Milhões de pessoas em todo o mundo consomem vídeos na web diariamente. Pensando nisso, as estratégias de e-mail marketing podem se tornar bem sucedidas utilizando o mesmo princípio.

A adição de vídeos aos e-mails é capaz de transformar as mensagens em experiências mais atraentes para os assinantes. De acordo com informações do Entrepreneur, a iniciativa permite o aumento das taxas de cliques em até 300%, rendendo melhor engajamento e, consequentemente, mais tráfego para o site e impulsionamento das conversões.

Para iniciar as novas estratégias e atrair o público de forma correta, especialistas dão dicas sobre as melhores práticas para alavancar o e-mail marketing com vídeos. Confira.

1. Adicione a palavra “vídeo” ao assunto do email

Imagine investir tempo e dinheiro na criação de um excelente vídeo para a campanha de marketing digital e descobrir que as mensagens sequer são abertas. Para garantir que todo o esforço não seja em vão, recomenda-se que os assinantes saibam antes de abrir o e-mail que existe um vídeo no conteúdo enviado.

Especialistas aconselham que você avise ao destinatário adicionando a palavra “vídeo” já na linha de assunto do e-mail. Segundo o MediaPost, a prática aumenta as taxas de abertura de 7% a 13%.

2. Incorpore o vídeo ao e-mail

Assistir aos vídeos não deve ser trabalhoso. Em vez de terem que clicar em um link para serem encaminhados a outra página, os usuários devem consumir o vídeo diretamente no e-mail. Além de melhorar a experiência do assinante, a prática aumenta o número de visualizações e as chances de conversão dos assinantes.

Diversos serviços de e-mail marketing facilitam a incorporação de vídeos diretamente no conteúdo do e-mail. Alguns deles, inclusive, permitem a personalização de miniaturas de vídeos do YouTube ou Vimeo e até mesmo a sobreposição de um botão “play”. Essa medida é bastante importante, já que, sem o ícone, alguns dos inscritos podem confundir o vídeo com imagem.

3. Utilize miniaturas atraentes

Mesmo que o vídeo esteja incorporado ao e-mail, a miniatura deve chamar a atenção do destinatário. Por ser a primeira imagem vista, a miniatura precisa ser capaz de incentivar que os assinantes cliquem no botão “reproduzir”.

Para garantir que o e-mail seja atraente, é fundamental investir na criação de algumas imagens e textos atraentes. Lembre de inserir miniaturas originais utilizando suas próprias fotografias ou ilustrações para mostrar a autenticidade do conteúdo.

4. Explique o seu vídeo

Não se deve simplesmente jogar um vídeo no e-mail sem qualquer explicação. É necessário permitir que os assinantes saibam por que devem assistir ao conteúdo e sobre qual é o assunto apresentado. Sabendo exatamente o que estão recebendo, os destinatários ficarão mais propensos a assistir aos vídeos.

Para isso, acima ou abaixo do vídeo incorporado, inclua uma breve descrição e deixe claro o que os usuários perderão se ficarem sem assistir ao conteúdo. Lembre-se de utilizar um forte apelo à ação.

5. Utilize GIFs

Além dos vídeos tradicionais, utilizar GIFs pode ser uma pedida para atrair o público. Esses conteúdos são tão divertidos quanto os vídeos e não demandam cliques de reprodução para sua visualização.

Os GIFs podem ser criados facilmente através de ferramentas online gratuitas como o Giphy.

Ao contrário do que muitos pensam, o e-mail continua sendo uma das ferramentas mais poderosas de marketing digital; mas para isso é necessário trabalhar na qualidade do conteúdo enviado. Lembre-se de acompanhar os resultados e as análises para saber se as estratégias de vídeo estão sendo eficientes e para encontrar maneiras de continuar a aprimorá-las para alcançar os melhores resultados.

marketingMarketing
Tecnologia Intel investe em cérebros artificiais
Financeiro O que é o Peer-to-Peer Lending e como ele está revolucionando o mercado financeiro no Brasil