O que é Scrum: guia básico de entendimento e aplicação

Entenda o que é Scrum e como essa metodologia ágil pode otimizar os processos em sua empresa

Você já ouviu falar em Scrum? Estamos falando da metodologia ágil criada para melhorar o gerenciamento de projetos no desenvolvimento de software. Saiba que essa técnica é uma das mais utilizadas entre as metodologias atualmente, por se tratar da mais simples para aprender e colocar em prática.

Hoje, o Scrum evoluiu e pode ser usado no gerenciamento de qualquer projeto, não apenas para softwares. Preparei um guia básico para que você se familiarize com essa metodologia e, quem sabe, aplique na sua empresa.

O que é Scrum

O Scrum é uma metodologia ágil para o gerenciamento de projetos, como afirmei acima. A sua principal preocupação é com a rapidez da entrega do projeto, priorizando determinadas partes conforme a sua importância.

Ele é dividido em algumas etapas e possui um sistema de papéis. Entre as principais nomenclaturas da metodologia, estão:

  • Product Backlog: conjunto de atividades que compõe o total do produto final;
  • Product Owner: é o dono do projeto, representa o cliente e é quem determina a importância de cada item dentro do Product Backlog;
  • Scrum Master: responsável pela equipe. Realiza a divisão das tarefas junto ao Product Owner;
  • Sprint backlog: atividades a serem desenvolvidas em uma sprint;
  • Sprint: período de tempo, não maior que 4 semanas, no qual todos os itens da Sprint Baklog devem estar desenvolvidos;
  • Daily Meeting: reunião rápida diária para verificar o andamento das atividades e possíveis dificuldades;

Funcionamento

Vou explicar como os papéis e as etapas trabalham em conjunto para que o Scrum funcione. Em um primeiro momento, deve ser realizada uma reunião entre o Scrum Master e o Product Owner para a definição de todos os itens que estarão compondo o Product Backlog.

Em seguida, é realizada um priorização de todas as funcionalidades para sua inclusão nas Sprints. No início de uma Sprint, existe uma reunião entre o Scrum Master e o Product Owner que apontará os itens que devem fazer parte da Sprint Backlog.

Com isso, é estipulado o tempo da Sprint e divididas as tarefas que deverão ser realizadas entre os membros da equipe, tendo suas atividades verificadas pelo Scrum Master todos os dias durante a Daily Meeting.

Origem do Scrum

Em primeiro lugar, você precisa entender o que são as “metodologias ágeis“. Bom, são técnicas e práticas que constam no Manifesto Ágil. Esse documento foi criado por desenvolvedores de software, com o intuito de simplificar a criação de sistemas por meio da aplicação de equipes multidisciplinares e auto-organização.

O movimento ágil nasceu na década de 70 e 80 em empresas japonesas, como a Toyota e Honda, que buscavam simplificar os seus processos de produção e melhorar os resultados.

Baseado nesse movimento, com seu nome inspirado por uma jogada de rugby (na qual todos juntam forças para avançar), surgiu o Scrum, framework de desenvolvimento ágil, em 1993, pelas mãos de Jeff Sutherland.

O sucesso de sua implementação foi tão grande que até hoje pouco mudou em sua estrutura básica, e muitas empresas fazem uso da metodologia não apenas para o desenvolvimento de software, mas para qualquer projeto.

Grandes empresas que utilizam o Scrum

Pode parecer algo distante e que não se aplica a qualquer organização, mas é possível utilizar a metodologia em diversos tipos de projetos, independente do objetivo. Vou listar algumas empresas como exemplos de quem faz o uso:

Rede Globo

A rede de televisão aplica a metodologia Scrum em seu site desde 2007. A principal dificuldade enfrentada pela empresa em sua adaptação foi a priorização de tarefas. Hoje, toda a equipe já está plenamente adaptada.

Yahoo!

O Yahoo! contava com um grande problema: gerenciar seus projetos de software contando com uma equipe gigante. A saída? Apostar no Scrum como metodologia de gerenciamento. Hoje, a empresa utiliza a técnica em todos os seus projetos.

Locaweb

Uma das maiores hospedagens de site da América Latina, a Locaweb utiliza o Scrum juntamente com o XP, outra metodologia ágil, em seus projetos desde 2006. Hoje, a equipe já está totalmente adaptada e fez diversas alterações no método original para se adequar a sua realidade.

Google

O gigante das buscas é outra grande empresa que utiliza o Scrum para gerenciar boa parte de seus projetos. Na companhia, cada equipe é responsável por escolher o seu método de gerenciamento, e o Scrum é um dos favoritos.

Vantagens e desvantagens do scrum

O Scrum é uma metodologia incrível e pode ajudar a empresa a gerenciar melhor seus projetos e maximizar seus resultados, contando com uma série de vantagens em sua aplicação.

No entanto, nem tudo é perfeito. Em alguns casos, a aplicação desse método pode não ser a melhor opção. A metodologia pode não suprir uma demanda específica de gerenciamento, por exemplo.

A seguir, veja pontualmente as principais vantagens e desvantagens do Scrum:

Vantagens

  • análise do projeto: o projeto e seu andamento, assim como qualquer atividade, podem ser vistos por todos os membros da equipe;
  • motivação: os desafios do cumprimento de prazos e o trabalho em equipe para alcançá-los é motivador para os colaboradores;
  • redução de falhas: ao implementar reuniões diárias em busca de dificuldades, temos a diminuição de erros que poderiam prejudicar o resultado final do projeto;
  • prioridades bem definidas: o Scrum prioriza o que é mais importante para o cliente final do projeto, entregando o mais próximo possível de sua expectativa, evitando decepções.

Desvantagens

  • prazo: como a qualidade é um dos pontos mais importantes desse método, os prazos rígidos podem ser um problema, a princípio. Com o passar da maturidade da equipe com a metodologia, a estipulação de prazos melhora e isso deixa de ser um problema;
  • documentação: o foco do Scrum é entrega de qualidade, com isso, a documentação fica em segundo plano, chegando a ser inexistente em determinados projetos, o que pode ser um problema.

Scrum e a gestão de empresas

Com um mercado cada vez mais competitivo, se faz necessário repensar a organização das empresas: é preciso se adaptar a qualquer mudança no meio de atuação rapidamente e evitar surpresas e perda de competitividade.

A transformação digital tem um papel de grande importância nesse movimento em busca de agilidade, fornecendo uma série de ferramentas que possibilitam o uso de metodologias como o Scrum para a gestão de empresas.

Como o Scrum evoluiu no meio digital

Uma das principais vantagens em relação às metodologias de gerenciamento baseadas no Manifesto Ágil é o poder de adaptação. Com a evolução dos meios digitais, o Scrum também evoluiu e hoje se transformou em um framework multiplataforma, capaz de atender a qualquer tipo de projeto.

É possível contar com ferramentas digitais de apoio que facilitam o uso da metodologia e aposentam o velho quadro branco contento o Product Backlog. Hoje, todas as demandas podem ser mantidas no meio digital, assim como as atividades e o seu controle.

Espero que ao finalizar a leitura deste pequeno guia você possa ter compreendido um pouco mais acerca do Scrum e das suas atuais aplicações no gerenciamento de equipes e empresas.

Você já utilizou alguma metologia ágil? Está pensando em adotar Scrum em sua empresa?

Empreendedor Digital | Programador

É um programador que gosta de criar negócios digitais. Com um estilo de vida de Nômade Digital, trabalha remotamente para ajudar as empresas na sua Transformação Digital enquanto viaja pelo mundo. Sempre em busca de conhecimentos, procura estar a frente do mercado para que possa tomar decisões assertivas.