Lançamentos do Google marcam nova era da tecnologia

Confira os lançamentos do Google: Google Pixel 2 e 2 XL, Google Home Max, Google Home Mini, Google Pixel Buds e Google Pixelbook

Depois de conferir que a maioria dos rumores sobre os lançamentos da Apple estavam certos, quem acompanhou os lançamentos do Google hoje à tarde – e sabia dos rumores – sentiu o mesmo gostinho de “eu sabia!”.

Apesar disso, os novos produtos da gigante do Vale do Silício não deixaram de encher os olhos e a imaginação dos fãs de tecnologia.

Dentre os produtos mais esperados, estavam os smartphones (que vocês provavelmente estava querendo comparar com os novos iPhones, não é?). Conheça eles agora:

Pixel 2 e 2 XL

Lançamentos do Google: Pixel 2 e 2 XL

Google Pixel 2

  • Tela: 5 polegadas
  • Display 16:9: 1920 x 1080 pixels OLED
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 835
  • Software: Android OREO 8.0
  • Memória: 4GB de RAM
  • Armazenamento: 64 e 128GB
  • Câmera: 12.2MP f/1.8 rear (OIS)
  • Câmera frontal: 8MP f/2.4
  • Bateria: 2700mAh
  • Resistência à água: IP67 (1 metro de profundidade durante 30 minutos)
  • 145.7 x 69.7 x 7.8mm

Google Pixel 2 XL

  • Tela: 6 polegadas
  • Display 18:9: 2880 x 1440 pixels OLED
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 835
  • Software: Android OREO 8.0
  • Memória: 4GB de RAM
  • Armazenamento: 64 e 128GB
  • Câmera: 12.2MP f/1.8 (OIS) com Dual-Pixel, estabilização ótica e eletrônica
  • Câmera frontal: 8MP f/2.4
  • Bateria: 3520mAh
  • Resistência à água: IP67 (1 metro de profundidade durante 30 minutos)
  • 157.9 x 76.7 x 7.9mm

Os principais destaques ficam por conta das tecnologias utilizadas em seus recursos.

Além do ARCore melhorado para otimizar a experiência com realidade aumentada, os smartphones contam com o Google Lens, um recurso destinado a reconhecer e traduzir textos visualizados através da câmera do celular.

Lançamentos do Google: Google Lens

Outro exemplo é o das câmeras: elas, não são duplas como as da Apple (motivo de piada no evento, inclusive), mas possuem o padrão Dual-Pixel, que permitem que os pixels sejam duplicados e capturados em perspectivas diferentes e, mais tarde, unidos através da inteligência artificial.

Lembrando que as câmeras atingiram 98 pontos na escala de avaliação do DxOMark, fazendo delas as melhores de mobile do mundo.

Outro ponto a ser destacado são as novas saídas de som estéreo frontais e a possibilidade de interação entre os aparelhos e o Google Home – que, inclusive, ganhou mais um membro para a família.

Google Home MAX e Mini

Lançamentos do Google: Google Home Max

Outro anúncio feito no evento foi o do lançamento do Google Home Max e Mini, uma versão mais simples do assistente virtual da empresa.

Dentre os recursos do Max, então sua capacidade de se conectar ao Spotify e Google Play Music, além de sua capacidade de reconhecer o espaço ao seu redor e, assim, poder adaptar o som para melhor se adequar ao ambiente.

Já o Mini conta com novidades como sua superfície, que é sensível ao toque, e cada área pressionada inicia diferentes ações – como aumentar e diminuir seu volume ou ligá-lo e desligá-lo sem utilizar o comando “OK Google”.

Além disso, ele se conecta ao Chromecast e consegue diferenciar a voz de diferentes pessoas, tornando as ações mais exclusivas para cada um.

VÍDEO

Google Pixel Buds

Lançamentos do Google: Google Pixel Buds

O Google também entrou na tendência dos fones wireless, mas não veio para brincar.

O Google Pixel Buds reconhece diferentes gestos para diferentes ações, como atender chamadas, aumentar e diminuir o volume e trocar de música, além de ter um botão para controle do Google Assistente.

Mas a principal diferença dele para qualquer outro fone do mundo é que – rufem os tambores – ele tem a capacidade de tradução em tempo real para 40 idiomas.

Isso mesmo: ele traduz o que está sendo dito para a língua que você quiser em tempo real. Será esse o fim dos tradutores?

Google Pixelbook

E o Google está de volta ao mundo dos notebooks.

Lançamentos do Google: Google Pixelbook

Seu novo produto é uma mescla de notebook com tablet e promete ser um forte concorrente do iPad Pro – com a diferença de utilizar o machine learning para melhorar o reconhecimento e experiência do toque.

O Pixelbook permite que sua tela (touchscreen de 12,3 polegadas com resolução Quad HD) seja girada 360º, tem compatibilidade com o Google assistente por voz ou comando digitado, possui Play Store e ainda vem com a Pixelbook Pen, uma caneta desenvolvida junto com a Walcom que utiliza machine learning para reconhecer sua escrita e ainda é compatível com o Google Assistente.

(Falamos que eles não tinham vindo para brincar neste evento).

O notebook pode vir com dois tipos de procesadores: Intel Core i5 e Intel Core i7, com até 16 GB de memória e até 512 GB de HD.

Parece que o Google entendeu o o que é Transformação Digital. E você? Pronto para essa nova era da tecnologia?