive para dispositivos móveis. O Ransomware, por exemplo, um vírus malware, é considerado um sequestrador digital, já que altera os dados de maneira que o usuário perca o acesso ao próprio computador.

Com medo, muitos pagam o valor do “sequestro” — e o pagamento é feito por meio de bitcoins, o que dificulta o rastreamento dos cibercriminosos. Dependendo do ataque, não apenas o computador é acessado, mas toda a rede — preocupação ainda maior para a empresa.

Lidar com o BYOD

BYOD equivale a “Bring Your Own Device”, em inglês, traduzido para o português como “traga o seu próprio aparelho”.

Essa prática está colaborando para o aumento dos riscos de segurança, já que muitos usuários desconhecem tanto a ameaça quanto as ferramentas de proteção de informações para seus dispositivos pessoais, como notebooks e smartphones.

É necessário que as pessoas entendam os riscos de abrir arquivos, dos quais não se sabe a origem, em seus equipamentos.

Se adaptar à Internet das Coisas

A Internet das Coisas pode ser definida como uma rede com diversos elementos do nosso dia a dia, os quais estariam conectados à internet — desde a nossa geladeira até o nosso veículo.

Devido a essa extensão, considera-se o controle que pessoas mal-intencionadas podem ter sobre nossa privacidade e segurança, caso consigam interferir na coleta e na transmissão de dados.

Proteger a propriedade intelectual da empresa

Profissionais de TI procuram proteger os ambientes virtuais e combater o comprometimento de dados, cuja finalidade é a exploração; o roubo de propriedade intelectual é uma preocupação de muitos desses profissionais, já que o extravio de dados pode acarretar prejuízos financeiros e afetar a imagem da empresa.

Nesse cenário, o armazenamento em nuvem surge como aliado à segurança, já que riscos e custos são elevados ao utilizar um servidor privado; na nuvem, há constantes atualizações e backups e o acesso às informações é restrito.

No entanto, de modo geral, a equipe que cuida da segurança precisa estar constantemente prevenida a fim de haver a detecção precoce de ameaças e a reação imediata.

Software de gestão empresarial, por exemplo, que trabalham com o sistema ERP em nuvem, geralmente possuem uma forte segurança visando o sigilo dos dados da empresa e dos clientes, fundamental para o meio empresarial.

Afinal, o que compõe um ambiente seguro? Podemos considerar a combinação de:

  • hardwares;
  • softwares;
  • appliance;
  • política de segurança.

Essa política de segurança deve visar a proteção de dados e de usuários, com ferramentas adequadas e monitoramento das redes.

Afinal, como proteger os dados de sua empresa?

Utilizar um sistema ERP online pode ser a solução que você está buscando para aumentar a segurança de dados empresariais. Quer saber o porquê? Confira:

  • os arquivos são armazenados na nuvem e apenas membros da equipe autorizados pelo gestor podem acessá-los;
  • a tecnologia da criptografia é sempre usada para garantir a segurança de dados confidenciais da empresa e dos clientes;
  • o sistema ERP online é protegido por senha, sendo extremamente seguro e inviolável;
  • há o backup diário e automático das informações;
  • o sistema utiliza a mesma segurança dos grandes bancos — além de protegidos, os dados ficam armazenados em dois servidores diferentes, garantindo que o sistema esteja sempre disponível para uso, a qualquer hora e de qualquer lugar.

Enfim, apresentamos aqui alguns desafios da segurança de dados empresariais. Considerando as ameaças, é fundamental buscar uma equipe especializada para elaborar um projeto de segurança da rede para a sua empresa.

E então, já sabe quais os desafios da segurança de dados empresariais sua empresa precisa superar?

 

Analista de marketing na GestãoClick

Apaixonada por marketing digital e pela área da saúde. Analista de marketing no GestãoClick, um software de gestão empresarial que ajuda milhares de empresas a organizar e aumentar suas vendas diariamente, e estudante de Farmácia na UFMG.