Sabe aquela frase: “perguntar não ofende”? Em alguns casos, ela não se aplica, pois muitas perguntas, de fato, são ofensivas. Quando se trata dos negócios, porém, a perspectiva muda um pouco e a frase ideal seria “perguntar não incomoda”. Entender se o cliente está gostando do atendimento e dos serviços prestados é fundamental para o desenvolvimento de um negócio.

Aqui, explicarei como funciona um software de pesquisa de satisfação, ferramenta que pode solucionar essa demanda.

Muitas empresas sonham em realizar campanhas de obtenção de feedback para obter informações importantes sobre a satisfação dos clientes em relação aos serviços, mas sofrem com o que podemos chamar de “timidez corporativa”.

Existem razões que justificam este comportamento, dentre elas, está o incômodo. Quando realizada de forma pouco estratégica, uma pesquisa de satisfação pode realmente desperdiçar o tempo do cliente.

Outro problema é a operação. Para equipes de atendimento reduzidas, inserir em sua rotina um plano de ação para captar feedback pode deixar a rotina ainda mais atribulada, atrapalhando o atendimento e o fluxo habitual de trabalho.

A forma mais eficaz e precisa de conseguir bons resultados com pesquisas é apostar na tecnologia. Veja agora 5 motivos para usar um software de pesquisa de satisfação e otimizar de vez a captação de feedback com seus clientes!

01. A forma mais discreta de coleta de dados

Um software como a Huggy, utiliza tecnologia de vanguarda. É o caso dos chatbots, que tornam a comunicação precisa, ágil e possibilitam, ainda, a aplicação dos chatforms, formulários de pesquisa que podem ser acionados na interação entre o chatbot e o cliente.

Dessa forma, as empresas conseguem coletar informações dos clientes sem parecer que estão aplicando uma pesquisa de satisfação. Até mesmo aqueles clientes que não são muito participativos ou que ainda não estão em um nível de relacionamento próximo da marca se envolvem.

02. Todas as informações em um banco de dados inteligente

Ao utilizar um software para realizar uma pesquisa de satisfação, a empresa passa a ter o armazenamento das informações em um ambiente seguro. Uma vez inseridas no histórico de atendimento da empresa, esses dados são computados e emitidos em relatórios, que servem de norte aos gestores nas decisões necessárias para otimizar os serviços e produtos.

Os dados do cliente, hoje, são um dos mais importantes ativos de uma empresa e podem ser usados em prol dos resultados e da otimização. Cuidá-los e mantê-los em um local estratégico, portanto, é uma decisão inteligente, tanto para a segurança da informação, quanto para os processos de melhoria em uma empresa.

03. Estratégia de fidelização

Quando uma empresa consegue se relacionar com mais intensidade com seus clientes, ampliam-se as chances de colaboração em qualquer tipo de consulta. O uso de um software de gestão do atendimento não otimiza diretamente esse relacionamento, mas fornece ferramentas para que a comunicação ajude a conquistar o cliente e a torná-lo peça importante na construção da trajetória de uma empresa.

Conforme o serviço ao consumidor desempenha um bom trabalho, a probabilidade de o cliente se ater à marca cresce e, com isso, aumentam também as chances de as pessoas optarem por contribuir com melhorias em vez de trocar a marca.

04. Coleta de feedback aprimora a experiência

Ouvir as opiniões é uma forma de demonstrar valor à experiência do cliente. Ao se dispor a coletar informações sobre a satisfação dos consumidores, fica clara a preocupação de uma empresa com a melhoria da jornada de compra do cliente. A experiência do consumidor é fundamental para a sua fidelização e, quanto mais aprimorada ela for, maiores são as chances de retenção.

05. Diferencial competitivo

Muitas empresas não possuem estratégias eficientes para abordar seus clientes e coletar sua opinião, como abordamos no início do texto. O resultado disso é algo que podemos comparar com um barco à deriva. A empresa navega sem saber, ao certo, o próprio rumo.

Sem conhecer como seus processos estão impactando os consumidores, uma empresa perde a oportunidade de ajustar sua conduta e ganhar a confiança e simpatia da clientela. Resumindo: já que muitas empresas ainda falham na construção de um relacionamento e na captação de informações, sai na frente quem institui a pesquisa como forma de melhoria de sua atuação no mercado.

Existem inúmeros motivos para apostar no uso de um software para realizar uma pesquisa de satisfação. Eles ajudam as empresas a conhecer o seu público, a descobrir pontos fortes e fracos nos processos de atendimento e vendas por exemplo. O ideal é reconhecer o valor das informações do cliente e encontrar meios de estruturar a pesquisa para que ela construa uma importante base informacional, que deve ser usada para reflexão sobre a atuação da empresa.

Diego Freire

CEO na Huggy Fundador da Huggy - Atendimento Digital, formado em Sistemas de Informação e Mestrando em Inteligencia Artificial. Um entusiasta da tecnologia, focado em melhorar as relações entre empresas e consumidores finais através do atendimento.

atendimento-digitalAtendimento Digital
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
Recursos Humanos HRTechs e a nova era do RH na Indústria 4.0
Educação Jurídico Eu Na Facul: Evento online mostra oportunidades de carreira para quem deseja entrar na universidade
A importância de repensar a cultura de agências digitais
[contact-form-7 id="21113" title="ebook"]