Por que falamos sobre sistemas cognitivos nos dias de hoje

Sistema cognitivos

O que significa sistemas cognitivos? Primeiro, teremos que conceituar o que é cognitivo.

Cognitivo é a ação mental ou o processo de aquisição de conhecimento e compreensão através do pensamento, experiência e sentidos.

Abrange processos como conhecimento, atenção, memória e memória funcional, julgamento e avaliação, raciocínio e computação, resolução de problemas e decisão, compreensão e produção de linguagem, etc.

Em poucas palavras, é a maneira como nós humanos processamos a informação para tomar uma decisão.

Então, cognitiva é uma pessoa ou o ser que é capaz de usar o processo de cognição para tornar a vida mais simples.

Conceituado, vamos trabalhar no significado de sistemas cognitivos: sistemas cognitivos interagem com os seres humanos naturalmente para interpretar os dados, aprendendo com praticamente todas as interações e propondo novas possibilidades através do raciocínio probabilístico.

Eles não dão respostas predeterminadas, isso significa que elas geram hipóteses, argumentos fundamentados e recomendações.

Devido a esta crítica, os sistemas cognitivos variáveis ​​podem dar sentido aos dados não estruturados e podem escalá-lo para acompanhar a complexidade e imprevisibilidade das informações no mundo moderno. Por isso, falamos tanto sobre sistemas cognitivos nos dias de hoje.

Contextualizando nos dias atuais, quase 80% das informações ou dados gerados em nosso mundo são especificados como dados não estruturados.

Pense em dados meteorológicos, sensores em seu carro, imagens, fotos, vídeos, músicas, gravações de áudio, tweets, postagens, locais, dados que você gera com smartphones ou outros dispositivos eletrônicos, etc.

Essencialmente, dados gerados em nosso mundo digital que não pode ser armazenado ou processado por um banco de dados.

Atualmente, apenas os humanos podem processar essa massa de dados. No entanto, com a explosão do volume desses dados não estruturados, nenhum cérebro humano será capaz de processar esses dados em sua vida.

Até 2020, 1,1 Megabyte de novas informações serão criadas a cada minuto para todo ser humano no planeta – que somam 2,4 Gigabytes por dia por pessoa.
– Claudio Bessa, IBM América Latina

Então, precisamos de um sistema que possa processar esses dados como um humano, mas em escala e com muita velocidade. Necessitamos de um sistema que possa compreender o mundo através da percepção, interação, raciocínio, usando hipóteses e argumentos, e aprendendo com especialistas e através de dados.

O mundo e os nossos dados mudam, por isso, é importante que o sistema e as ferramentas se adaptem rapidamente a este ambiente em constante mudança.

Então, um “Sistema Cognitivo” é um sistema que pode:

  • Compreender: adaptar e dar sentido a todos os dados; a um texto lido, ver imagens e ouvir a fala natural com contexto. Ele entende os tipos de dados não estruturados, como: textos, imagens, voz, vídeo, músicas. Toda forma de comunicação como nós humanos interagimos. Domínios de conhecimento é algo que temos que ter sempre em mente neste pilar.
  • Razão: interpretar a informação, organizá-la e oferecer explicações sobre o que isso significa, com base em conclusões. Ele gera hipóteses, cria ideias, prevê algo que está por vir. E estas hipóteses são probabilísticas e são criadas com base no domínio de conhecimento ao qual ele foi treinado.
  • Aprender: acumule dados e obtenha informações sobre cada interação, perpetuamente para aumentar a qualidade de seu raciocínio e processo de decisão. Assim como nós humanos, ele lê novas informações, ele aprende e conhece a cada interação. Aqui é algo muito importante, ele aprende de uma maneira supervisionada, ou seja, ele precisa de um curador de dados. O curador é alguém que tenha profundo conhecimento sobre o domínio de conhecimento, vai treinando e ensinando o sistema para que ele aprenda de forma correta. A medida que o sistema evolua podemos ter um aprendizado não supervisionado ou até mesmo aprendizado com reforço.

“Chatbots” é o primeiro passo para este mundo de sistemas cognitivos. Um novo estudo publicado pela Juniper Research, com sede no Reino Unido, reforça a previsão de que os “chatbots” redefinirão o setor de atendimento ao cliente, nas indústrias de saúde e bancárias é onde se espera mais benefícios. Neste estudo, algumas informações são relevantes:

  • “Chatbots” irão fazer os negócios economizarem mais de US$ 8 bilhões por ano até 2022, um aumento significativo nos US$ 20 milhões estimados para este ano.
  • A taxa de sucesso das interações dos bots no setor de saúde aumentará dos atuais 12% para mais de 75% em 2022. No setor bancário, isso aumentará para 90% em 2022.

Este é o motivo pelo qual tanto se fala em sistemas cognitivos. E é por isto que você já deve estar pensando onde utilizar estes sistemas em seu negócio.

Gostou? Então mantenha-se atualizado, entenda desde o início o que é Transformação Digital.

Watson Work Sales na IBM

Social em ação (socialização). Hardcore user de redes sociais corporativas no time da IBM Brasil. Professor e facilitador em instituições de ensino: Sociesc, Anhanguera e Positivo. Tecnólogo em processamento de dados e pós-graduado na FAE. Entusiasta de métodos e processos para abordar problemas e torná-los mais fáceis de serem solucionados. Watson, Storytelling e Design Thinking são as que me dedico neste momento.