Como a Transformação Digital pode impulsionar a sua carreira

Entenda como a Transformação Digital pode impulsionar a sua carreira e esteja pronto para o futuro do mercado de trabalho

A maioria das pessoas se pergunta sobre o futuro do emprego que tem. No entanto, em vez de procurar saber se ele vai continuar a existir, cada profissional deveria pensar em como a transformação digital pode impulsionar sua carreira.

É apenas desse ponto de vista que se pode tomar as rédeas da própria vida. Do contrário, é quase certo que, mesmo que uma determinada atividade atual permaneça, o profissional não consiga acesso às melhores oportunidades na área.

Apresentamos, aqui, essa nova realidade:

A nova relação com a transformação digital

Muitas vezes, a tendência é olhar para a transformação digital como uma entidade oculta que ocorre por si mesma. Porém, nenhuma mudança é possível sem engajamento e com falta de atenção aos recursos humanos. Além disso, empresas são o que são muito mais em razão das pessoas do que de outros aspectos.

As inovações tendem a mudar a participação da tecnologia nas empresas? Sim, mas elas só assumem esse papel conforme se tornam mais humanizadas. Por isso, elas despontam como ferramentas que contribuem para que a equipe trabalhe melhor, mais rápido e de forma mais inteligente.

Ainda assim, uma pesquisa feita na Austrália revelou que apenas 21% dos profissionais de primeira linha estão envolvidos com a transformação digital nas empresas, ainda que outros 33% afirmem que gostariam de estar.

Os líderes capazes de engajar equipes nessa mudança são uma necessidade emergente para todas as organizações. Afinal, elas precisam de agentes de transformação que sejam capazes de exercer a influência de forma colaborativa.

Como a cultura contribui para a mudança

Considerando essa demanda, há uma oportunidade imediata no mercado para agir na cultura organizacional, a fim de posicionar a empresa como participante da transformação. Mudar exige encarar riscos e, obviamente, sempre há alguma resistência em assumi-los. Especialmente nas empresas tradicionais, grande parte dos colaboradores prefere manter uma postura conservadora.

Imagine um caso em que um profissional é encarregado de implantar um novo software. Após pesquisas, apresentações e testes, ele decide pela alternativa mais inovadora. Depois disso, ele não pode legitimar problemas com a justificativa de que seguiu as práticas historicamente adotadas pela organização.

Esse é apenas um exemplo, mas é quase impossível inovar sem aumentar o risco de problemas. Por isso, as pessoas evitam corrê-los como forma de se preservar. Enquanto essa cultura não muda, a transformação só ocorre quando realmente há a ameaça de um problema maior, como a perda iminente da competitividade. Antes disso, a tendência é manter as coisas como estão.

Além disso, a transformação digital traz dúvidas para a maioria das pessoas. Isso porque é difícil ter certeza em relação às garantias de oportunidades futuras. Resistir a algo incerto parece natural, mas perde o sentido quando a mudança é irreversível. As equipes precisam incorporar a cultura da inovação para atuar como seus agentes ativos. Do contrário, são surpreendidas como indivíduos passivos e sem influência.

Como os empreendimentos sociais trazem oportunidades

Tradicionalmente, os modelos de financiamento de iniciativas sociais partem da caridade ou de verbas governamentais. Segundo o UK Business Digital Index, do Lloyds Bank, a participação dessas entidades nas mídias sociais aumenta as possibilidades de doações em 51%.

Aparentemente, não há relação entre essa constatação e uma carreira no mundo digital. Contudo, esse fato evidencia o espaço aberto para o empreendedorismo social. Essa alternativa segue a lógica de que esse tipo de iniciativa pode funcionar melhor quando a operação é autossustentável no aspecto econômico.

Os empreendimentos sociais têm a característica de facilitar o engajamento do público, a necessidade de levantar recursos e a capacidade da transformação digital de contribuir com inovação. Com isso, é possível notar que há uma janela de oportunidades de carreira nessa área.

Ao mesmo tempo, as mudanças ocorrem a partir das pessoas. Assim, quem sente afinidade de propósito com esse tipo de iniciativa empreendedora, pode se informar a respeito e saber qual o impacto da transformação na sociedade.

Como a transformação digital pode impulsionar sua carreira, efetivamente

Grande parte do impulso de carreira oferecido como oportunidade pela transformação digital está nas novas tecnologias. Apesar disso, não se deve olhar para o futuro profissional e se posicionar apenas como um técnico em uma área especifica.

Muitas das novas tecnologias vão poder ser administradas por inteligência artificial em um futuro próximo. Por isso, o novo profissional vai ter de assumir uma posição mais flexível e abrangente, em que possa ter vários papéis. A maioria deles será relativa à área de negócios e não de tecnologia. Ao menos é essa a tendência prevista pela consultoria Gartner.

Existem variados exemplos de como as novas tecnologias vão transformar os negócios. Carros autônomos, impressão 3D, robótica na logística, chatbots para atuar no atendimento, internet das coisas, realidades virtual e aumentada e computação cognitiva são alguns dos exemplos.

Contudo, essas aplicações precisam promover mercados, bem como atender necessidades, comportamentos do consumidor, regulamentações estatais e outras demandas que dependem muito mais de novos modelos de negócio do que da expertise na utilização dessas tecnologias — já que essas habilidades são requisitos técnicos.

As necessidades essenciais continuam sendo atender às expectativas de acionistas, manter crescimentos sustentável e lucrativo e, principalmente, entregar valor superior para o consumidor. Por isso, impulsionar a carreira depende de desenvolver a habilidade e o conhecimento para enfrentar o desafio de incorporar as novas tecnologias como ferramentas úteis para produzir vantagem competitiva e influenciar o futuro.

Posições como as de direção de design, gerente de desenvolvimento e analista de dados têm sido abertas em várias empresas. O desafio desses profissionais é influenciar a cultura das organizações de forma a potencializar a transformação digital — e o primeiro passo é desmistificá-la.

Entender como a transformação digital pode impulsionar sua carreira envolve compreender o contexto da realidade atual, como ela pode ser no futuro, como os negócios estão posicionados e quais são as possibilidades de qualificação.

Para saber como se tornar um profissional mais qualificado durante e para esse processo, acesse este artigo!

Head of Content no Portal Transformação Digital
-
Equipe TD