O uso da Internet das Coisas nas empresas pode tornar as operações mais eficientes, principalmente quando a tecnologia auxilia a reduzir erros humanos. Apesar disso,  muitas vezes os líderes das organizações esquecem de avaliar os riscos de violação de dados associados aos dispositivos IoT. De acordo com o Information Age, os membros das equipes podem criar, de forma não intencional, riscos de segurança para as empresas. Dessa forma, aconselha-se que as companhias invistam no treinamento de colaboradores para a manutenção de um ambiente de proteção de dados.

Para se ter dimensão do impacto da falta de cuidado com questões de segurança, o Quocirca investigou globalmente violações de dados relacionadas a impressoras em empresas. Segundo os resultados, constatou-se que 72% dos entrevistados apresentaram preocupação com falhas de segurança e 59% tiveram perdas de dados envolvendo os dispositivos. A pesquisa também mostrou que colaboradores são responsáveis por 32% dos problemas de segurança de impressão. Vale destacar que as impressoras são apenas um dos dispositivos conectados que vem sendo adotados nas corporações.

Benefícios e correções da IoT

Muitos consumidores comuns já perceberam os benefícios de dispositivos IoT ao comprar alto-falantes ou ao conectar diferentes equipamentos domésticos inteligentes. Da mesma forma, empresas podem criar fluxos de trabalho automatizados que oferecem vantagens que vão desde custos operacionais reduzidos até o aprimoramento de funções que exigem habilidades específicas de colaboradores.

Um dos pontos de maior importância para as lideranças é compreender que as violações de dados por dispositivos IoT já são realidade. Recentemente, o Ponemon Institute revelou que a porcentagem de empresas que sofreram violações de dados relacionadas a dispositivos IoT vulneráveis aumentou para 26%, crescimento de 11% em comparação com os resultados de 2017. Além disso, mais de 80% das empresas acreditam que seus negócios serão vítimas de violações nos próximos dois anos, mas menos da metade aprovam programas para minimizar os riscos.

Soluções

Para os especialistas, existem diversas soluções promissoras para resolver esses problemas. Embora as vulnerabilidades da IoT possam comprometer a segurança dos dados corporativos, as empresas estão cientes dos riscos e muitas têm trabalhado para impedir que as falhas sejam agravadas. A Trend Micro, por exemplo, implantou uma solução de segurança que bloqueou 5 milhões de tentativas de ataques contra câmeras em cinco meses.Também nesse sentido, em 2018 a Intel e a Arm IoT se juntaram para trabalhar em um produto que permite a integração segura de qualquer dispositivo IoT em qualquer infraestrutura de nuvem em questão de segundos, em vez dos aproximadamente 20 minutos necessários para a integração manual de novos dispositivos.

Apesar dos progressos, as companhias ainda têm um longo caminho a percorrer tornar a IoT completamente segura. Descobertas publicadas em 2019 pela Gemalto provaram que as organizações estão gastando mais de seus orçamentos de IoT em medidas de proteção, mas cerca de metade dos entrevistados (48%) ainda não conseguem detectar quando seus dispositivos são violados.

Confiança digital

Enquanto a adoção da IoT continua a aumentar, o sucesso dos negócios no mundo dos dispositivos conectados depende da construção de uma relação de confiança digital com os consumidores. Isso se agrava ainda mais com o desafio para as empresas avaliarem quais dos seus dispositivos de IoT contêm as informações mais confidenciais, sem mencionar o impacto de suas violações. Quanto mais tempo as falhas de segurança persistirem, mais dados serão perdidos.

Por conta de todas essas questões, as empresas devem tratar as violações de dados como prioridade. As invasões podem ter impacto negativo de diversas formas. Por exemplo, se cibercriminosos tiverem acesso a dados de uma câmera de segurança IoT, eles poderão identificar a fachada de um prédio para realizar ataques aos negócios.Se o dispositivo IoT for um terminal de processamento de pagamento com cartão de crédito, configurações inadequadas podem deixar informações expostas a hackers. Em equipamentos conectados em fábricas, criminosos podem acessar informações que exponham segredos comerciais ou ter o poder de alternar o funcionamento de uma máquina.

Como pode ser observado, é enorme a variedade de danos que podem acompanhar as violações de dados por dispositivos IoT. Por isso, especialistas em tecnologia devem trabalhar incansavelmente para a adoção de uma postura proativa para avaliar os pontos fracos da Internet das Coisas e garantir a segurança de seus utilizadores.

dadosDados
Transformação Digital Como empresas especializadas em SEO podem ajudar o seu negócio?
Dados Seguros Telecom Facebook e Google podem ser obrigados a revelar preço de dados pessoais dos usuários