Os impactos da diversidade e inclusão na Transformação Digital

Os impactos da diversidade e inclusão na Transformação Digital

Diversidade e inclusão são duas palavras que devem dominar o mercado em 2019. Por questões éticas, morais e culturais, sim. Afinal, a Transformação Digital é feita por pessoas – todas elas.

Mas, se por algum motivo, esses temas passam batido por você, ainda podemos ressaltar que a diversificação dos colaboradores é um ótimo negócio para as organizações, que estão tendo um grande resultado por conta de ações inclusivas.

Até pouco tempo atrás (e ainda hoje, em alguns tristes casos), minorias não eram bem representadas dentro dos espaços de trabalho e tinham poucas oportunidades de crescimento dentro das empresas. Com essa nova visão sobre diversidade e inclusão, esse fato deve começar a mudar.

Neste artigo, queremos mostrar para você a importância da diversificação do ambiente de trabalho por meio da inclusão, seus benefícios e também as formas de impulsionar esse movimento dentro de sua empresa em 2019.

Diversidade e a produtividade

A Mackinsey, uma das principais empresas de consultorias do mundo, lançou, no começo de 2018, um relatório muito interessante sobre a diversidade do ambiente de trabalho. A empresa vinha coletando dados e informações desde 2014 sobre o assunto em diversas organizações.

Esse relatório chamado “Delivering through Diversity” tem como principal insight o fato de que empresas que mantiveram políticas de inclusão e diversidade obtiveram melhores resultados que as demais.

No estudo foram analisadas questões como igualdade de gênero e esforços realizados para promover a diversidade étnica e cultural dos colaboradores. Sendo que aquelas que apostaram em apenas um desses dois itens foram um pouco piores em termos de resultado.

Os primeiros números, coletados ainda em 2014, demonstraram que empresas comprometidas com a diversidade lucravam cerca de 15% a mais que as que não mantinham nenhum tipo de política de diversidade e inclusão.

Já em 2017, último ano de coleta de informações do relatório, os índices foram ainda melhores, mostrando que empresas inclusivas conquistaram lucros até 21% maiores que as outras. Isso apenas deixa claro, por meio dados, algo que é explícito: diferentes visões de mundo combinadas podem gerar muito mais resultado.

Diversidade e inclusão em 2019

Com a divulgação desse e vários outros materiais que sustentam a afirmação de que a diversidade e inclusão fazem bem para os negócios, pode-se prever que, a partir de 2019, os números de empresas comprometidas com essa ideia aumentarão significativamente.

A dificuldade para encontrar e reter talentos, por exemplo, pode ser vista como uma oportunidade de abrir portas para grupos étnicos e culturais com visões muito mais amplas do que aquelas do “padrão corporativo”.

Além disso, 2019 conta com a chegada massiva de millennials no mercado de trabalho, o que demandará diferentes abordagens por parte das empresas, uma vez que a geração Y não se comporta como seus antecessores.

Essa nova geração está acostumada a se manter conectada o tempo todo e trabalha muito melhor em grupos onde a diversidade e a inclusão estão presentes. A popularização do trabalho remoto também é uma forte tendência trazida pelos millennials.

Através dela, qualquer empresa pode contratar trabalhadores de várias partes do mundo utilizando diversas ferramentas de comunicação, tornando ainda mais fácil o processo de diversificação da força de trabalho.

Em um momento onde todos estão tateando no escuro uma forma de vencer novos desafios nunca antes vistos no mercado, ter profissionais com diferentes cargas culturais e vivências de mundo pode ser o diferencial para dar os próximos passos.

Impulsionando a diversidade e a inclusão

Caso sua empresa ainda não tenha dado nenhum passo em direção à diversidade e inclusão, saiba que ainda é possível correr atrás do tempo perdido, reformular a cultura, atrair novos talentos e promover a inclusão no espaço de trabalho. Para ajudar você, criamos um passo a passo inicial bem simples:

Demonstre o interesse em diversidade e inclusão

O primeiro passo é sempre atrair os melhores talentos e, para isso, você deve deixar claro que a empresa mantém uma política de inclusão. É preciso demonstrar que a empresa está interessada em contratar profissionais de diferentes grupos étnicos e gêneros.

Isso faz com que as pessoas que fazem parte desses grupos enxerguem a oportunidade de saírem de ambientes tóxicos e fazerem parte de uma organização que irá não apenas abraçá-los, como também investir em seu desenvolvimento profissional.

Tome medidas de mudança

Não basta apenas atrair colaboradores para compor um ambiente de diversidade e igualdade de gênero, a conversa e o diálogo também são fundamentais em um processo de retenção desses talentos. Busque sempre entender quais são as demandas e como suprir as necessidades.

Além disso, a cultura da empresa deve se adaptar à nova realidade para evitar qualquer atrito. Tratar minorias como minorias cria a sensação de que aquelas pessoas estão ali por outras questões fora merecimento, gerando barreiras entre elas e os outros colaboradores e mandando pelo ralo todo o propósito da inclusão.

No final, pessoas – de todas as etnias – são apenas pessoas, com anseios e desejos comuns. Favoreça a troca de experiências de igual para igual e estimule o desenvolvimento profissional de todas elas, sem fazer distinção de raça, cor ou credo.

Gere oportunidades profissionais para todos

Para manter um ambiente inclusivo, no qual todos os colaboradores estejam satisfeitos, é preciso gerar igualdade de oportunidades profissionais para todos.

Por exemplo, na maioria das vezes, os homens levam alguma vantagem na hora de buscar uma promoção. Essa distinção na maioria das vezes, se dá pois boa parte das mulheres no Brasil têm uma jornada dupla, no trabalho e em casa, tendo menos tempo para aplicar em seu desenvolvimento profissional. Uma boa forma de equiparar as coisas nesse caso, seria ofertar treinamentos internos para desenvolver lideranças femininas.

Pense a longo prazo

Assim como qualquer outra contratação, buscar a inclusão leva algum tempo, não se pode contratar novos colaboradores apenas para criar um ambiente inclusivo, é preciso levar em consideração também as suas habilidades.

Por conta disso, a inclusão e diversidade é um projeto a longo prazo. Inicie imediatamente para que a sua empresa possa se beneficiar de todos os pontos positivos que essa estratégia pode trazer em termos sociais, financeiros e inovativos.

A diversidade e inclusão são dois temas chave para o futuro das organizações e terão um papel de destaque na transformação digital, gerando insights e ideias de futuro e atuação para muitas empresas.

Restou alguma dúvida sobre a importância da diversidade no ambiente de trabalho? Então entenda aqui por que ela deve ser vista como um tema urgente, não apenas um modismo.