O protagonismo das mulheres na Transformação Digital

Entenda o protagonismo das mulheres na Transformação Digital

As rápidas transformações do mundo estão sendo impulsionadas pelo segmento digital. Por isso, hoje, as empresas de softwares e dados são consideradas as mais valiosas do mercado. Mas, como a atual moeda comercial está baseada na velocidade, para que essas grandes empresas se mantenham sempre atualizadas e no topo são necessários investimentos constantes em pesquisas e inovações.

Junto com essa transfiguração do mercado, a participação cada vez mais intensa das mulheres na transformação digital, à frente de grandes empresas do ramo, tem sido notória e desejada em muitas organizações.

Mulheres na transformação digital

Como podemos ver, apesar dos grandes desafios, as mulheres estão assumindo seu protagonismo na transformação digital, à frente de importantes empresas que estão inovando o mercado, mostrando que podem gerar resultados exponencialmente maiores do que empresas tradicionais comandadas por homens. Porém, o caminho para essa participação ainda está só no começo!

O ambiente tecnológico e a participação feminina

O campo da tecnologia tornou-se um espaço bem remunerado e de grandes oportunidades no mercado de trabalho. Contudo, ainda é visto como um ambiente predominantemente masculino.

Isso acontece porque, nesse meio, um número maior de homens do que de mulheres acaba permanecendo na área. De acordo com o  relatório do National Center for Women and Information Technology’s, do total de mulheres na área de TI, 56% delas deixam seus empregos quando chegam ao auge da carreira.

Questões como família, a cultura masculina do ramo de tecnologia e ainda outros fatores têm gerado impactos sobre participação da mulher nesse ambiente.

É possível perceber a disparidade que existe entre o número de mulheres que ingressam na indústria de TI − 26% do total de ingressantes da área, em 2016, de acordo com o National Center for Women and Information Technology’s  − em relação às que assumem posições de liderança. E se ainda comparamos a participação feminina à masculina, nessa área, a diferença é ainda maior, apenas 5% ocupam o cargo de CEOs, pela lista S&P 500.

Mulheres na Transformação Digital: as vantagens da liderança feminina

Mas a visão em relação à participação da mulher em cargos de liderança tem mudado. A Information Week publicou um artigo sobre o porquê de as organizações que possuem um maior número de líderes femininas terem enormes chances de superar a média.

Isso acontece porque as mulheres desenvolvem características que são positivas para o cargo, tais como a avaliação de riscos, tomada de decisão e ainda outras qualidades que são apreciadas nesse ambiente empresarial instável — sempre se modificando rapidamente.

Outro fator também tem sido relevante para essa inserção feminina na liderança de ambientes tecnológicos: a possibilidade de obter diversificados olhares sobre uma situação, provocados por diferentes equipes lideradas por gêneros também diferenciados, melhorando as perspectivas e, como consequência, as condições para a tomada de decisão.

Empresas globais e o incentivo à liderança feminina

Algumas empresas na área de TI, observando os benefícios da inserção da mulher em cargos de liderança, já estão desenvolvendo programas para recrutar e manter essas profissionais em suas empresas. Duas delas se destacam nesse empreendimento, são elas:

Jabil

A Jabil é uma empresa americana multinacional que possui unidades em 24 países e produz soluções para produtos eletrônicos, fornecendo desde o projeto até a administração da fabricação desses produtos. As características principais dessa empresa estão em oferecer soluções individualizadas e abrangentes para diversos setores de empresas em todo mundo.

Além de a empresa Jabil encabeçar a transformação digital, é necessário que ela também conduza as mudanças rápidas e constantes dentro da própria organização. Hoje, quem guia o desenvolvimento da empresa são, na grande maioria, líderes femininas.

Isso está acontecendo porque a empresa reconheceu o problema de gênero existente e tem criado iniciativas específicas para capacitar mulheres para cargos de liderança.

Incedo

A Incedo é uma empresa jovem, com unidades nos EUA e na Índia, que presta serviços de consultoria focados em Data Analytics e Emerging Technologies, criando soluções por meio de novas tecnologias com o intuito de transformar a dinâmica das empresas.

Reconhecendo a questão de gênero nos cargos de lideranças das empresas na área de TI, a Incedo busca abordar essa questão com o programa I-Step Up.

O programa, além de focar na capacitação de líderes femininas, também é um lugar para o compartilhamento das experiências de mulheres de diferentes origens profissionais.

A Incedo ainda utiliza o fórum do I-Step Up para buscar e atender as necessidades compartilhadas pelas mulheres em relação ao ambiente de trabalho, como um instrumento de retenção dessa profissional.

Hoje, o protagonismo das mulheres na transformação digital está sendo marcado pelo trabalho de qualidade desenvolvido por grandes líderes empresariais. Além disso, a inovação e a diversidade de pensamento foram alguns dos benefícios encontrados com a inserção da diversidade de gênero no ambiente de trabalho, tornando positiva para as empresas a participação feminina em cargos de liderança.

Com a mudança de mentalidade em relação aos valores culturais da área, ainda há muito espaço para outras mulheres despontarem e chegarem a cargos de liderança em empresas tecnológicas.

Gostou de saber que a área de TI está aberta à participação feminina? E que ainda há muito espaço para as mulheres neste ambiente profissional? Se você gostou deste post ou ainda quer compartilhar outros casos de grandes empresas na área de tecnologia que são gerenciadas por mulheres, deixe um comentário!


Continue aprendendo