Cocriação: uma nova era no desenvolvimento de produtos e serviços

Entenda o que é Cocriação e como ela pode beneficiar sua marca na Transformação Digital

Um dos maiores desafios que empresas enfrentam nos dias de hoje é como se manter relevante em um mercado que vive em constante mudança e com tantos concorrentes. Uma forma de se adaptar a esse ambiente competitivo e ser mais relevante é elaborar soluções que tragam inovação como, por exemplo, a cocriação.

Um estudo realizado pela Ibope mostra que 60% das empresas brasileiras já realizaram algum projeto de cocriação e os motivos para isso acontecer envolvem aumentar a satisfação do consumidor, melhorar produtos, criar novas soluções e passar imagem de envolvimento.

Os dados confirmam que as empresas perceberam a expectativa de inovação sentida pelos usuários. Para isso, é necessário que haja maior investimento em tecnologias disruptivas para que não seja criado somente um novo conceito, mas sim uma nova forma de mudar o consumo dos produtos.

Reunimos neste artigo tudo o que você precisa saber sobre a cocriação e alguns exemplos que deram (muito) certo! Confira:

O que é cocriação

A cocriação não é um novo conceito — é compreender que o mundo está mudando. Isso significa que mesmo que haja um grande acesso à tecnologia a ideia é que empresas possam utilizá-la para mudar o mundo e a forma de consumidores utilizam seus produtos.

Em resumo, a cocriação ou colaboração acontece quando uma organização traz um ou mais de seus stakeholders e mesmo consumidores para o processo de desenvolvimento de novos produtos e serviços. Uma nova estratégia de táticas colaborativas que podem deixar de lado o marketing e a publicidade tradicionais para gerar engajamento por parte dos usuários e impulsionando as vendas.

Como funciona

A cocriação tem três vertentes: interna, com clientes e com empresas. Para compreendê-las melhor, apresentaremos cada uma separadamente:

01. Co-criação com clientes

Ninguém conhece melhor as necessidades do seu target do que seus próprios clientes, não é mesmo? Ao fazer essa colaboração com os clientes, é possível que sua empresa obtenha algumas vantagens, tais como:

  • os consumidores verão sua empresa de uma perspectiva diferente de seus colaboradores e é justamente por isso que eles trazem mais e diferentes ideias;
  • suas ideias muitas vezes conseguem identificar uma grande necessidade do target;
  • ao trabalhar em conjunto, a relação de confiança aumenta para com a empresa;
  • você pode perguntar a estes consumidores se eles comprariam os produtos (após idealizados) para reduzir as chances de erros;
  • a probabilidade de que comprem o seu produto é bem maior.

Neste caso podemos citar novamente a LEGO que, em 2008, também começou seu processo de projetos de cocriação com clientes em seu site com jogos inspirados na série The Big Bang Theory e The Beatles. Tal ideia foi muito efetiva pois a empresa aprendeu que, ao colaborar com os fãs (na fase de idealização do produto), surgiriam ideias novas e com grande potencial no mercado.

02. Co-criação interna

A cocriação interna começa quando a empresa une profissionais para discutir e alcançar um único objetivo, sendo principalmente usada na criação de novos produtos e até mesmo campanhas de marketing. Ou seja, através de tal metodologia é possível melhorar a integração, reestruturação, cultura etc.

Para que seja mais fácil de compreender, vamos citar um caso de sucesso promovido pela LEGO. A empresa criou um site onde os entusiastas da marca poderiam postar designs para novos projetos e, então, serem votados por lá. Caso atingisse mais de 10.000 votos, a ideia seria levada para designers e marketing decidirem se poderia ser feita ou não.

O mecanismo de votos fez com que os entusiastas que aplicaram seus projetos viralizassem a página por meio de suas redes sociais pois, além de ser reconhecido nos materiais, ganhariam 1% dos royalts das vendas.

Com a participação de tantas pessoas e a materialização dos projetos, a mudança interna também aconteceu pois o cliente foi considerado parte do sistema de criação da empresa.

Além disso, toda a parte de aplicação, criação das plataformas e o envolvimento das equipes para transformar a ideia de um amante da marca em realidade já mostra toda a cocriação interna que a empresa estava disposta em realizar.

Nesse aspecto, mesmo com o insight de clientes, a verdadeira mudança foi feita pelos colaboradores que se uniram numa nova atividade para criarem algo completamente novo. Além de conseguir trazer mais resultados, o processo se torna mais divertido pois é possível reunir os envolvidos e sensibilizar os funcionários!

03. Co-criação com outras empresas e marcas

A cocriação com outras empresas é uma das mais interessantes pois mostra que as organizações estão percebendo que, com o ambiente competitivo em que vivemos, se não houver parceria, será difícil ter vantagem competitiva. Desse modo, quando companhias decidem se juntar em um projeto, conseguem obter juntas alguns quesitos de extrema importância para uma boa iniciativa:

  • redução de riscos pois cada uma oferecerá o que apresenta de melhor internamente para o processo ser o mais fluído possível;
  • redução de investimento, pois ambas empresas/marcas investirão no projeto;
  • maior probabilidade de receita por conseguir atingir um público fiel de ambas marcas.

Um projeto que ainda está em desenvolvimento, mas que já foi divulgado é o Project Mobii, parceria firmada entre a Intel e a Ford. A ideia é melhorar a experiência do usuário ao criar a possibilidade de controlar os recursos do carro por meio de gestos e reconhecimento facial.

A cocriação no marketing está em ascensão, uma vez que as empresas estão começando a compreender o quão pode benéfico pode ser, principalmente por criar buzz nas redes sociais, aumentando, consequentemente, o ROI.

Os novos consumidores vem se tornado cada dia mais exigentes, principalmente pelo seu vasto acesso à informações. Desse modo, obter uma vantagem competitiva em relação à concorrência fica cada vez mais desafiador, não é mesmo?

A cocriação, portanto, surgiu para que empresas e seus stakeholders unam forças e consigam transformar a experiência do consumidor e a forma de utilizar os produtos. Por meio de tecnologias disruptivas, o processo de colaboração traz diversos benefícios e tem sido uma metodologia bastante utilizada no Brasil. Então, que tal colocar as mãos na massa e começar também?

Agora que você já entendeu o que é a cocriação e como ela pode impactar positivamente na sua vantagem competitiva, saiba mais sobre o que é a experiência do consumidor e reforce o valor de sua marca!