Os impactos e aplicações da Inteligência Artificial no e-Commerce

Os impactos e aplicações da Inteligência Artificial no e-Commerce

Os e-commerces nasceram da tecnologia e através dela devem continuar evoluindo. Neste cenário, a IA (Inteligência Artificial) tem se tornado uma grande parceira das lojas virtuais, permitindo benefícios que vão desde ofertas personalizadas até a redução de custos nas operações.

Nosso objetivo com este artigo é mostrar quais são os reais impactos da IA dentro dos e-commerces e quais são as aplicações existentes no mercado atualmente para você aproveitar o melhor que a tecnologia pode oferecer. Vamos lá?

Os impactos da Inteligência Artificial no e-commerce

A IA evoluiu muito nos últimos anos, graças a transformação digital e as novas tecnologias, que possibilitaram que os estudos na área avançassem a passos largos. Inteligência Artificial não é um campo de estudos novo — desde o nascimento do computador moderno, pesquisadores já investiam esforços no desenvolvimento dessa tecnologia.

Contudo, apenas agora estamos no contexto perfeito para que as iniciativas em IA sejam desenvolvidas com eficiência. Hoje, o uso da IA é uma das principais apostas de gigantes do varejo, como a Amazon, que desde a sua implantação melhorou seus resultados em vendas em cerca de 29% — ou seja, um terço!

Além disso, a transformação digital também mudou os hábitos de consumo. De acordo com as estimativas da Salesforce, 48% dos consumidores esperam que as lojas antecipem suas necessidades de compra.

Recentemente, a Google comprou uma empresa britânica de desenvolvimento de soluções em IA, a Deepmind, por cerca de 400 milhões de libras, um preço extremamente alto que evidencia o valor desses estudos para o mercado.

Todos esses dados demonstram a importância e o impacto que a Inteligência Artificial vem causando no e-commerce e a necessidade de os varejistas investirem em soluções que tragam um diferencial ao seu negócio.

As principais aplicações hoje no mercado

Atualmente, já existem diversas aplicações em funcionamento no mercado, e vamos apresentar algumas das principais formas de utilização da IA dentro do e-commerce. Confira!

Chatbots

O menino dos olhos dos varejistas nos últimos tempos são os chatbots, e isso é muito simples de entender. Esses sistemas podem substituir os atendentes, minimizando custos e melhorando o contato com o cliente.

Com a evolução da IA, os chatbots já conseguem se passar por humanos — ou seja, o consumidor não faz ideia de que está sendo atendido por um sistema automatizado.

Além disso, o seu funcionamento é bem simples. Geralmente, eles estão disponíveis em caixas de chat no próprio site, e ao serem consultados, acessam um grande banco de dados e verificam todas as informações disponíveis acerca de um cliente, gerando um atendimento personalizado.

Vendas preditivas

Analisar o ambiente e as possibilidades e oportunidades futuras também é uma aplicação de grande valia da IA dentro das necessidades dos varejistas. O aprendizado de máquina realiza a análise de cenários passados para criar modelos futuros.

Sendo assim, os e-commerces podem utilizar essas informações para entender o comportamento de seus clientes e se prepararem para as suas demandas assim que elas surgirem. Por exemplo, com base em informações do histórico de vendas, o sistema pode prever o melhor momento para disponibilizar a coleção de inverno, verificando o início da procura por esse itens em outros anos.

Dessa forma, a empresa jamais será pega sem um estoque para suprir a demanda dos clientes e, ainda, evita a perda de vendas, aumentando a receita conforme os acertos das previsões.

Recomendações

A análise de preferências e buscas é outra forma muito interessante de aplicar a Inteligência Artificial dentro de um e-commerce, auxiliando na determinação do perfil de cada consumidor.

Com base em sua navegação e buscas dentro do site, é possível fazer a recomendação de itens e oferecer descontos em compras conjuntas, aumentando o ticket médio da loja. Ou seja, sempre que o consumidor acessar o site do e-commerce, ele verá uma página personalizada com base em suas visitas anteriores e com produtos que sejam de seu interesse.

Gestão de conteúdo

Um problema comum para grandes e pequenos varejistas da internet é criar descrições precisas e de cada um dos produtos que constam em seu catálogo, mantendo detalhes de SEO durante o processo. Essas informações podem sair caras para a empresa, que precisa contratar alguém apenas para esse trabalho, feito para cada um dos produtos sendo vendidos.

A Inteligência Artificial, por sua vez, pode ser utilizada para gerar conteúdo específico com base nos detalhes de cada produto, gerando descrições corretas e simples de serem encontradas pelos consumidores e minimizando seus custos.

CRM

O relacionamento com o cliente é uma das principais preocupações de qualquer empresa hoje. Não basta entregar qualidade, é preciso criar boas experiências, pois, caso o consumidor não esteja à vontade, ele imediatamente buscará outro site.

A IA pode ser usada para coletar dados de preferências dos clientes e criar um banco de dados completo que permita identificar cada um dos consumidores e personalizar os serviços ofertados a eles. Sendo assim, fica muito mais simples identificar consumidores mais propensos a decisão de compra, os indecisos e os que estão apenas navegando sem nenhum tipo de comprometimento.

Os benefícios do uso da IA

Já podemos visualizar alguns dos benefícios de se utilizar Inteligência Artificial em lojas virtuais, mas vamos listar alguns dos principais:

  • redução de custos operacionais: diversos processos podem ser automatizados, garantindo menos despesas com pessoal;
  • aumento das vendas: fornecer o que o cliente busca faz com que haja um maior número de vendas;
  • melhor experiência do cliente: o consumidor tem suas preferências atendidas e com isso experimenta um atendimento personalizado;
  • decisões corretas: os dados coletados pela IA permitem tomar melhores decisões para o negócio.

Estamos apenas no início da era da Inteligência Artificial no e-commerce e ainda veremos o surgimento de várias outras aplicações nessa área nos próximos anos. Quem implantar essas ideias primeiro certamente saíra na frente da concorrência!