Um estudo realizado por pesquisadores da Fairfield University, nos Estados Unidos, sugere que pessoas que utilizam smartphones durante as compras têm maior probabilidade de adquirir algo por impulso.

Para realizar a pesquisa, os cientistas convidaram 231 participantes que foram acompanhados durante uma simulação de compras em um supermercado. De acordo com as informações, os participantes que utilizaram seus smartphones para fazer ligações, enviar mensagens, ouvir música ou checar e-mails, tiveram maior tendência de sair de seu planejamento de compras, colocando no carrinho itens que não estavam na lista e esquecendo outros que pretendiam adquirir.

Segundo os pesquisadores, mesmo que os smartphones tenham sido acessados apenas durante parte do processo de compra, o efeito foi parecido, indicando que o uso de celulares dentro de lojas pode interferir na atenção, mesmo depois de guardados.

Outro ponto interessante do estudo é a crença dos participantes. Michael Sciandra, principal autor do estudo, explica que a descoberta de que o uso do celular durante as compras afeta negativamente o comportamento do consumidor vai contra o que ele acreditava, já que a maioria dos participantes pensa que o acesso aos smartphones não teve qualquer impacto negativo na experiência.

Apesar da pesquisa sugerir a influência da utilização de smartphones durante o processo de compra, novos trabalhos deverão ser aprofundados na área, já que o estudo teve como base somente compras simuladas. Ainda assim, os resultados devem ser considerados tanto por consumidores quanto pelas empresas. “Nossas descobertas podem influenciar as atitudes dos consumidores em relação ao uso de telefones celulares durante as compras e convencê-los a refletir sobre como esses dispositivos afetam nossas vidas, tanto positivamente quanto negativamente”, explicou Sciandra.

O fato é que, se os consumidores acabam gastando mais do que planejam utilizando seus smartphones, os varejistas acabam lucrando mais, o que representa uma vantagem para o comércio. Nessa linha de pensamento, já se pode observar diversos shopping centers, por exemplo, oferecendo conexão Wi-Fi gratuita aos visitantes.

e-commercee-Commerce
Agências Aplicativo e-Commerce Inovação Marketing Varejo Vendas QR Code: Anúncios interativos começam a chegar à TV
Inovação Serviços de IoT devem saltar de US$ 79 bi em 2018 para US$ 189 bi até 2023
ABOUT THE SPONSORS
Agendor

O Agendor foi criado para permitir que vendedores externos possam colaborar de forma mais produtiva com a equipe interna, garantindo mais visibilidade e controle ao gestor comercial e mais autonomia aos vendedores.