Planejamento estratégico para 2019: transformação digital em foco

Planejamento estratégico para 2019 transformação digital em foco

Estamos entrando no segundo mês de 2019 e já passou da hora de colocarmos a transformação digital como prioridade.

Um novo ano significa novas oportunidades e uma chance de buscar implementar a transformação de forma significativa em sua empresa, abrindo as portas para as recentes tecnologias.

Neste artigo, nosso objetivo é criar um esqueleto básico de planejamento estratégico para ajudar você a focar em transformação digital dentro de sua organização. Então, mãos à obra!

Identifique o objetivo de seu negócio

A chegada de um novo ano e a realização de um novo planejamento é uma grande oportunidade para qualquer empresa buscar uma forma de vencer os desafios da Transformação Digital.

O primeiro ponto a ser determinado ao repensar o seu negócio e focar no digital é a determinação de objetivos claros a serem alcançados pela organização. Aqui, é preciso entender que a Transformação Digital não é um ponto de chegada, e sim uma evolução contínua, pois a inovação nunca para.

Com isso em mente, é importante enxergar o que será preciso para atingir esses objetivos de acordo com a realidade da empresa. É muito difícil que uma empresa, sozinha, consiga correr na velocidade que o mercado atual exige. Por isso, focar em parcerias estratégicas que possam facilitar e acelerar o processo de transformação dentro da organização podem ser necessárias.

Analise seus resultados

Como você viu, transformação digital exige agilidade. Mas que fique claro: agilidade não significa pressa. Mudar tudo de uma hora para outra pode criar atritos difíceis de serem revertidos.

Ou seja, introduzir a transformação digital e o uso de novas ferramentas deve ser algo gradual, que não interfira de modo invasivo em todas as atividades realizadas na empresa de uma só vez.

Por conta disso, uma boa forma de avaliar qual é o melhor ponto para iniciar a transformação digital dentro de sua empresa é a análise de resultados, pela qual será possível identificar quais são as áreas que mais demandam mudanças.

Uma forma simples e fácil de realizar esse levantamento é aplicando uma matriz SWOT, também chamada de forças e fraquezas. Assim, aparecerão os pontos fracos da organização e que demandam de melhoria.

Logo, após identificar as fraquezas da empresa, pode-se ter uma ideia de como aplicar a transformação digital e novas tecnologias como forma de melhorar esses aspectos e minimizar quedas na organização.

Trace uma estratégia

Um dos grandes problemas em inserir a transformação digital dentro das empresas é a dificuldade dos colaboradores em falar a língua da TI e entender os termos tecnológicos.

Sendo assim, trace estratégias para inserir as novas tecnologias e sanar esse problema de comunicação, evitando que as implantações fracassem com o tempo.

Para ter sucesso neste processo, é necessário garantir que todos os envolvidos estejam cientes de seu papel e se comunicando com sucesso.

A informação deve fluir livremente por toda a empresa, pois só assim ela poderá ter um valor estratégico para a tomada de decisão dos gestores e demais colaboradores. É preciso construir uma ponte entre os negócios e o setor de tecnologia, permitindo assim que a informação seja gerada pelas plataformas e chegue onde ela deve chegar, gerando valor estratégico.

Para tanto, sua organização deve desenvolver três capacidade básicas:

  • hiper-conhecimento ─ base sólida de informação acerca da própria empresa e seu funcionamento;
  • tomada de decisão informada ─ os dados gerados pela tecnologia devem ser utilizados;
  • execução rápida ─ não basta utilizar a informação, ela deve ser consumida rapidamente para ter valor estratégico.

Além disso, esteja ciente que o planejamento pode precisar ser alterado a qualquer momento. Por conta disso, mantenha agilidade para realizar mudanças em suas estratégias e para acompanhar as alterações do mercado, cada vez mais dinâmico.

Crie metas

Todo planejamento deve contar com metas específicas. Afinal, a transformação digital é muito ampla e se tornou comum mirar algo que não seja palpável ou atingível.

O desafio seguinte é manter o controle dessas metas. Em um cenário mutável, o planejamento estratégico não pode ser um documento fechado em uma gaveta, ele deve ser constantemente verificado para garantir que o ritmo esperado para as mudanças será alcançado e todas as metas traçadas serão cumpridas.

Envolva o time

Quem transforma e inova empresas são as pessoas. Tecnologia são apenas ferramentas para facilitar esse processo. Ou seja, é preciso empoderar pessoas rumo ao digital.

Para fazer isso, você deve buscar a quebra dos silos organizacionais, fazendo com que a informação circule de forma livre e gerando colaboração.

Além disso, trazer as equipes para participarem do planejamento estratégico da empresa garante uma menor rejeição e diminuição de resistência dos colaboradores às mudanças necessárias para a transformação digital acontecer, pois eles se sentem parte dessa transformação e, com tempo, evoluem para se tornarem agentes ativos na mudanças.

Uma forma de manter essa constante evolução é por meio do desenvolvimento de talentos para a construção de times de inovação, responsáveis por buscar soluções e tecnologias aplicáveis nas atividades da empresa.

Toda essa capacitação e esse poder de decisão dado aos colaboradores cria um alicerce importante para a transformação digital e garante proatividade quanto á participação no futuro da organização. É justamente neste ponto que a inovação se torna realidade e começa a ganhar vida própria, evoluindo parcialmente dentro de cada equipe.

Criar um planejamento estratégico para 2019 é tudo isso e mais um pouco. Não é uma tarefa simples e demanda um grande esforço, porém, os resultados positivos compensam qualquer dificuldade.

Fundador do Transformação Digital

Tiago Magnus atuou nos últimos 10 anos em projetos digitais, trabalhando com marcas como Lenovo, Carmen Steffens, Mormaii, VTEX, Carrefour, Centauro, entre outras, e como sócio de uma das principais agências digitais do Brasil. Hoje, é Diretor de Transformação Digital na ADVB e Fundador do TransformacaoDigital.com.