Não é exagero dizer que todos os setores da economia tiveram que se adaptar em 2020. Diante da impossibilidade de encontros presenciais, as empresas de eventos corporativos, por exemplo, passaram a investir em tecnologia

Recursos antes empregados para selecionar o melhor centro de eventos ou o catering completo são agora aplicados em velocidade de internet.

Com a reabertura do mercado em curso, onde se estruturam normas para o retorno gradual de algumas atividades, os eventos híbridos passam a ser uma opção, baseados na interação física com a virtual. 

Contudo, ainda restam dúvidas a respeito de suas características, visto que cada país está passando por processos diferentes dentro do contexto da pandemia. Conheça mais sobre o assunto a segui!.

Por que os eventos corporativos híbridos são uma boa opção?

Os eventos corporativos híbridos acompanham uma mudança de mercado que, por sua vez, segue uma mudança de hábito na sociedade. 

Com o fortalecimento dos ambientes online, oferecer eventos híbridos se torna uma alternativa para não abandonar a audiência virtual quando os eventos presenciais voltarem a acontecer. Entenda o porquê:

Mudamos de hábitos (talvez para sempre)

É impossível imaginar que todas as mudanças pelas quais a sociedade passou nos últimos meses não afetem o mercado de eventos. Afinal, estamos mais ligados no ambiente online, aprendemos ferramentas novas para agilizar a comunicação e buscamos entender aplicativos que não conhecíamos.

Estamos lidando com o ambiente virtual de forma diferente, entendendo que ele é, de fato, um componente de socialização, e não apenas um espaço organizado por algoritmos.

Viagens corporativas vão demorar a voltar

Na esteira da redução de custos, é provável que as viagens corporativas demorem a ser realizadas com tamanha frequência. Casamentos e eventos sociais, como festivais de música, devem ser os primeiros a retornar, como estamos vendo no Brasil.

No entanto, no setor corporativo, reuniões, palestras e conferências podem acontecer online sem prejuízo nenhum do conteúdo. 

Imagina-se que, se as empresas tiverem de optar entre comparecer a um evento ou realizá-lo online, o virtual vai prevalecer.

Nem todas as audiências poderão voltar a se encontrar pessoalmente

Sabe-se que a reabertura é um processo gradual. Em alguns países, exceto aqueles que já imaginam enfrentar uma segunda onda de contaminações, a reabertura está priorizando parte da população mais jovem, ainda mantendo idosos e pessoas com alto risco associado à Covid-19 em casa.

Ao pensarmos em termos de Brasil, talvez parte da audiência geralmente presente em eventos corporativos ainda precise ficar em casa durante algum tempo, optando por acompanhar o evento pelas plataformas digitais.

O que esperar dos eventos híbridos no setor corporativo?

Os eventos híbridos são caracterizados pela conexão entre a audiência online e a atividade presencial do convidado e palestrante. Há ainda a possibilidade de parte da audiência também estar presente, mas, nesse caso, é preciso fortalecer a estrutura de integração entre quem assiste de casa e quem assiste “ao vivo”, no local.

Formato de TV

Esqueça o formato “conferência” que costumávamos utilizar antes da crise promovida pela pandemia. 

Empresas de eventos corporativos vão apostar em formatos mais parecidos com programas de TV. Ainda vão precisar de mediadores, uma audiência limitada e um alto investimento em iluminação e equipamentos. O objetivo é transformar a experiência do usuário para garantir a aderência.

Recursos em tecnologia

A tendência de investir em tecnologia reflete esse sentido de buscar a melhor experiência do usuário. Como resultado, a capacidade de público de um local não vai ser o principal atributo no planejamento de um evento corporativo. 

Espaços abertos serão necessários para manter o distanciamento, mas a tecnologia será o foco de investimento. A velocidade de internet, por exemplo, para transmissão dos conteúdos, será muito mais importante.

Investimento em audiovisual

Os eventos híbridos vão demandar um novo conjunto de parceiros comerciais. Nesse cenário, equipes de profissionais do audiovisual precisarão ser contratadas para melhorar a qualidade das imagens — que se tornarão um requisito indispensável para a realização de qualquer evento híbrido.

É muito provável que o setor de eventos corporativos ajude a impulsionar e transformar o setor audiovisual. Isso porque, com a alta demanda por transmissões de qualidade, o investimento nesse mercado tende a crescer. Então, por consequência, ganha espaço nos orçamentos de gestores e empresas de eventos corporativos.

Engajamento da audiência

Se a audiência não tomar conhecimento de um evento corporativo a ser realizado, será mais difícil escalar o número de participantes. 

O digital oferece as possibilidades para que isso aconteça: um mesmo evento pode ser transmitido via streaming para uma quantidade enorme de pessoas, ampliando o número de participantes e também de faturamento.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário investir em ferramentas para estimular o engajamento online, tanto antes quanto durante o evento. Nesse cenário, os aplicativos para smartphone serão os principais conectores entre as audiências ao vivo e digitais.

Presença de mediadores

Dar voz à audiência online pode vir a ser um dos limitadores dos eventos híbridos. Logo, a presença de mediadores será fundamental para envolver todos os participantes: quem está presente e quem assiste por canais online. 

Acredita-se que o público online será a maior fatia. Por isso, a necessidade de ter alguém dedicado a dar voz aos comentários e perguntas feitos pela internet.

Ao imaginar o futuro dos eventos corporativos, é impossível não pensar em um mercado cada vez mais online. Empresas que se colocarem ao lado da transformação digital sairão na frente, beneficiadas pelas mudanças de paradigma que estamos vendo em vários setores.

Você já participou de algum evento híbrido? Como foi a sua experiência? Compartilhe nos comentários!

marketingMarketing
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Marketing [CHECKLIST] para Eventos Online: 9 dicas para organizar um evento de sucesso
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
[contact-form-7 id="21113" title="ebook"]