Em tempos de transformação digital, a realidade virtual ganha cada vez mais força e deverá tornar-se uma das tecnologias disruptivas mais significativas da era moderna. De acordo com estudo recente da Gartner, a jornada para a RV chegar ao topo do mercado levará, aproximadamente, de dois a cinco anos. O impulso de grandes corporações, como Google e Facebook, está levando essa tecnologia a conseguir progressos à altura das expectativas.

Você já sabe quais são as possibilidades e os desafios para a realidade virtual na atualidade? Confira, a seguir, a resposta para esta e outras perguntas em um panorama sobre a realidade virtual e a sua utilização no mercado.

As grandes empresas desenvolvedoras de RV

Muitos gigantes do mundo dos negócios vêm trabalhando incansavelmente para revolucionar a indústria de realidade virtual. Até 2022, a ImmVRse pretende desenvolver uma plataforma de expansão rápida, que fornecerá uma solução confiável para o desenvolvimento de conteúdo de realidade virtual comercial. A empresa também espera integrar tecnologias, como realidade mista, realidade aumentada e bens virtuais, em suas estratégias de escalabilidade de longo prazo.

Usando a blockchain e a convergência de VR, a ImmVRse fornecerá uma plataforma segura com uma aplicação que funcionará de forma autônoma e sem esforço dentro de um sistema onde a comercialização de conteúdo será utilizada pelos usuários em seus próprios termos.

blockchain ETH, por exemplo, funcionará como um iTunes descentralizado para conteúdo de realidade virtual, de modo que qualquer um poderá usá-lo em todo o mundo sem barreiras à entrada, com tempo de inatividade zero para a plataforma global.

A importância de produzir conteúdo para realidade virtual

A ascensão da realidade virtual tem sido facilitada pelo avanço das novas tecnologias e dos recursos de hardware. Porém, ainda falta resolver o aspecto mais importante da realidade virtual: o conteúdo.

Para fomentar o crescimento de toda a indústria, é preciso incentivar os criadores de conteúdo a produzirem vídeos em 3D de qualidade, relevantes e imersivos. Uma produção massiva de conteúdo RV possibilitará que o mercado de trabalho volte o foco das instituições corporativas para a contratação de criadores especializados nesse tipo de conteúdo.

Isso levará à criação de mais experiências de realidade virtual, a bilhões de horas de consumo de mídia de RV, bem como à criação de aplicativos que darão origem a uma onda de compulsão coletiva pela realidade virtual.

O crescimento da RV no mercado

Com o crescimento da utilização dessa tecnologia pelos usuários, surgirá a necessidade de criar anúncios e conteúdo para marketing em realidade virtual. Isso estimulará o aumento do número de empresas de plataformas de conteúdo de RV. A ImmVRse, por exemplo, pretende fornecer uma plataforma para a comercialização de conteúdo de RV que ajudará milhões de criadores de conteúdo a ganharem a vida usando essa tecnologia.

A mudança será semelhante à evolução das plataformas de conteúdo digital, que resultou em fabricantes de anúncios e empresas mudando seu orçamento de marketing, da tradicional para a mídia social.

Como a RV já é usada no marketing digital?

A realidade virtual já se mostra uma tendência importante no mundo dos negócios e do marketing digital. Um relatório recente do Goldman Sachs projetou que, em um cenário “acelerado” ou otimista, a receita total de VR, em 2025, será de US$ 182 bilhões, com o hardware de RV se tornando um mercado maior do que a TV.

Essa tecnologia já se mostra acessível, mesmo a empresas menores. Hoje, já é possível transportar as pessoas para o interior de modelos tridimensionais (3D), oferecendo a elas uma experiência muito mais envolvente e sensorial sobre algum produto ou serviço.

Investir em realidade virtual por si só já agrega valor e ajuda a melhorar a imagem de uma marca. Uma pesquisa de 2017 revelou que 71% dos consumidores enxergam que “uma marca que utiliza realidade virtual está pensando à frente”. Usando essa tecnologia tão avançada, as marcas se destacam e ganham a atenção do consumidor.

Com as ferramentas usadas para levar a realidade para o mundo virtual, você pode, agora, apresentar ideias para campanhas, projetos e ações de marketing construídas em 3D, explorando todos os sentidos do corpo humano. Para isso, são utilizados equipamentos específicos para a RV, como luvas, esteiras, capacetes e óculos estereoscópicos, capazes de aproximar ainda mais os consumidores da sua marca.

Essas novas tecnologias possibilitam uma experiência do consumidor muito mais rica e imersiva e uma ferramenta importante para auxiliar no atendimento ao cliente.

Como criar conteúdo para a Realidade Virtual

A criação de conteúdo para realidade virtual exige um processo que envolve a produção de esboços, atividades de pré-produção, filmagem e pós-produção, além da utilização de equipamentos, como headsets (fones de ouvido com microfones acoplados) ou óculos de realidade virtual para a visualização do conteúdo.

Atualmente, é possível utilizar o próprio Facebook para realizar publicações no formato 360°, com fotos e vídeos que proporcionam ao público uma experiência de imersão. Além disso, alguns veículos de comunicação já produzem conteúdos que usam o formato 360° para oferecer aos leitores, nas suas mídias digitais, melhores experiências e a sensação de se estar no local da notícia.

Exemplos de RV no comércio e no marketing

Nos EUA, a empresa de e-commerce eBay se uniu com a rede de lojas Myer para sair á frente da concorrência e construir o aplicativo eBay VR, que clamam ser a primeira loja online em realidade virtual do mundo. Nele, é possível buscar produtos, visualizá-los em 3D, experimentá-los e finalizar as compras. Para ter acesso ao aplicativo, basta ter um headset compatível com tecnologia VR Mobile, como o Google Cardboard ou o Gear VR.

O Google também já atentou para a importância desse mercado e recentemente adquiriu um dos principais estúdios de games de realidade virtual, o Owlchemy Labs, que fará parte da divisão de realidade virtual do Google, a Daydream.

No Brasil, a realidade virtual já é usada por empresas como Santander, Positivo, Visa e Banco do Brasil, que desenvolveram ações de marketing e treinamentos utilizando a tecnologia. A Renault, por exemplo, criou vídeos em 360º para o lançamento do veículo Duster Oroch, simulando um test-drive virtual com ele transitando por pontos turísticos.

Como vimos, a realidade virtual é uma das grandes tendências para os próximos anos — as movimentações de grandes empresas, como o Google, no setor comprovam isso.

Portanto, esteja atento a essa tendência do mercado e às oportunidades que ela oferece para melhorar o desempenho de seus negócios.

tecnologiaTecnologia
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Financeiro A Transformação Digital no Financeiro é obrigatória – e urgente!
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Futuro do Trabalho Inteligência artificial e o mercado de trabalho: fim dos empregos?
[contact-form-7 id="21113" title="ebook"]