Coopetição: o que é e como auxilia empresas na era digital

Coopetição o que é e como auxilia empresas na era digital

Você já ouviu falar em coopetição? Ainda não? Pois saiba que o termo está cada vez mais em alta e é capaz de trazer inúmeros benefícios para ambos os envolvidos no processo, gerando mais negócios e oportunidades.

Com a transformação digital tornando o mundo muito menor e mudando as relações entre consumidores e empresa, além de novos padrões de consumo, é fundamental que as organizações se adaptem para sobreviver.

A colaboração entre empresas que disputam um determinado mercado pode trazer oportunidades de crescimento para ambas, mostrando-se cada vez mais uma possibilidade atraente para economias digitais. Entenda tudo aqui:

O que é coopetição?

É um clichê dizer que o mercado se torna mais competitivo a cada ano, mesmo que isso seja verdade. Então, existe espaço para a colaboração entre concorrentes em um ambiente como esse? A resposta para esse questionamento é: sim! Podendo, inclusive, ser muito vantajoso para ambos!

O termo coopetição é uma junção entre competição e colaboração. O conceito está ligado à aproximação de duas empresas que competem entre si para realizar algum projeto no qual ambas têm interesse e podem se beneficiar.

Podemos dizer então que a coopetição é um acordo entre concorrentes que visa trazer benefícios mútuos, como o aprimoramento de produtos ou a expansão do mercado. É possível que esse acordo se realize de várias formas, incluindo o compartilhamento de conhecimento, capacidade de produção, marketing e outras iniciativas.

E também, a coopetição pode ser utilizada para fortalecer os players atuais contra a entrada de novos competidores no mercado, evitando o aumento de concorrência.

As alianças entre empresas parecem fazer mais sentido quando falamos em organizações que comercializam produtos e serviços complementares. Porém, o caminho do sucesso está mais ligado ao trabalho em conjunto com concorrentes diretos.

Qual a importância da colaboração na era da Transformação Digital?

A transformação digital e as novas tecnologias permitem a disrupção diária de modelos de negócio, o que se torna um problema para os atuais players que devem se manter continuamente em busca da inovação.

Conforme o digital avança e o poder do consumidor aumenta, com um maior número de opções de produtos e serviços em uma economia de escala global, a coopetição deixa de ser apenas uma alternativa para se tornar quase que essencial.

Quais os seus benefícios?

Redução de custos

Pesquisa e inovação são caras, e a todo momento surgem novas tecnologias, o que dificulta o posicionamento de uma empresa nesse contexto. Contar com uma parceria pode ser uma ótima forma de avançar um projeto de pesquisa com pouco investimento, além de unir forçar para minimizar outros gastos também, como custos logísticos ou de produção.

Inovação e desenvolvimento

Muitas empresas vêm trabalhando em conjunto para o desenvolvimento de projetos de inovação que possam beneficiá-las com a criação de laboratórios compartilhados, onde seus profissionais troquem informações e conhecimentos. Dessa forma, ambos os envolvidos ganham mercado com o lançamento de produtos inovadores.

Know-how

Know-how é um determinado conhecimento específico, como ter experiência com a legislação de um país. Sendo assim, quando uma empresa quer entrar em uma nova região, ela pode firmar parceria com outra organização que já esteja atuando nela, facilitando o se desenvolvimento.

Expansão para novos mercados

Outro tipo de parceria que vem sendo realizada, principalmente entre pequenos competidores, é a busca de novos mercado, algo que pode ser incrivelmente caro em um primeiro momento e possui riscos elevados. Com isso, o ideal seria conseguir a colaboração de uma empresa maior ou que já possua know-how nessa empreitada.

Quais os seus desafios?

Mesmo que a colaboração entre concorrentes venha se tornando algo comum, alguns desafios ainda têm de ser enfrentados para o sucesso de uma parceria, sendo que a desconfiança entre os players é um dos principais.

A colaboração pode passar por vários momentos de tensão, afinal, mesmo que estejam atuando com um objetivo em comum, em nenhum momento as empresas deixam de ser concorrentes, e as alianças devem ser entendidas apenas como temporárias. A partir do momento que deixarem de ser benéficas para um dos lados, será desfeita.

Como toda estratégia de negócios, colaborar com o concorrente pode trazer riscos para a empresa, como o compartilhamento de informações estratégicas, capaz de levar o outro player a se destacar no mercado. No entanto, os benefícios entregues pela prática da colaboração geralmente valem o risco.

Quais os exemplos existentes?

Os principais exemplos de colaboração entre concorrentes diretos estão no setor de tecnologia, pois essas empresas já possuem um DNA de inovação e uma mente mais aberta para trabalhar com os demais players.

A Apple e a Samsung já fazem esse tipo de colaboração para o desenvolvimento de novas tecnologias e inovação há algum tempo, mesmo mantendo uma competição feroz pela liderança do mercado de smartphone ao redor do mundo.

Entre os resultados obtidos por esse trabalho em conjunto, destacamos a tecnologia utilizada na tela do dispositivo da Apple, o Iphone. A Retina Display é um produto criado em colaboração entre os times de inovação das duas empresas.

A parceria entre a Ford e a Toyota é outro grande exemplo desse conceito, sendo que as duas montadoras, concorrentes diretas em muito segmentos, desenvolveram juntas a tecnologia para a produção de caminhões híbridos ainda em 2013.

Outra parceria famosa da Samsung aconteceu com a Sony, sendo que ambas competem na produção de televisores. As duas marcas se justaram para capitalizar a demanda pela tecnologia de LCD após os anos 2000 e conquistar maiores fatias do mercado, minimizando os custos de fabricação.

Esses são apenas alguns exemplos famosos de coopetição, nos quais concorrentes diretos uniram forças em busca de benefícios mútuos, algo cada vez mais comum no meio digital em que estamos inseridos.

Preparado para trabalhar com seu concorrente?